• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2003.tde-03062004-120515
Documento
Autor
Nome completo
Marcelo Américo de Almeida
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2003
Orientador
Banca examinadora
Ferrari, Silvia (Presidente)
Barnabe, Valquiria Hyppolito
Silva, Jean Carlos Ramos da
Título em português
Influências dos Sistemas Artificial e Natural de Incubação e criação de emas (Rhea americana) nos índices produtivos de criadouros do Estado de São Paulo.
Palavras-chave em português
cativeiro
criação
emas
incubação
reprodução
Resumo em português
Nos últimos anos, vem crescendo consideravelmente a criação de animais silvestres no Brasil, com a finalidade de se evitar o desaparecimento de espécies ameaçadas de extinção e a de produção comercial. A ema (Rhea americana) destaca-se devido ao seu alto potencial reprodutivo e produtos de excelente qualidade, muito procurados no mercado mundial, como; carne, couro, pluma e gordura. Existem dois sistemas de incubação de ovos e criação de filhotes até os 90 dias de idade, o artificial e o natural. O sistema artificial consiste em retirar diariamente os ovos dos piquetes de reprodução e incubá-los em máquinas incubadouras. Após o nascimento, os filhotes são criados em recintos e tratados por pessoas treinadas para esta função. O sistema natural permite que o macho choque os ovos no seu próprio ninho e depois da eclosão, ele e os seus filhotes vão para outro recinto, onde o pai cria-os. Diante destes dois sistemas, foram analisadas as suas influências nos índices produtivos mais significativos para a espécie. Os sistemas de incubação e criação não influenciaram a porcentagem de ovos férteis e a de ovos contaminados e nem o peso dos filhotes no nascimento. Por outro lado, o sistema natural apresentou melhores índices nas porcentagens de ovos eclodidos e de filhotes vivos até os 90 dias de idade, e o sistema artificial promoveu maiores porcentagens de ovos com morte embrionária, de filhotes natimortos e que vieram à óbito devido à retenção de saco vitelino, rotação tíbio-társica e paralisia gástrica, e também, influenciou no maior peso dos filhotes aos 90 dias de idade e no maior ganho de peso diário dos filhotes até os 90 dias de idade.
Título em inglês
Influences of artificial and natural incubation and breeding management systems on the productive traits of São Paulo State greater rhea (Rhea americana) breeders.
Palavras-chave em inglês
breeding
captivity
incubation
reproduction
Rhea
Resumo em inglês
During the past years, in order to avoid the extinction of endangered species and also for commercial purposes there was a considerable increase on the number of wild animals breeders. Due to its high reproductive potential and superior quality of products, the greater rhea (Rhea americana) is of prominence importance. Products such as rhea meat, leather, feather and fat are of great acceptance all over the world. There are two systems of eggs incubation and breeding of chicks till they are 90 days old, the artificial and the natural. The artificial system consists in withdrawing the eggs of the reproduction farmyards every day and keep them in incubation machines. After the eggs outbreak, the chicks are raised in sites and treated by persons trained particularly for this function. The natural system consists of allowing the male to incubate the eggs on its own nest and also to raise the chicks after they born. The influences of both systems were evaluated taking into account the most significant productive traits of this specie. No effect of the systems of incubation and breeding was observed in the percentage of fertile eggs, contaminated eggs and weight of the chicks when they are born. The natural system showed better results when evaluating the percentage of outbreaked eggs and survival of the chicks till 90 days old. On the other hand, the artificial system showed higher percentages of embryonic death, born death chicks and chicks that died due to yolk sac retention, tibio tarsic rotation and gastric paralysis, and chicks raised through the artificial system were heavier when they were 90 days old and showed higher daily weight gain till 90 days old.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
marceloalmeida.pdf (701.17 Kbytes)
Data de Publicação
2004-07-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.