• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.98.2011.tde-15092011-094259
Documento
Autor
Nome completo
Mohamed Hassan Saleh
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Bertolami, Marcelo Chiara (Presidente)
Assef, Jorge Eduardo
Avezum Junior, Alvaro
Chagas, Antonio Carlos Palandri
Moreno Junior, Heitor
Título em português
O impacto da cirurgia bariátrica na função endotelial, variáveis ecocardiográficas e perfil inflamatório
Palavras-chave em português
Cirurgia bariátrica
Ecocardiografia
Endotélio/ultrassonografia
Proteína C/ uso diagnóstico
Resumo em português
Introdução: A Obesidade está relacionada ao risco aumentado de numerosas doenças, que podem levar à alteracão da função endotelial, do perfil inflamatório e de aspectos estruturais do coração. O tratamento cirúrgico tem sido a única alternativa para muitos pacientes obesos. Objetivo: Determinar o impacto da perda de peso observada após a cirurgia bariátrica na função endotelial, perfil inflamatório e variáveis ecocardiográficas. Métodos: Estudamos a função endotelial por meio da ultrassonografia de alta resolução, o perfil inflamatório mensurado pela PCR-us e alterações cardíacas avaliadas pelo ecocardiograma com Doppler em 47 pacientes antes e depois de serem submetidos à cirurgia bariátrica. Resultados: O grupo foi contituído por 93,8% de mulheres, com média de 41 anos. O tempo entre a cirurgia e o retorno para reavaliação foi de 10 meses, com perda de 33% de peso neste período (p<0,001). O índice de massa corpórea mediano era de 46,87 e passou para 31,6 (p<0,001). A vasodilatação endotélio-dependente avaliada por meio do ultrassom de alta resolução, mostrou melhora significativa após a cirurgia em população de não diabéticos e sem distúrbios hormonais, que apresentavam valores de média de 7,4% antes da cirurgia, para 18% após o procedimento (p<0,001), com diferença absoluta de 11,4%, mostrando a importância da perda de peso de forma rápida após a cirurgia bariátrica. Houve melhora da função diastólica avaliada pela ecocardiografia em 18 pacientes (72%) que apresentavam disfunção diastólica grau I antes da cirurgia, passaram a ter função diastólica normal no pós-operatório. Ocorreu redução da mediana no espessamento médio-intimal das artérias carótidas de 0,8mm para 0,5mm (p<0,001) após a cirurgia, e também das taxas séricas de PCR-us que passaram da mediana de 0,83mg/dL para 0,18mg/dL (p<0,001).
Título em inglês
The impact of the bariatric surgery on the endothelial function, echocardiography parameters, and inflammatory profile
Palavras-chave em inglês
Bariatric surgery
Echocardiography
Endothelium / ultrasonography
Resumo em inglês
Introduction: Obesity is related to a high risk of several diseases, which might lead to endothelial dysfunction, inflammatory profile dysfunction as well as structural heart alterations. Surgery has been the only treatment for such patients. Aims: To determine the impact of weight loss after bariatric surgery over the endothelium function, inflammatory profile, and echocardiography parameters. Methods: Endothelial function was assessed by high-resolution ultrasound, inflammatory profile was measured by PCR-us, and heart changes were assessed by Doppler echocardiography in 47 patients before and after bariatric surgery. Results: Forty-seven obese adults were examined before and 10 months after bariatric surgery having lost 33% of their original weight (p<0.001). The BMI (body mass index) was 46.87 (kg/m2) and turned to 31.6 (kg/m2) (p<0.001). Median age of the study population was 41 years old, most of which were women (93%). The flow-mediated dilation assessed by high-resolution ultrasound showed significant improvement after surgery in this non-diabetic population. Measures of FMD (flow-mediated dilation) changed from 7.4% to 18% (p<0.001) after bariatric surgery. The diastolic function was improved in 18 patients (72%), who had level I diastolic dysfunction, as assessed by Doppler echocardiography. There was regression of CIMT (carotid artery intima-media thickness) from 0.8 mm to 0.5mm (p<0.001). The PCR-us rate changed from 0.83mg/dL to 0.18mg/dL (p<0.001).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TeseMohamedSaleh.pdf (616.46 Kbytes)
Data de Publicação
2011-09-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.