• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2018.tde-18062018-153717
Documento
Autor
Nome completo
Gabriela do Vale Pombo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2018
Orientador
Banca examinadora
Gobesso, Alexandre Augusto de Oliveira (Presidente)
Almeida, Fernando Queiroz de
Balieiro, Júlio César de Carvalho
Faleiros, Rafael Resende
Taran, Fernanda Melo Pereira
Título em português
Efeito da suplementação com levedura viva e levedura viva protegida sobre a digestibilidade aparente total e parâmetros fermentativos de equinos
Palavras-chave em português
Cavalos
Conteúdo gástrico
Degradação
Probióticos
Produção de gases
Resumo em português
O uso da suplementação com levedura viva em equinos tem sido estudado, pelo potencial de redução da produção de lactato no intestino grosso sendo relatado por alguns autores, melhora da digestibilidade aparente da proteína bruta. Porém, o uso de levedura viva protegida ainda não foi relatado para a espécie. O objetivo do trabalho foi avaliar a digestibilidade aparente dos nutrientes e parâmetros de fermentação intestinal e gástrica com a suplementação de levedura viva e levedura viva protegida em equinos em manutenção. O delineamento experimental foi o quadrado latino duplo balanceado com oito animais, quatro dietas avaliados por quatro períodos de 22 dias cada, sendo 15 dias de adaptação à dieta, 5 dias de coleta de fezes (CTF), 1 dia para coleta de conteúdo gástrico e 2 semanas de intervalo entre os períodos. As médias dos tratamentos foram comparadas através de contrastes ortogonais (C1: controle [CTR] versus levedura [LEV], levedura protegida [PROT] e levedura viva + levedura protegida [L + P]; C2: L + P versus LEV e PROT; C3: LEV versus PROT). O nível de significância do teste utilizado foi a 10%. Não foram observados efeitos para pH nas fezes, concentração sérica de fator tumoral alfa, concentrações de ácido lático e ácidos de cadeia curta nas diferentes dietas. Não foi observado significância para a digestibilidade aparente dos nutrientes da dieta quando se usou levedura viva ou protegida (P=0,0683). Houve aumento das concentrações de ácido acético com o uso de levedura no conteúdo gástrico (P=0,0082). Avaliando a técnica de coleta sugerida, a adaptação realizada para este procedimento de coleta de digesta gástrica apresentou fácil aplicabilidade, com alta tolerância pelos equinos, além de proporcionar perfeita precisão do local de coleta a ser avaliado. A levedura viva e levedura protegida não apresentam efeito quanto a degradabilidade in vitro da matéria seca e da fibra em detergente neutro (P > 0,05). A fermentação com inóculo de fezes possui maiores taxas de produção de gás quando se utiliza feno como substrato e suplementação com levedura viva (P=0,0190). Quando se utiliza de conteúdo gástrico como inóculo, a levedura protegida apresenta menor produção de gases (P=0,0484).
Título em inglês
Effect of supplementation with live yeast and protected live yeast on a total apparent digestibility and fermentative parameters of horses
Palavras-chave em inglês
Degradation
Gas production
Gastric content
Horses
Probiotics
Resumo em inglês
The use of live yeast supplementation in equines has been studied for the potential reduction of lactate production in the large intestine and is reported by some authors to improve the apparent digestibility of crude protein. However, the use of protected live yeast has not yet been reported for the species. The aim of this study was to evaluate the apparent digestibility of nutrients and parameters of intestinal and gastric fermentation with the supplementation of live yeast and protected live yeast in horses. The experimental design was the double balanced latin square with eight animals, four diets evaluated for four periods of 22 days each, being 15 days of adaptation to the diet, 5 days of collection of feces (CTF), 1 day for collection of gastric content and 2 weeks interval between periods. The treatments were compared by means of orthogonal contrasts (C1: control [CTR] versus yeast [LEV], protected yeast [PROT] and live yeast + protected yeast [L + P]; C3: LEV versus PROT). The level of significance of the test used was 10%. No effects were observed for faecal pH, serum concentration of alpha tumor factor, lactic acid concentrations and short chain acids in the different diets. It was no possible to observe a difference significance on apparent digestibility in nutrients of diets when living or protected yeast (P = 0.0683). There was an increase in acetic acid concentrations with the use of yeast in gastric contents (P = 0.0082). Evaluating the suggested collection technique, the adaptation performed for this procedure of gastric digestion was easy to apply, with high tolerance by the horses, besides providing perfect accuracy of the collection site to be evaluated. Live yeast and protected yeast have no effect on the in vitro degradability of dry matter and neutral detergent fiber (P> 0.05). Fermentation with fecal inoculum has higher rates of gas production when hay is used as a substrate and supplementation with live yeast (P = 0.0190). When gastric contents are used as the inoculum, the protected yeast presents lower gas production (P = 0.0484).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-08-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.