• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2015.tde-15122015-093720
Documento
Autor
Nome completo
Emiliana de Oliveira Santana Batista
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Baruselli, Pietro Sampaio (Presidente)
Binelli, Mario
Bo, Gabriel Amilcar
Chiaratti, Marcos Roberto
Papa, Paula de Carvalho
Título em português
Resposta ovariana, endócrina e molecular de novilhas taurinas e zebuínas submetidas a diferentes níveis nutricionais de ingestão de matéria seca
Palavras-chave em português
Bos indicus
Bos taurus
Fígado
Metabolismo
Progesterona
Resumo em português
O objetivo deste estudo foi avaliar a dinâmica folicular ovariana, a concentração circulante de progesterona (P4) e a expressão hepática de genes (AKR1C4, AKR1D1, CYP3A4, CYP2C19, SRD5A1, SRD5A3) relacionados ao metabolismo de P4 durante protocolo de sincronização para IATF em novilhas Nelore (n = 16) e Holandesas (n = 16) submetidas a alto (ACMS) e baixo (BCMS) consumo de matéria seca/energia de acordo com o (NRC, 2001). O experimento foi realizado em arranjo fatorial 2 x 2 e delineamento cross-over. A dieta experimental foi fornecida por um período de 34 dias. Os animais foram pré-sincronizados com duas aplicações de cloprostenol sódico (500 µg,i.m. PGF2α, Sincrocio®, Ourofino Agronegócio), com intervalo de 12 dias (D -24 e D-12). Duas doses adicionais de PGF2α (18 e 12 h) foram administradas antes da inserção do dispositivo (D0). No D0, os animais receberam um dispositivo intravaginal de P4 (CIDR®, Zoetis, Brasil), 2 mg i.m. de benzoato de estradiol (BE, Sincrodiol®, Ourofino Agronegócio) e mais uma dose de PGF2α. Após 8 dias, o dispositivo de P4 foi retirado e 24 h após foi administrado i.m. 1 mg de BE. Foram realizados exames ultrassonográficos a cada 24h durante o período de permanência do dispositivo de P4, a cada 12h da retirada do dispositivo até a ovulação, e no D14 e D17 para mensurar o volume do corpo lúteo (CL). Foram realizadas coletas de sangue diárias do D0 ao D10. Uma única réplica foi realizada para biópsia hepática, que foi feita 48 h após a inserção de dispositivo de P4 (D2). Para os dados de dinâmica folicular e concentrações hormonais, os resultados foram analisados pelo PROC MIXED, e para os dados de expressão gênica pelo PROC GLIMMIX do SAS 9.3, e apresentados como média ± EPM. O número de folículos recrutados foi maior em novilhas Nelore que Holandesas (42,1 ± 3,4 vs. 23,5 ± 3,3, P < 0,001). Entretanto, não se verificou efeito da dieta no número de folículos recrutados (ACMS = 33,7 ± 3,3 vs. BCMS = 31,9 ± 3,3; P = 0,62). O diâmetro máximo do folículo dominante (mm) foi maior em novilhas Holandesas que novilhas Nelore (14,5 ± 0,4 vs. 13,0 ± 0,4, P = 0,009); e em animais com ACMS, que com BCMS (14,8 ± 0,4 vs. 12,7 ± 0,4; P = 0,0004). Ainda, novilhas Holandesas apresentaram maior volume do CL (mm3) que novilhas Nelore (6195 ± 427 vs. 3507 ± 461; P < 0,0001). Novilhas submetidas à BCMS apresentaram maior concentração plasmática de P4 ao longo do protocolo que novilhas submetidas à ACMS (P < 0,05), sendo isto mais evidente em novilhas Nelore (raça * dieta, P = 0,05). Novilhas Holandesas tiveram maior expressão de mRNA para SRD5A1, AKR1C4 e AKR1D1 (P < 0,05), que novilhas Nelore. Entretanto, a expressão de mRNA para CYP3A4 foi maior em novilhas Nelore que Holandesas (P < 0,0001). A expressão de mRNA para AKR1D1 foi maior em novilhas submetidas à ACMS comparada à BCMS (P = 0,004), e a expressão de mRNA para AKR1C4 foi maior em novilhas sob BCMS comparada à ACMS (P = 0,01). Os dados são indicativos de que pode existir característica inerente à raça e à dieta quanto à metabolização de P4, resposta folicular e modulação na expressão de genes envolvidos com a metabolização de P4 em fêmeas bovinas submetidas ao protocolo de sincronização da ovulação com dispositivo intravaginal de P4.
