• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.98.2016.tde-13072016-092608
Documento
Autor
Nome completo
Uelra Rita Lourenço
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Mateos, José Carlos Pachon (Presidente)
Fragata Filho, Abílio Augusto
Franken, Roberto Alexandre
Greco, Oswaldo Tadeu
Título em português
Estudo clínico randomizado em chagásicos submetidos à terapia de ressincronização cardíaca (TRC - Chagásico)
Palavras-chave em português
Cardiomiopatia Chagásica
Ensaio Clínico Controlado Aleatório.
Insuficiência Cardíaca
Marca-passo Artificial
Terapia de Ressincronização Cardíaca
Resumo em português
INTRODUÇÃO: A terapia de ressincronização cardíaca(TRC) tem se mostrado alternativa eficiente para pacientes com Insuficiência Cardíaca (IC) em uso terapia medicamentosa otimizada, com fração de ejeção reduzida e QRS largo. Apesar dos resultados positivos em pacientes de diversas etiologias, dados a despeito do efeito dessa terapia na cardiopatia chagásica são extremamente raros na literatura. OBJETIVOS: Avaliar a evolução clínica e funcional de pacientes chagásicos submetidos à terapia de ressincronização cardíaca, por meio de estudo clínico randomizado. CASUÍSTICA E MÉTODOS: Foram incluídos pacientes com cardiopatia chagásica, em Classe funcional II, III ou IV da NYHA, em uso de terapia medicamentosa otimizada, fração de ejeção <= 35% e duração do QRS largo. O presente estudo clínico é prospectivo, de intervenção, randomizado, cego, com crossover e comparou as respostas clínicas e funcionais após duas fases: período de 2 meses com a TRC ligada e período de 2 meses com a TRC desligada. As variáveis analisadas foram distância percorrida no teste de caminhada de 6 minutos, classe funcional (NYHA), pontuação no teste de qualidade de vida do questionário de Minnesota, pontuação no teste de capacidade funcional no questionário SF 36, pico de extração de oxigênio no teste cardiopulmonar e fração de ejeção do ventrículo esquerdo. RESULTADOS: Foram randomizados 34 pacientes sendo que seis não conseguiram completar as duas fases do estudo. A média da distância percorrida no Teste de Caminhada de 6 minutos foi 60 metros maior no grupo TRC ligada (500,3 versus 439,8 metros; p<0,01), o teste de Qualidade de Vida (Questionário de Minnesota) apresentou escores estatisticamente melhores nos pacientes com TRC ligada (diferença entre os dois grupos de 12,2 pontos, p<0,05). A Capacidade Funcional avaliada pelo questionário SF 36 apresentou resultado a favor da TRC ligada (p<0,01). De modo semelhante, a Classe Funcional (NYHA) média foi significativamente inferior neste grupo (p<0,05). As variáveis estudadas no Teste Cardiopulmonar e os parâmetros Ecocardiográficos não atingiram diferenças com significância estatística entre os dois grupos. CONCLUSÃO: Os resultados encontrados neste estudo suportam o valor terapêutico da TRC em indivíduos com insuficiência cardíaca de etiologia chagásica com QRS largo. A estimulação biventricular promoveu melhora significativa dos sintomas, qualidade de vida, capacidade funcional e da distância percorrida no teste de caminhada. Estudos subsequentes são necessários para avaliação dos efeitos clínicos a longo prazo e o impacto em mortalidade desta modalidade terapêutica nos pacientes com cardiopatia chagásica.
Título em inglês
Randomized clinical study in Chagas disease undergoing cardiac resynchronization therapy (CRT - Chagas` Disease)
Palavras-chave em inglês
Cardiac resynchronization therapy; Chagas cardiomyopathy; Heart failure; Pacemaker; Clinical randomized controlled trial
Resumo em inglês
BACKGROUND: Cardiac Resynchronization Therapy (CRT) has been shown one effective alternative for patients under optimal medical therapy, reduced ejection fraction (EF) and wide QRS. Despite the positive results in patients of several etiologies, data from this therapy in Chagas heart disease are extremely rare in the literature. OBJECTIVES: To evaluate the clinical and functional results of Chagas patients undergoing CRT through a randomized clinical trial. METHODS: There were included patients with Chagas cardiomyopathy, functional class II, III or IV of NYHA, under optimal drug therapy, EF <= 35% and wide QRS. This prospective, randomized, blinded, crossover study compared the clinical and functional responses after two phases: a two-month period of CRT-on and a two-month period of CRT-off. The outcomes analyzed were: walked distance in 6 minutes, functional class (NYHA), quality of life by the Minnesota Living with Heart Failure Questionnaire score, functional capacity by the questionnaire SF 36 score, Oxygen Extraction Peak in Cardiopulmonary Test and EF of the Left Ventricle. RESULTS: Thirty four patients were randomized but six patients failed to complete both study periods. The average distance walked in 6 minutes was 60 meters higher in CRT-on group (500.3 vs. 439.8 meters, p <0.01), the Quality of Life (Minnesota Questionnaire) showed scores significantly better in patients with CRT- on (difference of scores between the two groups: 12.2, p <0.05). The functional capacity assessed by the SF-36 questionnaire showed better results in favor of CRT-on group (p <0.01). Similarly, the functional class (NYHA) was significantly lower in this group (p <0.05). The variables studied in Cardiopulmonary Testing and Echocardiographic parameters did not reach statistical significance between the two groups. CONCLUSION: The results of this study support the therapeutic value of CRT in patients with heart failure due to Chagas disease with wide QRS. The biventricular pacing significantly improved symptoms, quality of life, functional capacity and the distance walked in 6 minutes. Further studies are needed to evaluate the clinical long-term effects and the impact on mortality of this therapeutic modality in patients with Chagas heart disease.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TeseUelraLourenco.pdf (1.97 Mbytes)
Data de Publicação
2016-07-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.