• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.97.2012.tde-24102012-124214
Documento
Autor
Nome completo
Priscila Filgueiras Duarte
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Lorena, 2012
Orientador
Banca examinadora
Mancilha, Ismael Maciel de (Presidente)
Felipe, Maria das Gracas de Almeida
Lima, Mauro Sérgio Cruz Souza
Pereira, Carlos Alberto Sanches
Silva, Sabrina Guimarães
Título em português
Avaliação de cepas de microrganismos probióticos a base de Lactobacillus sobre o sistema imunológico de camundongos Swiss
Palavras-chave em português
Inibição
Lactobacillus
Probióticos
Resumo em português
A procura por suplementos alimentares cresce a cada ano, pois o seu uso contínuo promove a melhora e manutenção da qualidade de vida do hospedeiro. Sustentado neste princípio, a ingestão de produtos probióticos, principalmente leites fermentados, passa a ser uma alternativa neste segmento do mercado. Os probióticos são suplementos alimentares que contem microrganismos vivos que trazem benefícios à saúde do consumidor pela manutenção e melhora do balanço microbiano do trato gastrintestinal. Existem vários gêneros de microrganismos que apresentam propriedades probióticas, destacando-se o gênero Lactobacillus; que exercem várias funções benéficas ao hospedeiro como a diminuição dos níveis de colesterol sangüíneo, efeito anticarcinogênico, adesão ao epitélio intestinal, melhora do sistema imune e a exclusão competitiva, conhecida também como efeito barreira. Dentro deste contexto, o presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de inibição exercido por cinco cepas de Lactobacillus isoladas de fezes humanas: denominadas L. plantrum (Lac-01), L. plantarum (Lac-02), L. fermentum (Lac-03), L. fermentum (Lac-04) e L. fermentum (Lac-05) sobre o crescimento de E. coli O157:H7, Listeria spp., P. aeruginosa ATCC 27853, Salmonella typhi e Shigella spp , por meio da técnica de co-cultura. Os resultados revelaram que as cepas Lac-01, Lac-02 e Lac-03 foram capazes de inibir, em diferentes níveis, o crescimento das cepas patogênicas avaliadas, sendo este efeito mais acentuado para S. typhi e Shigella spp. Observou-se ainda que a cepa Lac-04 não apresentou efeito de inibição sobre E. coli O157:H7 e P. aeruginosa, ao passo que a cepa Lac-05 inibiu o crescimento de P. aeruginosa, S. typhi e Shigella spp., sendo incapaz de inibir E. coli O157:H7 e Listeria spp, nas condições estudadas. Posteriormente ao se verificar a produção de substâncias antimicrobianas por meio do método "spot-test", observou-se o efeito positivo de inibição exercida pelas cepas de Lactobacillus sobre o crescimento dos respectivos patógenos. Verificou-se também, por meio de testes enzimáticos específicos, que as substâncias antimicrobianas produzidas pelas cepas de Lactobacillus não foram sensíveis às enzimas utilizadas, não podendo afirmar, desta forma, que estas substâncias são bacteriocinas. Os testes de co-agregação demonstraram que as cepas Lac-04 e Lac-05 exerceram melhor efeito sobre os patógenos, quando comparadas com as cepas Lac-01 e Lac-02. A cepa Lac-03 não exerceu efeito de coagregação com nenhum dos patógenos avaliados. Os testes de autoagregação revelaram que as cepas Lac-01, Lac-02, Lac-04 e Lac-05 exerceram efeito de autoagregação acentuado. Observou-se ainda que nenhum dos patógenos estudados foi capaz de autoagregar.
Título em inglês
Inhibition effect of Lactobacillus strains, isolated from human faeces, front differents pathogens
Palavras-chave em inglês
Inhibition
Lactobacillus
Probiotics
Resumo em inglês
The probiotics are special food that contain live microorganisms that promote beneficits to consumer health through maintenance and improvement of microbial balance of gut tract. There are many microorganisms species used in probiotics products, standing out Lactobacillus species that produce many beneficies to consumer like decrease of blood cholesterol level, anti-carcinogenic effect, adhrence to intestinal epithelium, immune system stimulation and the competitive exclusion, also known as barrier effect. In this regard, the present work aimed to evaluate the inhibition effect exerted by five Lactobacillus strains, isolated from humam faeces: denominate, L. plantarum Lac-01, L. plantarum Lac-02, L. fermentum Lac-03, L. fermentum Lac-04 e L. fermentum Lac-05 on the gowth of E. coli O157:H7, Listeria spp., Pseudomonas aeruginosa ATCC 27853, Salmonella typhi and Shigella spp., by means of coculture technique. The results showed that the strains Lac-01, Lac-02 and Lac-03, were able to inhibit, at different levels, the growth of pathogenic strains, and this effect was more accentuated on S. typhi and Shigella spp. It was also observed that the strain Lac-04 did not present inhibition effect on E. coli O157:H7 and P. aeruginosa ATCC 27853, and the Lac-05 inhibited the growth of P. aeruginosa, S. tyhpi and Shigella spp., and showed no effect on E. coli O157:H7 and Listeria spp. Afterwards, the production of antimicrobial substance was verified by means of "spot-test" method, showing the positive inhibition effect exerted by all Lactobacillus strains on the growth of the respective pathogens. By means of specific enzymatic test, the antimicrobial substances produced by lactobacillus strains were not sensible to the action of enzymes proteinase-K, papain and pepsin, but this is not enough to affirm that this substances are bacteriocins. The coaggregation test demonstrated that the strains Lac-04 and Lac-05 exerted better effect on the pathogens, when compared to strains Lac-01 and Lac-02. The strain Lac-03 did not coaggregate with any pathogenic strains. The autoaggregation test showed that the strain Lac-01, Lac-02, Lac-04 and Lac-05 exerted accentuated auto-aggregation effect. The studied pathogen was not able to autoaggregate.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
BID07002.pdf (388.03 Kbytes)
Data de Publicação
2012-10-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.