• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.96.2021.tde-24092021-181515
Documento
Autor
Nome completo
Vinicius Medeiros Magnani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2021
Orientador
Banca examinadora
Ambrozini, Marcelo Augusto (Presidente)
Bruni, Adriano Leal
Gaio, Luiz Eduardo
Júnior, Tabajara Pimenta
Lima, Fabiano Guasti
Ribeiro, Kárem Cristina de Sousa
Título em português
O uso de derivativos para hedge reduz o custo da dívida das empresas brasileiras de capital aberto?
Palavras-chave em português
Capital de terceiros
Custo das dívidas
Finanças corporativas
Hedge
Instrumentos financeiros derivativos
Resumo em português
De acordo com a literatura de hedge, a utilização de instrumentos financeiros derivativos com objetivo de proteção pode reduzir custos de falência, custos de agência (problemas de subinvestimento e substituição de risco de ativos) e assimetria informacional nas organizações. A literatura aborda esses problemas como direcionadores de precificação do custo de capital ofertado pelos credores, portanto ao minimizá-los por meio de uma política de hedge ativa, a companhia deveria obter recursos dos credores a um custo de capital menor. Neste sentido, o presente trabalho examinou se as empresas que engajam em políticas de hedge corporativo reduzem o seu custo com capital de terceiros. Para isso o trabalho utilizou a abordagem de dados em painéis, a partir de dados de empresas brasileiras com capital aberto entre os anos de 2010 a 2019. Além de utilizar a variável proxy despesas financeiras líquidas sobre passivo médio oneroso para custo com capital de terceiros, o trabalho analisou outras variáveis, dentre elas: (i) o spread médio da taxa de juros de emissão ponderada dos títulos privados emitidos pela organização, (ii) o spread médio da taxa de juros de negociação, no mercado secundário, ponderada dos títulos privados, (iii) o spread médio ponderado dos empréstimos e financiamentos provindos do BNDES e (iv) o spread médio da taxa de juros calculado pelo custo setorial fornecido pelo Instituto Assaf© acrescido de um prêmio pelo grau de alavancagem da empresa em relação ao seu setor. Para fornecer robustez as estimações de dados em painel e com objetivo de mitigar problemas de endogeneidade como omissão de variável relevante, endogeneidade dinâmica e causalidade reversa, foram adotados o método de variável instrumental, o método de equações simultâneas e o método de painel dinâmico estimado pelo método dos momentos generalizados. Os resultados encontrados demonstraram que a utilização do hedge possui efeito negativo sobre o custo de negociação das debêntures e sobre a variável calculada a partir do custo setorial. A respeito do nível de fontes subsidiadas e sua utilização conjunta com a política de hedge sobre os diferentes custos de capital de terceiros, não foram obtidas relações estatisticamente significantes. Ainda, foi analisado o efeito da iniciação e suspensão da política de hedge sobre os diferentes custos de dívidas propostos. Empresas que iniciaram a política de hedge não tiveram efeito sobre o custo das dívidas, diferente das empresas que suspenderam a estratégia, pois incorreram em custos maiores ao longo do tempo. Essas evidências sugerem que o hedge é uma política mandatória nas decisões financeiras corporativas modernas, principalmente para empresas com operações em países com altas fricções de mercado e decidir suspendê-la pode acarretar no aumento do custo das dívidas. A importância do trabalho encontra-se no efeito que a utilização do hedge tem sobre os diferentes custos de dívidas das companhias, e a relação concomitante que o custo de capital tem sobre o valor das firmas. Sendo assim, a relação é importante na visão dos credores visando a redução do risco para pagamento dos fluxos de caixa dos empréstimos e na visão dos acionistas visando a maximização do valor da firma.
Título em inglês
The use of derivatives for hedge reduces the cost of debt of brazilian open capital companies?
Palavras-chave em inglês
Corporate finance
Cost of debt
Debt capital
Derivatives financial instruments
Hedge
Resumo em inglês
According to the hedge literature, the use of derivative financial instruments for protection purposes can reduce bankruptcy costs, agency costs (underinvestment problems and asset risk substitution) and informational asymmetry in organizations. The literature addresses these problems as pricing drivers for the cost of capital offered by creditors, therefore, by minimizing them through an active hedging policy, the company should obtain resources from creditors at a lower cost of capital. In this sense, the present work examined whether companies that engage in corporate hedge policies reduce their cost with third party capital. For this purpose, the work used the panel data approach, based on data from publicly traded Brazilian companies between the years 2010 to 2019. In addition to using the proxy variable, net financial expenses on costly average liabilities for third-party capital costs, the work analyzed other variables, among them: (i) the average spread of the interest rate of weighted issue of private securities issued by the organization, (ii) the average spread of the interest rate of trading, in the secondary market, weighted of private securities , (iii) the weighted average spread on loans and financing from BNDES and (iv) the average interest rate spread calculated by the sector cost provided by Instituto Assaf© plus a premium for the degree of leverage of the company in relation to its sector . In order to provide robustness of panel data estimations and with the objective of mitigating endogeneity problems such as omission of the relevant variable, dynamic endogeneity and reverse causality, the instrumental variable method, the simultaneous equations method and the dynamic panel method estimated by the generalized moments method. The results found showed that the use of hedge has a negative effect on the cost of trading debentures and on the variable calculated from the sectorial cost. Regarding the level of subsidized sources and their joint use with the hedge policy on the different capital costs of third parties, no statistically significant relationships were obtained. In addition, the effect of initiating and suspending the hedge policy on the different proposed debt costs was analyzed. Companies that initiated the hedge policy had no effect on the cost of debt, unlike companies that suspended the strategy, as they incurred higher costs over time. This evidence suggests that hedging is a mandatory policy in modern corporate financial decisions, especially for companies with operations in countries with high market frictions, and the decision to suspend it may increase the cost of debt. The importance of the work is found in the effect that the use of the hedge has on the different costs of debt of the companies, and the concomitant relation that the cost of capital has on the value of the firms. Therefore, the relationship is important in the view of creditors aiming at reducing the risk for payment of cash flows from loans, and in the view of shareholders aiming at maximizing the value of the firm.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-10-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.