• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2014.tde-12122014-103538
Documento
Autor
Nome completo
Maria Izabel da Silva Mattos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Gorniak, Silvana Lima (Presidente)
Hueza, Isis Machado
Paulino, Célia Aparecida
Spinosa, Helenice de Souza
Tasaka, Ana Cristina
Título em português
Avaliação dos potenciais efeitos de toxicidade sub-aguda, teratogenicidade e imunotoxicidade da Cynara scolymus (alcachofra): estudo em ratos
Palavras-chave em português
Cynara scolymus
Imunotoxicologia
Teratologia
Resumo em português
A Cynara scolymus, popularmente conhecida como alcachofra, é uma planta hepatoprotetora com função colerética e colagoga. O extrato de C.scolymus foi recentemente liberado para a confecção de medicamentos fitoterápicos sem a necessidade de testes toxicológicos específicos, por ser uma planta utilizada há muito tempo e ter eficácia comprovada. Devido à falta de estudos sobre os efeitos dessa planta e por ela ser muito utilizada, o presente estudo visou avaliar os possíveis efeitos imunotóxicos, teratogênicos e de toxicidade geral do extrato seco da Cynara scolymus. O extrato seco da planta foi administrado a ratos Wistar adultos, machos e fêmeas, nas doses de 1, 2 e 4g/Kg, por gavagem, durante 28 dias, de acordo com o protocolo de testes de toxicidade da OECD Organization for Economic Co-operation and Development, para avaliação de toxicidade geral e imunotoxicidade. Foi avaliado o ganho de peso, consumo de alimento e água, os órgãos linfóides e a fenotipagem de suas células; a atividade de fagócitos, as respostas imunes humoral e celular e a atividade proliferativa de linfócitos também foram avaliados. No estudo da teratogenicidade, ratas prenhes receberam as mesmas doses do extrato seco de C.scolymus do 6° ao 19° dia de gestação. Avaliou-se o tamanho, peso, viabilidade e malformações externas dos fetos, bem como procedeu-se à análise óssea e visceral. O presente estudo revelou que o extrato de alcachofra não promoveu toxicidade geral nos ratos adultos tratados subagudamente; por outro lado, o extrato seco de C.scolymus promoveu aumento no peso relativo e celularidade do baço, aumento no peso relativo dos rins, diminuição na celularidade do timo e diminuição no DTH Delayed-type hypersensivity . Apesar disso a análise destes dados em conjunto não permite sugerir efeito imunotóxico dessa planta. O estudo da teratogenicidade mostrou que fêmeas gestantes tratadas com a C.scolymus apresentaram diminuição no ganho de peso; além disso, foi observada diminuição do peso uterino e fetal, menor comprimento fetal e queda do número de fetos vivos por ninhada. Assim, pode-se sugerir que embora a alcachofra não apresente toxicidade geral, nem efeito imunotóxico, não deve ser utilizado durante a gestação, tendo em vista que foi observada toxicidade fetal.
Título em inglês
Evaluation of potencial sub-acute toxicity, teratogenicity and immunotoxic effects of the Cynara scolymus (Artichoke): study in rats
Palavras-chave em inglês
Cynara scolymus
Immunotoxicology
Teratology
Resumo em inglês
Cynara scolymus, commonly known as artichoke, is popular used as hepatoprotectant, choleretic and colagogue agent. The C.scolymus extrat was recently approved by Brazilian regulatory agency, for production of phytotherapeutic drugs, without toxicological tests, because it has been considered both harmless and effective. Due to lack of toxicological studies and its widely usage, the aim of this study is evaluate the immune system and the teratogenic effects as well as the general toxicity of C. scolymus extracts. Therefore, the extract was administered to adult male and female Wistar rats by gavage at 1, 2 and 4g/Kg doses for 28 days, according to the OECD (Organization for Economic Co-operation and Development) protocols. Body weight gain, food and water consumption, lymphoid organs and their cell phenotype were evaluated as well as the phagocyte analysis, humoural and cellular immune responses, and lymphocyte proliferation. In teratogenic study, pregnant rats received the same doses of C.scolymus extract from the 6th to the 19th gestational day. Fetuses size, weight, viability and external malformations were evaluated and subjected to bone and visceral analysis. The present study showed that C. scolymus extracts did not promote sub-acute toxicity in adult rats; however, the relative spleen weight and it cellularity were increased just as the kidney weight, but the thymus cellularity and DTH (Delayed-type hypersensivity) decreased. None of those results represent immunotoxic effect. The teratogenic study showed a decrease of body weight gain, uterus weight, fetal weight and number of fetuses, in practically all doses of the extract. Thus, these results showed that the C. scolymus extract is not toxic or immunotoxic but should not be used in pregnancy, due to fetal toxicity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-02-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.