• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2006.tde-06032007-115049
Documento
Autor
Nome completo
Vanessa Castro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Genovez, Margareth Elide (Presidente)
Azevedo, Sérgio Santos de
Vasconcellos, Silvio Arruda
Título em português
Estudo da soroprevalência da leptospirose bovina em fêmeas em idade reprodutiva no Estado de São Paulo, Brasil
Palavras-chave em português
bovinos (fêmeas)
fatores de risco
leptospirose
São Paulo (SP)
Resumo em português
O presente estudo teve como objetivo identificar a soroprevalência da leptospirose bovina no Estado de São Paulo, estratificado em sete regiões produtoras. Foram utilizados o delineamento estatístico, as amostras sorológicas e as informações contidas nos questionários empregados no Programa Nacional de Brucelose e Tuberculose (PNCEBT) instituído pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA, 2001), levando-se em consideração a utilização de fêmeas bovinas com idade igual ou superior a 24 meses, excluindo-se os machos, os diferentes tipos de produção, as práticas de manejo, as finalidades de reprodução, o tamanho dos rebanhos e o sistema de comercialização. Realizou-se a Soroaglutinação Microscópica (SAM) em 8.216 amostras sorológicas provenientes de 1021 propriedades. Os resultados da SAM foram confrontados com os possíveis fatores de risco e ocorrência de abortamentos. A infecção por Leptospira spp. está presente em todo o Estado de São Paulo, com soroprevalência de 49,4%, distribuída pelas sete regiões em que o estado foi sub-dividido, a prevalência por propriedade foi de 71,3% , a prevalência dos sorovares estabelecida por animal foi Hardjo (46%), associação dos sorovares Hardo e Wolffi (21%) , sorovares Shermani (8,9%), Autumnalis (4,46%) e Grippotyphosa (3,9%), a prevalência dos sorovares estabelecida por propriedade foi Hardjo (55,18%), associação dos sorovares Hardo e Wolffi (20,18%), sorovares Shermani (7,97%), Grippotyphosa (4,41%) e Autumnalis (3,17%). Denota-se que a distribuição da Leptospira sorovar Hardjo é praticamente homogênea em todas as regiões do estado de São Paulo e independente do tipo de exploração, manejo e das práticas de reprodução adotadas nos rebanhos. O tamanho do rebanho, a compra de animais, o compartilhamento de pastagem, a criação de ovinos e suínos e o uso de inseminação artificial foram apontados como fatores de risco em algumas regiões do estado, entretanto os fatores - tamanho de rebanho e uso de inseminação artificial- foram discutidos e devem considerados com cautela. A utilização de piquetes maternidade constituiu-se num fator de proteção contra a leptospirose e não houve correlação entre a ocorrência de abortamentos elacionados à infecção por qualquer sorovar de Leptospira spp., com exceção da região 3 onde este fator despontou significativamente.
Título em inglês
Seroprevalence of bovine leptospirosis among adult cows of reproductive age in State of São Paulo, Brazil
Palavras-chave em inglês
bovine (females)
leptospirosis
risk factors
São Paulo (SP)
Resumo em inglês
The objective of the present study was to determine the seroprevalence of bovine leptospirosis in São Paulo State, stratified in seven cattle production regions. It was based on the statistic delineation, the serological samples and the responses of the survey employed on National Program for Control and Eradication of Brucelosis and Tuberculosis established by Ministry of Agriculture (2001). From the herds selected it was serologically analyzed only the cows ≥ 24 months old, excluding the males. It was taking into consideration the herd size, the type of productive exploration, reproductive handling, bovine practices and the commercialization system. Microscopic Agglutination Test (MAT) was applied on 8,216 serum samples from 1,021 different farms. The MAT results were analyzed against the possible risk factors and reproductive disorders due to leptospire infection. It was evidenced that leptospire infection occurs all over the seven regions of São Paulo, with 49,4% animal seroprevalence and 71,3% herd seroprevalence. Serovar Hardjo (46,4%) was the prevalent considering all the animaIs examined, followed by Hardjo/Wolfti association (21%), Shermani (8,9%), Autumnalis (4,46%) and Grippotyphosa (3,9%). Herd seroprevalence was Hardjo (55,18%), Hardjo/Wolfti association (20,18%), Shermani (7,97%), Grippotyphosa (4,41 %) and Autumnalis (3,17%). Serovar Hardjo is present in all regions of the State of São Paulo and its occurrence is independent of the handling conditions and reproductive practices adopted in the herds. Herds with ≥.24 animaIs, introduction of new animaIs, contact or pasture shared with other animal species as ovine and swine and the use of artificial insemination were considered risk factors for leptospirosis infection. The existence of specific calving area in the farm was associated as a preventive measure for leptospirosis. In this study it was not observed correlation of any Leptospira spp. sorovars infection and serologic MAT status with the abortion; except in region 3, where it was significant.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
VanessaCastro.pdf (775.83 Kbytes)
Data de Publicação
2007-03-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.