• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2003.tde-17012005-163326
Documento
Autor
Nome completo
Ana Paula Mantovani
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2003
Orientador
Banca examinadora
Gacek, Francisco (Presidente)
Baruselli, Pietro Sampaio
Buratini Júnior, José
Título em português
Utilização prolongada de dispositivo intravaginal contendo progesterona (CIDR®) para indução de folículos persistentes em receptoras de embrião bovino
Palavras-chave em português
Corpo lúteo
Folículo dominante
Progesterona
Resumo em português
Em programas de transferência de embriões, as perdas embrionárias após a inovulação têm sido relacionadas com uma capacidade reduzida do corpo lúteo (CL) em secretar progesterona (P4), uma vez que este hormônio prepara o endométrio para a implantação e a manutenção da prenhez. Assim, o objetivo deste trabalho foi estudar a eficácia da utilização de dispositivo intravaginal contendo progesterona (CIDR®) por 14 dias em receptoras de embrião, para a indução de folículos persistentes e formação de CLs maiores do que aqueles formados com a utilização de CIDR® por 8 dias. Duzentas e setenta e oito novilhas Bos taurus x Bos indicus foram divididas em 4 grupos. As receptoras do Grupo 1 (G1, n = 70) receberam 2,0 mg de BE + 50 mg de P4 por via intramuscular (IM) no dia da colocação do CIDR® (D0), oito dias depois (D8), o dispositivo foi retirado e foi aplicado um análogo da prostaglandina F2 alfa (PGF2 alfa - 0,53 mg de Cloprostenol Sódico) IM pela manhã. No D9, foi aplicado 0,5 mg de BE IM e o D17 foi o dia da inovulação. Os animais do Grupo 2 (G2, n = 71) receberam 2,0 mg de BE + 50 mg de P4 no dia da colocação do CIDR® (D0), todavia, esses animais receberam 2 aplicações de PGF2 alfa, uma no início do tratamento e outra 5 dias depois. Nestes animais, o CIDR® foi mantido por 14 dias; assim, no D15 foi aplicado 0,5 mg de BE e o dia da inovulação, foi o D23. No Grupo 3 (G3, n = 67), o tratamento foi semelhante ao do G2, no entanto a PGF2 alfa foi aplicada uma única vez, 5 dias após o início do tratamento. No Grupo 4 (G4, n = 70), o tratamento foi semelhante ao do G2, tendo os animais recebido 2 aplicações de PGF2 alfa, uma no dia da colocação do CIDR® e outra no dia da retirada. A avaliação ultrassonográfica dos ovários foi realizada um dia após a retirada do CIDR® e no dia da inovulação, quando foram colhidas amostras de sangue para dosagem de P4. O diâmetro médio do folículo dominante (FD) foi maior nos grupos G2, G3 e G4 quando comparado com o grupo G1. A área do CL, a concentração plasmática de P4 e a taxa de aproveitamento foram maiores nos grupos G2 e G3 que no grupo G1, enquanto o grupo G4 não diferiu estatisticamente dos demais. A taxa de concepção nos grupos G2 e G3 foi inferior àquela do grupo G1, mas não diferiu entre o grupo G4 e os demais. A taxa de prenhez não apresentou diferença estatística entre os grupos. Esses resultados sugerem que a utilização de CIDR® por tempo prolongado, quando associada à aplicação de PGF2 alfa no início do tratamento, é eficaz na formação de folículos persistentes, que resultam em CLs aumentados e com maior capacidade de secretar P4 . No entanto, ao contrário do esperado, a taxa de concepção foi reduzida nos grupos em que o tratamento visava a formação de folículos persistentes.
Título em inglês
Prolonged use of a progesterone-releasing intravaginal device (CIDR®) on the induction of persistent follicles in bovine embryo recipients
Palavras-chave em inglês
Corpus luteum
Dominant follicle
Progesterone
Resumo em inglês
Embryo losses in cattle embryo transfer programs have been related to a corpus luteum (CL) inability to secrete progesterone (P4), necessary to endometrial preparation for embryo implantation and pregnancy maintenance. Thus the objective of this experiment was to evaluate the efficacy of a treatment with progesterone-releasing intravaginal devices (CIDR®) for a period of 14 days in order to induce the formation of a persistent follicle and a CL of larger diameter than the ones produced during the conventional 8 days CIDR® treatment. Two hundred seventy-eight cross-bred Bos taurus x Bos indicus heifers were randomly allocated in four groups. Heifers in Group 1 (G1, n = 70) received 2.0 mg estradiol benzoate (EB) + 50 mg of P4 at the moment of CIDR® insertion (D0), a 0.53 mg injection of cloprostenol (PGF2 alfa analogous) at the time of CIDR® removal (D8) and 0.5 mg EB on D9. On D17 animals received a frozen/thawed embryo by direct transfer. Heifers in Group 2 (G2, n = 71) received a CIDR® device combined with 2.0 mg of EB + 50 mg of P4 (D0). Animals of this group received 2 injections of PGF2 alfa, one on D0 and the other on D5. The CIDR® was removed on D14. A 0.5 mg injection of EB was administered on D15. The treatment in Group 3 (G3, n = 67) was similar to G2, except by the fact that a single injection of PGF2 alfa was administered on D5. Treatment performed on animals of Group 4 was similar to the one performed on G2. However, animals of this group received two injections of PGF2 alfa, one at the time of CIDR® insertion and the other at the moment of it?s removal. Ovarian ultrasonography was performed on the day after CIDR® removal and at the day of embryo transfer. Blood samples for P4 analysis were also collected on the day of embryo transfer. Mean diameter of the dominant follicle was larger in heifers in G2, G3 and G4 when compared to G1. The CL area, plasma progesterone concentrations and recipient selection rate was greater in G2 and G3 than in G1, but G4 was not different of the other groups. Conception rates were lower in G2 and G3 when compared to G1. No differences between groups were found regarding to the pregnancy rates. These results suggest that a CIDR® long-term treatment, when associated with PGF2 alfa in the beggining of the treatment is efficient to stimulate the formation of a persistent follicle, resulting in a larger CL which provides higher P4 concentration. However, the induction of a persistent follicle had a negative effect on the conception rates which was not expected.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Mantovani.pdf (973.86 Kbytes)
Data de Publicação
2007-05-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.