• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2005.tde-30102006-124229
Documento
Autor
Nome completo
Juliana Bonin Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Timenetsky, Jorge (Presidente)
Buim, Marcos Roberto
Moreno, Andrea Micke
Título em português
Detecção de Mycoplasma pulmonis e Mycoplasma arthritidis no trato respiratório superior de ratos e bioteristas por cultivo e reação em cadeia da polimerase (PCR)
Palavras-chave em português
Animais de laboratório
Bioteristas
Isolamento
Mycoplasma pulmonis
Reação em cadeia da polimerase
Resumo em português
Mycoplasma pulmonis e Mycoplasma arthritidis são espécies frequentemente isoladas de animais de laboratório (ratos), causando prejuízos e alteração em resultados de pesquisa que utilizam tais animais. O Mycoplasma pulmonis coloniza principalmente o trato respiratório, nasofaringe e ouvido médio de murinos e causa micoplasmose respiratória murina (MRM). A principal via de transmissão é horizontal, o que facilita a disseminação deste agente para os demais ambientes do biotério e também para seus funcionários. O Mycoplasma arthritidis pode ser isolado da orofaringe destes animais, mas sua ocorrência natural é rara. Os micoplasmas geralmente são espécie-específicos embora algumas espécies possam ser encontradas em diferentes hospedeiros. O objetivo deste trabalho foi o isolamento Mycoplasma pulmonis e Mycoplasma arthritidis em ratos de laboratório e a detecção destas espécies por meio da PCR em ratos e funcionários de diferentes biotérios. Foram positivas para Mycoplasma pulmonis 144 (60%) amostras de lavado traqueal de ratos na cultura e 155 (64,58%) pela PCR espécie especifica. Mycoplasma arthritidis não foi isolado e detectado em nenhuma amostra analisada. M. pulmonis foi detectado em quatro (10%) amostras de funcionários que não mantinham contato direto com os ratos, sendo uma do biotério 1 e três do biotério 4. Dos bioteristas que mantinham contato direto, 24 (77,4%) foram negativos nas duas coletas, 4 (12,9%) foram positivos após o manejo dos animais, 2 (6,5%) foram positivos em ambas as coletas e 1 (3,2%) foi positivo somente antes da higienização das caixas. Estes resultados mostram que pessoas que trabalham em biotérios estão expostas a tal agente podendo servir como veículo de transmissão
Título em inglês
Detection of Mycoplasma pulmonis and Mycoplasma arthritidis in the upper respiratory tract of rats and technicians by culture and polymerase chain reaction (PCR)
Palavras-chave em inglês
Isolation
Laboratory animals
Mycoplasma pulmonis
Polymerase Chain Reaction
Technicians
Resumo em inglês
Mycoplasma pulmonis and Mycoplasma arthritidis are species usually isolated from laboratory rats, causing losses and modifying results of research that use such animals. Mycoplasma pulmonis inhabit primary the respiratory tract, nasopharynx, and middle ear of murines causing the murine respiratory mycoplasmosis (MRM). In general, aerosols perform the transmission, which allows the spreading of this agent to all facilities departments and to technicians. Mycoplasma arthritidis can be recovered from the oropharynx of these animals, but its occurrence is rare. Mycoplasmas usually exhibit a rather strict host and tissue specificity, probably reflecting their nutritionally exacting nature and obligate parasitic mode of life. However, there are numerous examples of the presence of mycoplasmas in hosts and tissue different from their normal habitats. The aim of this study was to recovery Mycoplasma pulmonis and Mycoplasma arthritidis from laboratory rats and detection of these species by PCR in rats and technicians from distinct facilities. 144 (60%) samples of tracheal washed of rats were positives in culture to Mycoplasma pulmonis and 155 (64,58%) by specific PCR. Mycoplasma arthritidis was nor isolated, neither detected in any samples. M. pulmonis was detected in four (10%) of the samples collected from the technicians who did not maintain direct contact with rats, being one sample from facility 1 and three samples from facility 3. Regarding to technicians who keep direct contact, 24 (77,4%) were negatives on the two collects, 4 (12,9%) were positives after manipulating animals, 2 (6,5%) were positives in both collects, before and after treatment of animals and 1 (3,2%) was positive before cleaning the boxes. These results showed that people who work in facilities are exposed to this agent and can become a revervoirs of infection
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2006-12-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.