• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Thaís Marques Granato
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Maiorka, Paulo César (Presidente)
Kamikawa, Lilian
Mesquita, Leonardo Pereira
Título em português
Correlação entre as imagens obtidas por Ressonância Magnética e os achados histopatológicos do sistema nervoso central de pequenos animais
Palavras-chave em português
Correlação
Patologia
Ressonância Magnética
Sistema nervoso central, Pequenos animais
Resumo em português
A avaliação histopatológica de uma lesão se baseia nas alterações microscópicas predominantes no tecido, e descreve a gravidade, cronicidade, distribuição, localização, e natureza da lesão. Entretanto, no campo da Neurologia, a obtenção de amostras para avaliação histopatológica de tecidos pode causar danos irreversíveis ao paciente, o que torna extremamente importante a utilização de exames menos invasivos, como os de imagem. A Ressonância Magnética (RM) é uma ferramenta diagnóstica bastante sensível para lesões neurológicas de uma forma geral, devido ao contraste que suas imagens fornecem aos tecidos moles. Todavia, os achados histopatológicos, que são a base para um diagnóstico definitivo, não podem ser observados diretamente pelas técnicas imaginológicas. Por se tratar de uma técnica de aplicação relativamente recente, ainda é escassa a literatura que correlaciona os achados imaginológicos com os histopatológicos de lesões neurológicas. Foram incluídos neste estudo 17 animais, entre cães e gatos, que foram a óbito com sinais neurológicos e que foram submetidos a um exame por RM antemortem. O sistema nervoso central (SNC) de todos os animais foi avaliado histologicamente, e de um deles, imunoistoquimicamente. Foram diagnosticadas doenças de múltiplas naturezas: vasculares, inflamatórias, traumáticas, neoplásicas e degenerativas; e seus achados imaginológicos foram correlacionados com a histopatologia. O presente estudo demonstrou que a técnica de RM pode ser utilizada como ferramenta diagnóstica antemortem de lesões no SNC de pequenos animais em ampla diversidade de acometimentos, demonstrando o potencial da RM de antecipar o diagnóstico de lesões no SNC, permitindo intervenções mais precoces e melhorando, dessa forma, o prognóstico desses animais.
Título em inglês
Correlation between Magnetic Resonance images and histopathological findings of the central nervous system of small animals
Palavras-chave em inglês
Central nervous system
Correlation
MRI
Pathology
Small animals
Resumo em inglês
The histopathological evaluation of a lesion is based on the predominant microscopic changes in the tissue, and describes the gravity, chronicity, distribution location and nature of the lesion. Nevertheless, in the field of Neurology, obtaining samples for the histopathological evaluation of tissues can cause permanent damage to the patient, making the usage of less invasive techniques, like imaging exams, extremely important. Magnetic Resonance Imaging (MRI) is a very sensitive diagnostic tool for neurological lesions in general, given the contrast between soft tissues it provides. Despite that, histopathological findings, which are the basis for a definitive diagnosis, cannot be directly seen in imaging exams. Because of its relatively recent application, literature on the correlation between imaging and histopathological findings is still scarce. In the present study, 17 animals, among dogs and cats, which died with neurological signals and were submitted to MRI examination antemortem, were included. The central nervous system (CNS) of all animals was evaluated histologically, and one of them, immunohistochemically. Diseases of multiple natures were diagnosed: vascular, inflammatory, traumatic, neoplastic and degenerative; and their imaging features were correlated to their histopathological findings. The present study demonstrated that MRI can be used as an antemortem diagnostic tool for CNS lesions in small animals, allowing prompt interventions and improving, therefore, the prognosis for these animals.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-06-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.