• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Dannylo Oliveira de Sousa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2017
Orientador
Banca examinadora
Gobesso, Alexandre Augusto de Oliveira (Presidente)
Daniel, João Luiz Pratti
Fukushima, Romualdo Shigueo
Herling, Valdo Rodrigues
Rodrigues, Paulo Henrique Mazza
Título em inglês
Alteration of fiber digestibility for ruminants: effects on intake, performance, and ruminal ecosystem
Palavras-chave em inglês
Intake
Live yeast
NDF digestibility
Passage rate
Rumen bacteria
Resumo em inglês
The effect of increased neutral detergent fibre digestibility (NDFD) of sugarcane silage on intake, rumen kinetics and metabolism, microbial population, performance, and body fatness of beef cattle was evaluated through two trials. In the metabolism trial, eight ruminal-cannulated Nellore steers were used in a replicated 4×4 Latin square design. In the performance trial, forty-eight Nellore young bulls were used in a complete randomized block design with a 2×2 factorial arrangement of treatments. Two sugarcane genotypes with high or low NDFD harvested for silage in two maturity stages were used (2 genotypes and 2 maturity stages). Diets were formulated with 40% of sugarcane on dry matter (DM) basis. Intake of DM was likely limited by metabolic feedback. The DM intake (DMI) of cannulated steers was reduced when late-maturity sugarcane was fed, but only with low-NDFD genotype. Turnover and passage rate of NDF was accelerated when high-NDFD genotype was fed. Rumen DM, NDF and iNDF pools were greater when diets with the low-NDFD genotype were fed. There was a tendency for greater relative populations of F. succinogenes and R. albus when animals were fed with diets containing low-NDFD genotype. Performance and carcass characteristics were not affected by treatments. Excess of NFC and fermentation end products of sugarcane silage can limit intake by metabolic pathway. High-NDFD genotype can accelerated NDF turnover and passage rate in the rumen. Late-maturity ensiled sugarcane can reduce DMI of beef steers fed with low-NDFD genotype. The effect of live yeast (LY - Saccharomyces cerevisiae CNCM I-1077) on in situ fiber digestibility, rumen fermentation, and rumen cellulolytic bacteria population of grazing Nellore cattle was evaluated throughout the year. Eight rumen cannulated steers were used in a 2x4 factorial arrangement of treatments: with or without LY, and the four seasons of the year. Yeast was given daily to provide 8x109 CFU per animal. Animals were kept on a rotational grazing system with mineral supplementation. Every 45 d, in situ rumen NDF degradability of 5 reference forages was determined after 24 and 48h incubation. Rumen fluid was collected to measure yeast count and fermentation parameters, and rumen contents collected for quantitative PCR quantification of cellulolytic bacteria. Although pasture composition varied greatly throughout the year, there was no LY*season interaction. Yeast supplementation increased NDF degradability in all seasons. Among the four rumen bacteria evaluated, R. flavefaciens was the most prevalent and LY increased R. flavefaciens population in the summer and spring. Supplementing LY can benefit fibre-degrading bacteria and increase fibre degradability of grazing animals, independently of the season.
Título em português
Alteração da digestibilidade da fibra para ruminantes: efeitos sobre consumo, desempenho e ecossistema ruminal
Palavras-chave em português
Bactéria ruminal
Consumo
Digestibilidade da FDN
Levedura viva
Taxa de passagem
Resumo em português
O efeito do aumento da digestibilidade da fibra detergente neutro (DFDN) da silagem de cana-de-açúcar sobre consumo, cinética e metabolismo ruminal, população microbiana, desempenho e características de carcaça de bovinos de corte foram avaliados através de dois experimentos. No experimento de metabolismo, oito novilhos Nelore canulados no rúmen foram utilizados em delineamento experimental com dois quadrados latinos 4×4 contemporâneos. No experimento de desempenho, quarenta e oito novilhos nelore foram usados em delineamento em blocos inteiramente casualizados com arranjo de tratamento em fatorial 2×2. Dois genótipos de cana-de-açúcar com alta e baixa-DFDN colhidos para ensilagem em dois estágios de maturidade (2 genótipos e 2 estágios de maturidade). As dietas foram formuladas contendo 40% de silagem de cana-de-açúcar na matéria seca. O consumo de matéria seca (CMS) foi limitado pela via metabólica. O CMS dos novilhos canulados no rúmen foi reduzido quando foram alimentados com a cana-de-açúcar colhida na maturidade tardia, mas somente para o genótipo de baixa-DFDN. A taxa de passagem e o turnover de FDN foram acelerados quando o genótipo de alta-DFDN foi fornecido. O pool ruminal de MS, FDN e FDNi foram maiores para as dietas contendo o genótipo de baixa-DFDN. Houve tendência para maior população relativa de F. succinogenes e R. albus quando os animais foram alimentado com dietas contendo o genótipo de baixa-DFDN. O desempenho e as características de carcaça não foram afetados pelos tratamentos. O excesso de carboidratos não fibrosos (CNF) e os produtos de fermentação das silagens podem limitar o consumo pela via metabólica. O genótipo de alta-DFDN pode acelerar a taxa de passagem e o turnover de FDN no rúmen. O CMS pode ser reduzido quando o genótipo de baixa-DFDN é colhido para ensilagem com maturidade tardia. O feito da suplementação com levedura viva (LV - Saccharomyces cerevisiae CNCM I-1077) sobre a digestibilidade in situ, fermentação ruminal e população de bactérias celulolíticas no rúmen de bovinos Nelore em pastejo foi avaliado ao longo de um ano. Oito novilhos canulados no rúmen foram usados em arranjo fatorial 2×4: com ou sem LV e quantro estações do ano. O tratamento com LV foi realizado diariamente para promover uma suplementação de 8x109 UFC por animal. Os animais foram mantidos em sistema de pastejo rotativo com suplementação mineral. A cada 45 dias, foi realizada a degradação de FDN n situ de 5 forragens referencia, determinada após 24 e 48h de incubação ruminal. O fluido ruminal foi coletado para avaliar a contagem de leveduras e os parâmetros de fermentação, e ainda para a quantificação de bactérias celulolíticas por PCR. Mesmo com grande variação da qualidade do pasto ao longo do ano, não foi observado interação entre LV*estação do ano. A suplementação com LV aumentou a degradabilidade da FDN em todas as estações do ano. Entre as quatro bactérias ruminais avaliadas, a R. flavefaciens foi a mais prevalente e o tratamento com LV aumentou sua população relativa no verão e na primavera. A suplementação com LV pode beneficiar bactérias degradadoras de FDN e aumentar a digestibilidade ruminal de fibra em animais em pastejo, independentemente da estação do ano.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-03-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.