• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Pedro Henrique Nogueira de Lima Filsner
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Moreno, Andrea Micke (Presidente)
Balian, Simone de Carvalho
Calderaro, Franco Ferraro
Knöbl, Terezinha
Menão, Marcia Cristina
Título em português
Caracterização de Salmonella enterica subespécie enterica sorovar Cholerasuis provenientes de suínos no Brasil
Palavras-chave em português
Salmonella Choleraesuis
AFLP
CIM
Resistência
Suínos
Resumo em português
Salmonella Choleraesuis é o agente causador de um quadro septicêmico em suínos que pode apresentar altas taxas de mortalidade nos animais infectados. No presente estudo foram avaliadas 93 estirpes de S. Choleraesuis provenientes de suínos com sinais clínicos de infecção. Foram avaliadas estirpes originadas de sete granjas localizadas nos Estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Minas Gerais obtidas durantes os anos de 2015, 2016 e 2017. As estirpes de Salmonella foram submetidas a reação em cadeia pela polimerase para confirmação do sorovar pela amplificação do gene fliC, em seguida foram caracterizadas quanto ao perfil de resistência a antimicrobianos e a caracterização genotípica pelo polimorfismo do comprimento de fragmentos amplificados (AFLP). A determinação do perfil de resistência a antimicrobianos revelou que as 93 estirpes foram resistentes a penicilina, doxiciclina, sulfadimetoxina, clindamicina, tilosina, tilmicosina e tiamulina, sendo, portanto, todas multirresistentes. Os antimicrobianos com menores taxas de resistência foram cefitiofur (0%), marbofloxacina (1,1%), neomicina (10,8%) e enrofloxacina (18,3%). As estirpes foram discriminadas em 17 perfis de resistência diferentes, o perfil mais frequente reuniu 39 estirpes (42%) resistentes a penicilina, ampicilina, doxiciclina, oxitetraciclina, florfenicol, sulfadimetoxina, gentamicina, tulatromicina, tilosina, tilmicosina, tiamulina e clindamicina. A análise das estirpes pelo AFLP indicou todas as 93 estirpes foram agrupadas em um único perfil com mais de 94% de similaridade. A partir dos dados obtidos é possível verificar que as estirpes de S. Choleraesuis isoladas de suínos apresentaram baixa variabilidade genética e alta frequência de resistência aos antimicrobianos mais usados em suinocultura.
Título em inglês
Characterization of Salmonella enterica subespécie enterica sorovar Cholerasuis isolated from pigs in Brazil
Palavras-chave em inglês
Salmonella Choleraesuis
AFLP
MIC
Resistance
Swine
Resumo em inglês
Salmonella Choleraesuis is the causative agent of septicemia in pigs and may present high mortality rates in infected animals. In the present study, 93 strains of S. choleraesuis from pigs with clinical signs of infection were evaluated. Strains from seven farms located in the states of São Paulo, Paraná, Santa Catarina and Minas Gerais obtained during the years 2015, 2016 and 2017 were evaluated. Salmonella strains were submitted to polymerase chain reaction for confirmation of serovar by amplification of the fliC gene were then characterized for antimicrobial resistance profile and genotype characterization by amplified fragment length polymorphism (AFLP). The determination of the antimicrobial resistance profile revealed that the 93 strains were resistant to penicillin, doxycycline, sulfadimethoxine, clindamycin, tylosin, tilmicosin and tiamulin, and were therefore multiresistant. The antimicrobials with the lowest resistance rates were cefitiofur (0%), marbofloxacin (1.1%), neomycin (10.8%) and enrofloxacin (18.3%). The strains were discriminated in 17 different resistance profiles, the most frequent profile consisted of 39 strains (42%) resistant to penicillin, ampicillin, doxycycline, oxytetracycline, florfenicol, sulfadimetoxin, gentamicin, tulathromycin, tylosin, tilmicosin, tiamulin and clindamycin. Analysis of the strains by AFLP indicated that all 93 strains were grouped into a single profile with more than 94% similarity. From the data obtained it is possible to verify that the strains of S. Choleraesuis isolated from pigs presented low genetic variability and high frequency of resistance to the antimicrobials most used in swine production systems.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.