• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Kiba Jamila Miguel Comiche
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Kirchgatter, Karin (Presidente)
Duarte, Ana Maria Ribeiro de Castro
Raso, Tânia de Freitas
Romano, Camila Malta
Título em português
Malária aviária: desenvolvimento eritrocítico de parasitas através de infecção experimental, identificação e classificação de novas espécies de hemosporídeos
Palavras-chave em português
Aves
Infecção experimental animal
Malária
Plasmodium
Resumo em português
A taxonomia dos agentes etiológicos da malária aviária é bastante controversa e a grande maioria dos estudos se baseia apenas na identificação morfológica. Embora estudos recentes utilizando técnicas de biologia molecular tenham gerado sequências no GenBank, muitas delas foram diagnosticadas somente ao nível do gênero. A correta identificação destes parasitas é essencial para melhor entendimento da interação hospedeiro-parasita. Assim, a combinação da microscopia com métodos moleculares, e em alguns casos a realização de infeções experimentais, contribuem para a obtenção de informações sobre as características do parasita bem como permitem analisar coinfecções em aves por diferentes espécies de hemosporídeos. O presente trabalho visou identificar as espécies das linhagens de Plasmodium detectadas em aves amostradas na Fundação Parque Zoológicas de São Paulo (FPZSP) em um estudo anterior, através de um modelo experimental para o desenvolvimento eritrocítico de parasitas da malária. Paralelamente, buscou identificar hemosporídeos (Plasmodium, Haemoproteus e Leucocytozoon) em aves de vida livre da região Neotropical. Para a primeira proposta, 15 pintinhos naives foram inoculados com uma mistura de solução de citrato de sódio e sangue coletado de 8 aves da FPZSP. A cada 4 dias durante 35 dias, as aves inoculadas foram testadas para verificar a parasitemia através de esfregaços sanguíneos, onde constatou-se a presença de trofozoítos no 4° dia pós inoculação (dpi) nas aves inoculadas com sangue de Pavo muticus (pavão-verde). Porém, ao longo do período do experimento a parasitemia não aumentou. Não foram verificadas formas evolutivas dos parasitas e as poucas formas que existiam desapareceram. Ao fim de 35 dpi foram efetuados testes moleculares, porém as aves inicialmente positivas apresentaram resultados negativos, o que se acredita tratar de uma infecção abortiva. Em relação às aves de vida livre, foram testadas 531 amostras de sangue para a identificação de hemosporídeos em comunidades de aves da região Neotropical. Dessas, 72 foram positivas para hemosporídeos. As amostras positivas foram sequenciadas tendo-se obtido 42 diferentes linhagens de cytb, sendo 12 Haemoproteus, 25 Plasmodium e 5 Leucocytozoon. Algumas das linhagens encontradas no presente trabalho já foram descritas no Brasil e em outros países, mas 18 linhagens são novas descrições. Entretanto, as baixas parasitemias encontradas nas lâminas positivas impossibilitaram a descrição de novas espécies. Os resultados obtidos no presente estudo reforçam a necessidade do estabelecimento de um modelo para identificação de espécies de linhagens, assim como a importância da combinação microscopia/PCR/sequenciamento para a correta identificação de parasitas. Essas abordagens são essenciais para o conhecimento da biodiversidade e história evolutiva dos hemosporídeos, principalmente na região Neotropical.
Título em inglês
Avian malaria: erythrocytic development of parasites through experimental infection, identification and classification of new species of haemosporidian parasites
Palavras-chave em inglês
Animal experimental infection
Birds
Malaria
Plasmodium
Resumo em inglês
The taxonomy of avian malaria etiological agents is quite controversial, and most studies are based only on morphological identification. Although recent studies using molecular biology techniques have generated sequences in GenBank, many of them have been diagnosed only at the genus level. Correct identification of these parasites is essential for a better understanding of host-parasite interaction. Thus, the combination of microscopy with molecular methods, and in some cases the realization of experimental infections, contribute to obtain information on the parasite characteristics as well as to analyze different species of hemosporidian parasites in coinfections. The present work aimed to identify the species of Plasmodium lineages widely detected in birds sampled at the São Paulo Zoological Park Foundation (FPZSP) in a previous study, through an experimental model for the erythrocytic development of malaria parasites. At the same time, it sought to identify hemosporidian parasites (Plasmodium, Haemoproteus and Leucocytozoon) in free-living birds of the Neotropical region. For the first proposal, 15 naive chicks were inoculated with a mixture of sodium citrate solution and blood collected from 8 FPZSP birds. Every 4 days for 35 days, the inoculated birds were tested for parasitemia by thin blood smears, where trophozoites were found on the 4th post-inoculation day (dpi) in birds inoculated with Pavo muticus (green peafowl) blood. However, over the period of the experiment, parasitemia did not increase. No evolutionary forms of the parasites were verified and the few forms that existed disappeared. After 35 dpi, molecular tests were performed, but initially positive birds showed negative results, which is believed to be an abortive infection. Regarding free-living birds, 531 blood samples were tested for identification of hemosporidian parasites in Neotropical bird communities. Of these, 72 were positive and 42 different lineages of cytb were obtained: 12 Haemoproteus, 25 Plasmodium and 5 Leucocytozoon. Some of the lineages have already been described in Brazil and other countries, but 18 are new descriptions. However, the low parasitemias found in the positive slides made it impossible to describe new species. The results obtained in the present study reinforce the need to establish a model for the identification species, as well as the importance of the microscopy/PCR/sequencing combination for the correct identification of parasites. These approaches are essential for knowledge of the biodiversity and evolutionary history of hemosporidian parasites, especially in the Neotropical region.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-09-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.