• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.98.2019.tde-27072020-110331
Documento
Autor
Nombre completo
Mário Barbosa Guedes Nunes
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2019
Director
Tribunal
Moreira, Dalmo Antonio Ribeiro (Presidente)
Feres, Fausto
Figueiredo, Marcio Jansen de Oliveira
Samesima, Nelson
Título en portugués
Desnível do segmento ST ao eletrocardiograma intracoronário como preditor de infarto periprocedimento na intervenção coronária percutânea em doença arterial coronária estável
Palabras clave en portugués
Avaliação de Risco
Doença da Artéria Coronariana
Eletrocardiografia
Infarto do Miocárdio
Intervenção Coronária Percutânea
Resumen en portugués
INTRODUÇÃO: Apesar do avanço nos materiais e técnicas, o infarto periprocedimento ainda é uma complicação frequente da intervenção coronária percutânea (ICP). Alterações do segmento ST em um registro eletrocardiográfico intracoronário (ECG-IC) durante a ICP, estão associadas a elevação de marcadores de injúria miocárdica após o procedimento. No entanto, não se conhece relação entre desnível do segmento ST intracoronário e a ocorrência de infarto periprocedimento. O objetivo desta pesquisa é investigar associação entre a ocorrência de desnivelamento do segmento ST ao ECG-IC durante a ICP e a ocorrência de infarto periprocedimento. MÉTODOS: Foram incluídos pacientes consecutivos, portadores de doença arterial coronária (DAC) estável, com indicação de ICP. Durante o procedimento, foram obtidos registros eletrocardiográficos intracoronários. A partir desses traçados, avaliamos correlação entre desnivelamento do segmento ST durante o procedimento e incidência de infarto periprocedimento. RESULTADOS: Foram incluídos 53 pacientes. Apenas um caso de infarto periprocedimento foi registrado. Não houve diferença significativa na incidência de elevação de troponina entre pacientes com desnível do ST intracoronário e aqueles com ST isoelétrico durante a ICP (59,4% vs. 52,4%, p=0,307). CONCLUSÃO: Em função da baixa ocorrência do desfecho primário, não se verificou correlação com alterações do segmento ST ao letrocardiograma intracoronário. Alterações dinâmicas do ST ao ECG-IC não se mostraram associadas à aumento de troponina em casos de doença arterial coronária estável, submetidos a intervenção coronária percutânea.
Título en inglés
Intracoronary ST-segment deviation as a predictor of periprocedural infarction after percutaneous coronary intervention in stable coronary artery disease
Palabras clave en inglés
Coronary Artery Disease
Electrocardiography
Myocardial Infarction
Percutaneous Coronary Intervention
Risk Assessment
Resumen en inglés
INTRODUCTION: Despite advances in materials and techniques, periprocedural infarction is still a frequent complication of percutaneous coronary intervention (PCI). Changes in ST segment on an intracoronary electrocardiographic lead (IC-ECG) during PCI are associated with greater myocardial injury markers release after the procedure. However, there is no known relationship among intracoronary ST segment deviation and incidence of periprocedural infarction. We aimed to investigate the association among intracoronary ST segment deviation and periprocedural infarction incidence. METHODS: Consecutive stable coronary artery disease (CAD) patients submitted for PCI were recruted. During the procedure, intracoronary electrocardiographic records were performed. We evaluated correlation among intracoronary ST-segment deviation and periprocedural infarction. RESULTS: Fifty three patients were included. Only one periprocedural infarction case was recorded. There was no significant difference in post-PCI troponin increase between patients with intracoronary ST elevation and those with isoelectric ST during PCI (59.4% vs. 52.4%, p = 0.307). CONCLUSION: Due to primary outcome low occurence, no correlation was found among intracoronary ST-segment deviation with periprocedural myocardial infarction in stable coronary artery disease PCI cases. Dynamic ST changes in IC-ECG were not associated with increased troponin in this population.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2020-08-10
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.