• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.98.2014.tde-15072014-101449
Documento
Autor
Nombre completo
Roberto Candia
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2014
Director
Tribunal
Pinto, Ibraim Masciarelli Francisco (Presidente)
Buchpiguel, Carlos Alberto
Costa Junior, José de Ribamar
Cury, Roberto Caldeira
Rochitte, Carlos Eduardo
Título en portugués
A doença vascular do enxerto diagnosticada pela tomografia computadorizada de múltiplos detectores como preditora de eventos maiores em pacientes submetidos a transplante cardíaco
Palabras clave en portugués
Angiografia cronária
Doença das cronárias
Rejeição de enxerto
Tomografia
Transplante de coração
Resumen en portugués
A insuficiência cardíaca congestiva (ICC) é uma condição em que o coração não consegue bombear o sangue de acordo com as necessidades metabólicas dos tecidos. Quando a ICC entra em seu estágio final, já refratária ao tratamento medicamentoso, ou outras opções terapêuticas, o transplante cardíaco constitui-se em medida salvadora destes pacientes. Após o primeiro ano de evolução do procedimento, a doença vascular do enxerto (DVE) é a complicação mais temida nestes pacientes. Esta doença caracteriza-se por aterosclerose acelerada, com acometimento concêntrico do vaso, predominando nos terços médios e distais. Sintomas isquêmicos geralmente não estão presentes devido ao coração denervado destes pacientes. Daí a importância em se ter um método com boa acurácia e que possibilite o diagnóstico da DVE em seus estágios iniciais, que, muitas vezes, não é demonstrado pela cineangiocoronariografia (CINE). O nosso trabalho teve como objetivo avaliar se o diagnóstico da DVE pela tomografia computadorizada por múltiplos detectores (TCMD) foi preditor de eventos maiores, definimos como: morte súbita, infarto, angioplastia, queda da fração de ejeção e retransplante. Em nossa amostra, selecionamos 59 pacientes transplantados que tinham sido submetidos à TCMD por indicação clínica. Encontramos idade média de 49 anos ± 11,36 anos e tempo médio de transplante na realização da TCMD de 82,67 ± 36,38 meses. A prevalência de hipertensão (HAS) foi de 59,32%, dislipidemia (DLP) 57,63% e diabetes mellitus (DM) 33,90%. Em relação à etilogia da ICC dos receptores, em primeiro lugar, tivemos doença isquêmica com 38,98%, seguida por doença chagásica com 33,90% e por miocardiopatia dilatada idiopática com 13,56% da amostra. Desta população, um subgrupo de 41 pacientes, além de ter feito a TCMD, fez também a CINE. A comparação dos dois métodos mostrou sensibilidade de 100%, especificidade de 77,27%, valor preditivo positivo (VPP) de 46,34% e valor preditivo negativo (VPN) de 100%. Os resultados mostraram que a presença de DVE pela tomografia foi preditora de eventos maiores no seguimento destes pacientes com significância estatística p 0,001. Outras variáveis analisadas que também tiveram impacto significativo foram escore de cálcio positivo (p< 0,05), piora da classe funcional na evolução para classe II e III, e os receptores que tinham o diagnóstico prévio de miocardiopatia dilatada. Concluímos que a TCMD é um exame que tem boa acurácia diagnóstica na DVE, podendo a CINE ficar restrita aos casos duvidosos. Além disso, alterações deste exame são preditoras de eventos adversos. O escore de cálcio e a piora da classe funcional também foram preditores de eventos.
Título en inglés
Cardiac allograft vasculopathy diagnosed by multidetector computed tomography predicts major events in heart transplant patients
Palabras clave en inglés
Allograft failure
Coronary angiography
Coronary disease.
Heart transplant
Tomography
Resumen en inglés
Congestive heart failure (CHD) is a condition characterized by the heart inot meeting the body oxygen demands. For end-stage CHD, refractory to medical treatment, heart transplant is a lifesaver treatment, but its late results may suffer a negative impact if there is allograft vasculopathy, the main reason of late adverse outcome in this population. This condition is is characterized by accelarated atherosclerosis with concentric disease predominant at the mid and distal segments of the coronary arteries. Ischemic symptoms seldom happen for the heart is denervated, and thus, it would be highly desirable to possess a test that could accuratelly foretell the presence of such abnormality. Furthermore, a possible gold standard, invasive coronary angiography (ICA) has been show to lack sensivity. The aim of this study was to evaluate if multidetector computed tomography( MDCT) could identify and thus to predict patients at higher risk of presenting late adverse events. Major events were considered as: sudden cardiac death (SCD), Hear attack, angioplasty, left ventricle impairment and retransplant. Consulting medical records we selected 59 heart transplant patients that underwent MDCT at least 7 years by clinical discretion. Mean age at the time of the exam was 49 ± 11.36 years. Mean post heart transplantantion time was 82.67 ± 36.38 months. Hypertension (HAS) prevalence was 59,32%, hyperlipidemia 57,63% and diabetes was 33,90%. Main pre-transplant CHD cause was ischemic heart disease in 38,98%, followed by Chaga's disease, 33.90% and idiopathic dilated cardiomyoapthy. We had 41 patients that also underwent ICA. Comparing both methods we found that MDCT had a sensibility of 100%, a specificity of 77,27%, a positive preditive value of 46,34% and a negative preditive value of 100%. The diagnosis of CAV done by MDCT was a predictor of major events at the follow-up (p=0,001). Other predictors that achieved statistical significance were positive calcium score (p<0,05), class functional (p<0,001) and dilated cardimyopathy dilated as the CHD cause (p=0,027). So we conclude that MDCT has a good accuracy on the diagnosis of CAV, and is a predictor of adverse events. Higher than zero calcium score, lower functional class and dilated cardiomyopathy also related to patient's follow-up.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
TeseRobertoCandia.pdf (1.51 Mbytes)
Fecha de Publicación
2014-09-01
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.