• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Thèse de Habilitation à Diriger des Recherches
DOI
Document
Auteur
Nom complet
Paulo Sergio Scarazzato
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2018
Jury
Kowaltowski, Doris Catharine Cornelie Knatz (Président)
Camargo, Monica Junqueira de
Faria, João Roberto Gomes de
Franieck, Rosana Maria Caram
Gonçalves, Joana Carla Soares
Titre en portugais
Questões de luz na formação do arquiteto.
Mots-clés en portugais
Arquitetura
Ensino
Iluminação
Luz
Resumé en portugais
Que questões de luz têm fascinado arquitetos desde a antiguidade aos nossos dias, o atestam muitos edifícios nos quais as soluções de iluminação denotam sensibilidade e engenhosidade. A que se deve isso? Pura intuição, ou sólida formação no trato da matéria? Esta pesquisa buscou uma resposta a esta questão e concluiu que não há registros, nos períodos mais distantes no tempo, que indiquem sobre como se dava a formação do arquiteto relativamente a questões de iluminação, mas sim indícios de que o ofício naquela época exigia erudição, tal como ocorre hoje, e aí pode estar uma importante pista. Com relação ao tempo presente, constatou que a iluminação nem sempre é abordada em cursos de graduação em arquitetura, ou é apresentada aos alunos somente como um fenômeno físico, sem vínculo com o projeto, e sem levar em conta que a luz, para a arquitetura, é uma realidade tridimensional, assim como o próprio espaço arquitetônico. Face a esta realidade, nota-se a ausência de discussões sobre o ensino da iluminação em fóruns sobre ensino de arquitetura. Esta tese defende a hipótese de que o ateliê deve ser o locus por excelência para a prática do ensino da iluminação, justamente pela compreensão da tridimensionalidade da luz, já mencionada. Para demonstrar a validade desta asserção, ela se pautou na própria história da arquitetura e de seu ensino, bem como nos ensinamentos de proeminentes lighting designers e arquitetos. Ela também buscou evidências, em outras áreas do conhecimento, de que a luz é essencial à vida humana, para além de abordagens de ordem biológica, apenas. Todas essas considerações tornaram possível a criação e o desenvolvimento de uma proposta didática, aqui apresentada. relativamente a questões de iluminação na formação do arquiteto. O entusiástico engajamento dos alunos nas atividades de ateliê e a qualidade dos exercícios desenvolvidos em conformidade com a didática referida, corroboram a hipótese formulada. Ao promover desta maneira a sensibilização do corpo discente para as questões de luz e lhes apresentar os meios para sua inclusão no processo de projeto, a didática proposta também contribui para estimular e refinar a intuição, igualmente imprescindível à prática do projeto.
Titre en anglais
Questions of light on architect's education.
Mots-clés en anglais
Architecture
Education
Lighitng
Light
Resumé en anglais
Questions of lighting have fascinated architects from antiquity to nowadays attesting many buildings in which lighting solutions show sensitivity and ingenuity. What is the reason? Intuition itself or solid education in dealing with the matter? This research sought an answer to this question and concluded that there are no records, in the most distant periods in time, that approach the architect's education in subjects related to lighting, but rather evidences that the profession at that time demanded erudition, like today, and this is an important clue. Regarding nowadays, it found that lighting neither figures in architecture undergraduate courses or is presented to students as a physical phenomenon only, with no link to design and without considering that light, for architecture, is a three-dimensional reality, just as is the architectural space itself. Faced with this reality, in forums dealing with the teaching of architecture, one notes a gap related to lighting teaching discussions. This thesis defends the hypothesis that studio should be the locus par excellence for the practice of such a teaching, precisely because of the understanding of three-dimensionality of light, already mentioned. To validate this assertion, it sought references in the history of architecture and its teaching, and thoughts of prominent lighting designers and architects. It also searched pieces of evidence, in other areas of knowledge, that light is essential for human life, beyond just biological approachs. All these considerations allowed the creation and improvement of a didactic proposal related to architects lighting education, here presented. The enthusiastic participation of the students in studio activities and the quality of the developed exercises according to the referred didactics corroborate the formulated hypothesis. Promoting by this way the student awareness about questions of lighting and presenting them the means to include it in the design process also helps to stimulate and refine their intuition, which is equally essential to design practice.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2019-11-04
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2020. Tous droits réservés.