Título em inglês
Ovarian, endocrine and molecular responses in taurus and zebu heifers submitted to different levels of dry matter intake
Palavras-chave em inglês
Bos indicus
Bos taurus
Liver
Metabolism
Progesterone
Resumo em inglês
The objective of this study was to evaluate the circulating progesterone (P4) concentration, ovarian follicular dynamics, and liver-gene expression of genes (CYP2C19, CYP3A4, SRD5A1, SRD5A3, AKR1C4, AKR1D1) associated to P4 metabolism in Nelore (n = 16) and Holstein (n = 16) heifers, kept in high (HDM) or low (LDM) dry matter intake according NRC (2001) during a timed AI protocol. The experiment was performed in a cross-over factorial 2 x 2 design. The experimental diet was fed for a period of 34 days. Heifers were presynchronized with two prostaglandin treatments (500 µg,i.m. PGF2α, Sincrocio®, Ourofino Agronegócio) given 12 days apart (D-14 e D-12). Two further PGF2α treatments were also performed 18 and 12 h before device insertion (D0). At the beginning of the synchronization protocol (D0), all heifers received an intravaginal P4 device (CIDR®, Zoetis, Brazil), 2 mg i.m. of estradiol benzoate (BE, Sincrodiol®, Ourofino Agronegócio) and a PGF2α treatment. Eight days later, the P4 device was removed and 1 mg of BE was applied i.m. 24h later. Ultrasound exams took place at every 24h throughout the P4 device insertion period, at 12h intervals from device removal to ovulation, and again on D14 and D17 to measure corpus luteum (CL) volume. Daily blood sampling was performed from D0 to D10. A single liver biopsy was done 48 h after P4 device insertion (D2). The PROC MIXED procedure was used to analyze data from follicular dynamics and hormonal profiles, and gene expression records were analyzed by the PROC GLIMMIX of SAS 9.3. Results are presented as mean ± SEM. The number of recruited follicles was greater in Nelore than in Holstein heifers (42.1 ± 3.4 vs. 23.5 ± 3.3, P < 0.001). The diameter of the dominant follicle (mm) was greater in Holstein than in Nelore heifers (14.5 ± 0.4 vs. 13.0 ± 0.4, P = 0.009) and also for HDM heifers than for LDM (14.8 ± 0.4 vs. 12.7 ± 0.4; P = 0.0004). In addition, Holstein heifers had greater CL volume (mm3) than Nelore (6195 ± 427 vs. 3507 ± 461; P < 0.0001). Heifers submitted to BCMS have greater concentrations of P4 during the protocol that heifers submitted to ACMS (P < 0.05), and this is most evident in Nelore heifers (breed * diet, P < 0,05). Holstein heifers had greater mRNA expression of SRD5A1, AKR1C4 and AKR1D1 (P < 0.05) than Nelore heifers. The mRNA expression of the gene CYP3A4 was greater though in Nelore compared Holsteins (P < 0.0001). Furthermore, the mRNA expression of AKR1D1 was greater in heifers on HDM than in LDM (P = 0.004). In contrast, the mRNA expression of AKR1C4 was more expressed in heifers on LDM compared to HDM (P = 0.01). In conclusion, these results suggest that both cattle breed as well as level of dry matter intake can alter P4 metabolism, follicular dynamics and gene expression in heifers supplemented with exogenous P4 during synchronization programs.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-12-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.