• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2007.tde-21052007-125151
Documento
Autor
Nome completo
Fabiana Santos Matsumoto
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Miglino, Maria Angélica (Presidente)
Ambrosio, Carlos Eduardo
Silva, Tatiana Jazedje da Costa
Título em português
Caracterização das proteínas do saco vitelínico de embriões bovinos Bos indicus
Palavras-chave em português
Western Blot
Alfa-1 antitripsina
Alfafetoproteina
Proteínas
Saco Vitelínico
Transferrina
Resumo em português
O saco vitelínico é uma das membranas embrionárias que desempenham um papel importante para a sobrevivência inicial do embrião em muitas espécies de mamíferos, além de produzir proteínas necessárias para o desenvolvimento do mesmo. Foram coletados 17 embriões bovinos, em diferentes períodos gestacionais afim de identificar as proteínas alfafetoproteína, alfa- 1 antitripsina e transferrina, presentes no saco vitelínico destes,para tanto realizou-se a técnica de Western Blot com eletroforese em gel de poliacrilamida, SDS-PAGE a 6%. Os géis, após a corrida, foram corados com Comassie blue, e as membranas de nitrocelulose, após a transferência, com Ponceau. Utilizaram-se os anticorpos monoclonal para alfafetoproteína anti-camundongo, monoclonal, receptpr de transferrin anti-camundongo IgG1, e policlonal para alfa- 1 antitripsina anti-coelho como anticorpos primário e conjugado para peroxidase e fosfatase como secundários. A revelação foi do tipo colorimétrica-fosfatase alcalina e por ECL. O saco vitelínico apresentou-se bem desenvolvido até os 50 dias de gestação, onde, a partir desse período o processo de involução está bem caracterizado Em algumas amostras do saco vitelínico detectamos a presença da alfafetoproteina, alfa-1 antitripsina e da transferrina, porém em algumas amostras as bandas estavam fracas, mostrando assim, que os anticorpos reagem com as proteínas bovinas. O fato de aparecerem bandas fracas pode estar relacionado a uma fraca reação cruzada por se tratar de um anticorpo não específico.
Título em inglês
Characterization of the yolk sac proteins of the Bos indicus bovine embryos
Palavras-chave em inglês
Western Blot
Alfa 1- antitrypsin
Alfafetoprotein
Proteins
Transferrin
Yolk sac
Resumo em inglês
In many species of mammals, the yolk sac is one of the embrionary membranes that plays an important role in the embryo´s initial survival, as well as, in the manufacturing of the necessary proteins for its development. In order to identify the proteins: alfafetoprotein, alfa 1 - antitrypsin, and transferrin present in the cow´s embryo´s yolk sac, 17 bovine embryos were collected in different pregnancy periods. This procedure was performed by Western Blot Technique with a polyacrylamide gel electrophoresis, SDS-PAGE, at 6%. Gels following the electrophoresis, where tainted with Comassie blue, and the membranes of Nitrocellulose, following their transference (the proteins that were present in the gel go to the membrane), with Ponceau. Monoclonal Antibody mouse anti human α-fetoprotein, alphafetoprotein mouse monoclonal antibody, transferrin receptor mouse IgG1, and rabbit polyclonal to alpha 1 antitrypsin were used as primary antibodies, and Peroxidase labelled antimouse e Peroxidase labelled antirabbit e anti-mouse IgG- Alkaline Fosfatase as secundary ones. The membrane´s revelation was of the alcaline fosfatase colormetric type and by ECL. The yolk sac was presented well developed until the 50 days of gestation, where to break of this period the involution process well it is characterized. In some of the yolk sac samples we detected the presence of alfafetoprotein, alfa 1- antitrypsin, and transferrin, however, the bands in some specimens (samples) were weak, demonstrating that the antibodies react with the bovine proteins. The fact that weak bands appeared might be related to a weak cross reaction since we are dealing with a non specific antibody.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-05-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.