• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2016.tde-16092015-093411
Documento
Autor
Nome completo
Marina Moreno
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Ferreira Neto, José Soares (Presidente)
Andrade, André Furugen Cesar de
Calderaro, Franco Ferraro
Knöbl, Terezinha
Oliveira, Luís Guilherme de
Título em português
Caracterização genotípica e fenotípica de cepas de Escherichia coli associadas à diarreia pós-desmame em suínos
Palavras-chave em português
Escherichia coli
Antimicrobianos
Diarreia
Pós-desmame
Resistência
Suínos
Resumo em português
A Escherichia coli é um dos principais agentes envolvidos na síndrome da diarreia pós-desmame em suínos, sendo a infecção de difícil controle devido à elevada capacidade deste agente em desenvolver e disseminar mecanismos de resistência aos antimicrobianos utilizados para o tratamento da doença. No presente estudo foi estabelecido o perfil de virulência de cepas de E. coli isoladas de 621 leitões com sintomas de diarreia na fase de creche (21 a 40 dias de vida), provenientes de 52 granjas de suínos no Brasil. Foram selecionadas 148 cepas de E. coli, positivas para fímbria F4 e /ou F18 e destas foi determinado o perfil de resistência à antimicrobianos por determinação da concentração inibitória mínima para os seguintes antimicrobianos: ampicilina, clindamicina, clortetraciclina, danofloxacina, enrofloxacina, florfenicol, gentamicina, neomicina, oxitetraciclina, sulfadimetoxina, espectinomicina, trimetoprima / sulfametoxazole, tiamulina, tilmicosina, tulatromicina, tilosina, ceftiofur e enrofloxacina. Dos 621 animais observados, 321 animais foram positivos para pelo menos um fator de virulência. Das cepas estudadas, todas as 148 foram resistentes a tilosina, clindamicina, tiamulina, tilmicosina e sulfadimetoxina. A frequência de cepas resistentes foi elevada também para o oxitetraciclina, clortetraciclina, danofloxacina, ampicilina e ao florfenicol. Considerando-se o fato de 100% das cepas terem apresentado resistência a mais de três classes de antimicrobianos pode-se concluir que todas as cepas de E.coli do presente estudo foram multirresistentes sendo frequente a resistência aos principais antimicrobianos utilizados na terapia da diarreia em leitões de creche
Título em inglês
Genotypic and phenotypic characterization of Escherichia coli strains associated with from post-weaning swine
Palavras-chave em inglês
Escherichia coli
Antimicrobials
Diarrhea
Post-weaning
Resistance
Swine
Resumo em inglês
Escherichia coli is one of the agents involved in the syndrome of post-weaning diarrhea in swine. The infection is difficult to control because of high ability of this agent to develop and spread antimicrobial resistance mechanisms against commonly used antibiotics. This study has as goal determine the virulence profile of E. coli strains isolated of 621 piglets with diarrhea symptoms in the nursery with 21-40 days of age, from 52 pig farms in Brazil. Of the isolated strains, we selected 148 strains of E. coli, positive for F4 fimbriae and / or F18 and these were tested for antimicrobial resistance for determining the minimum inhibitory concentration for the following antibiotics: ampicillin, clindamycin, chlortetracycline, danofloxacin, enrofloxacin, florfenicol, gentamicin, neomycin, oxytetracycline, sulfadimethoxin, spectinomycin, trimethoprim / sulfamethoxazole, tiamulin, tilmicosin, tulathromycin, tylosin, ceftiofur and enrofloxacin. Of the 621 observed animals 321 animals were positive for at least one virulence factor. Of the studied strains, all 148 were resistant to tylosin, clindamycin, tiamulin, tilmicosin and sulfadimethoxin. The frequency of resistant strains was also high for oxytetracycline, chlortetracycline, danofloxacin, ampicillin and florfenicol. Considering the fact that 100% of the strains have shown resistance to more than three classes of antimicrobials can be concluded that all E. coli strains in this study were multidrug-resistant and are frequent the resistance to the main antimicrobials used in therapy of diarrhea in nursery pigs
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Liberação
2018-03-14
Data de Publicação
2016-04-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.