• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.96.2013.tde-23092013-111925
Documento
Autor
Nome completo
Luana Zanetti Trindade
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2013
Orientador
Banca examinadora
Bialoskorski Neto, Sigismundo (Presidente)
Braga, Marcelo José
Machado Filho, Cláudio Antonio Pinheiro
Título em português
Análise dos custos das práticas de governança corporativa em cooperativas de crédito
Palavras-chave em português
cooperativas de crédito
custo
governança corporativa
percepção
Resumo em português
O objetivo de uma cooperativa de crédito é prestar serviços mais favoráveis, de natureza bancária, a seus associados. Com o intuito de melhorar a eficiência e transparência das cooperativas de crédito e fortalecer essas cooperativas, o Banco Central do Brasil-BACEN diagnosticou as características da governança das cooperativas de crédito e recomendou uma série de boas práticas. Para as cooperativas de pequeno porte, manter as práticas recomendadas de uma estrutura de boa governança pode ser mais difícil do que uma cooperativa de grande porte, em função dos custos associados a essas práticas. Assim, o trabalho tem como objetivo analisar os custos das práticas de compliance e disclosure da governança corporativa e analisar a percepção desses custos, segundo seus cooperados ativos. Foi realizada uma análise fatorial, utilizando-se dados do BACEN de boas práticas indicadas de governança corporativa. Como resultado, o primeiro fator agregou as variáveis de tamanho econômico da cooperativa, o segundo fator as variáveis de cooperativas com gestão tradicional e o último fator agregou as variáveis de boas práticas indicadas de governança. Os resultados indicam que tamanho econômico não está correlacionado com as boas práticas indicadas de governança corporativa indicadas pelo BACEN. Assim como o tamanho econômico também não está correlacionado com as práticas de gestão tradicional. Foi feito um estudo de caso em uma cooperativa de crédito de pequeno porte que apresenta os custos dessas práticas de governança corporativa. O resultado encontrado é que esses custos de práticas de compliance e disclosure da governança corporativa representam 0,3205% do ativo total da organização. Esse custo é composto por: custo de práticas indicadas de governança, custo de práticas obrigatórias da governança e custos de práticas administrativas da cooperativa que podem melhorar algumas práticas de governança corporativa. Esses custos depráticas de governança corporativa podem ser considerados elevados, pois são valores próximos a rentabilidade da cooperativa que é de 0,38% do ativo total e representam 8,6% das despesas administrativas totais. Em relação ao questionário aplicado aos cooperados, é possível concluir que apesar dos custos das práticas de compliance e disclosure da governança poderem ser considerados elevados pela gestão da cooperativa, os cooperados podem não ter percepção do quanto à cooperativa gasta com a adoção das práticas indicadas de governança corporativa. Mas grande parte dos cooperados respondentes podem perceber a eficiência de órgãos da gestão como Conselho de Administração, Conselho Fiscal e diretoria executiva. E também que a maioria dos cooperados podem perceber que a governança corporativa é um investimento para a organização e apoiar o uso das sobras para investimentos em estratégia.
Título em inglês
Cost analysis of corporate governance practices in credit unions
Palavras-chave em inglês
corporate governance
cost
credit unions
perception
Resumo em inglês
The purpose of a credit union is to provide services more favorable to banking operations for its members. In order to improve the efficiency and transparency of credit unions and strengthen these cooperatives, the Central Bank of Brazil-BCB-diagnosed the characteristics of the governance of credit unions and recommended a number of good practices. For small cooperatives, keep the practices of a good governance structure can be more difficult than a cooperative large, due to the costs associated with these practices. Thus, the study aims to analyze the costs of compliance and disclosure practices of corporate governance and to analyze the perception of these costs, according to its members active. We performed a factor analysis, using data from the Central Bank of good corporate governance practices indicated. As a result, the first factor added variables of economic size of the cooperative, the second factor variables cooperatives with traditional management and the last factor added variables indicated good governance practices. The results indicate that economic size is not correlated with good corporate governance practices set by the Central Bank indicated. As the economic size is also not correlated with traditional management practices. We conducted a case study of a cooperative of small credit that shows the costs of these corporate governance practices. The finding is that these costs of compliance and disclosure practices of corporate governance represent 0.3205% of the total assets of the organization. This cost consists of: cost of governance practices indicated, the cost of mandatory practices of governance and administrative costs of the cooperativepractices that can improve some corporate governance practices. These costs of corporate governance practices can be considered high, they are very close of the profitability of the cooperative which is 0.38% of total assets and represent 8,6% of total administrative costs. Regarding the questionnaire administered to members, we conclude that despite the costs of compliance and disclosure practices of governance be considered high for the management of the cooperative, the cooperative members may not be aware how the cooperative spends with the adoption of governance practices set corporate. But much of cooperative members respondents may perceive the efficiency of the management bodies as the Board of Directors, Supervisory Board and Executive Board. And also the most cooperative members may realize that corporate governance is an investment for the organization and support the use of scraps for investment strategy.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-10-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.