• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.96.2021.tde-30092021-093141
Documento
Autor
Nombre completo
Carlos Roberto Bonaretti Filho
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2021
Director
Tribunal
Salgado Junior, Alexandre Pereira (Presidente)
Albuquerque, Andrei Aparecido de
Lima, Fabiano Guasti
Rebehy, Perla Calil Pongeluppe Wadhy
Título en portugués
A eficiência bancária brasileira de 2000 a 2018: uma avaliação a partir da Fronteira Estocástica e do DEA de dois estágios
Palabras clave en portugués
CAMELS
DEA
Eficiência bancária
SFA
Resumen en portugués
As mudanças no ambiente competitivo, as políticas regulatórias e a inovação forma responsáveis, nas últimas décadas, por incentivarem uma significativa mudança no modelo de negócio das instituições bancárias. Os bancos têm acrescido, ao seu portifólio tradicional, serviços como subscrição de títulos, corretagem de seguros, serviços de fundos mútuos, serviços fiduciários e outras atividades geradoras de taxas, o que incrementa sua receita, além de estenderem suas fontes de passivos ao financiamento de atacado. Devido à sua estrutura dinâmica e à complexidade do ambiente econômico em que operam, os bancos estão sujeitos a muitos riscos, dentre os quais destaca-se, em relevância, o risco de crédito, responsável pelo aumento do custo marginal da dívida e do patrimônio líquido. Assim, à medida em que aumenta a exposição de um banco ao risco de crédito, aumenta sua tendência de vivenciar uma crise financeira. Daí a importância das instituições bancárias serem eficientes em suas atividades de intermediação e rentabilidade, dois aspectos considerados pela academia como principais abordagens de análise de eficiência. Nesse contexto, o presente trabalho analisa a eficiência, por meio de duas técnicas de mensuração - a Análise Envoltória de Dados e a Análise da Fronteira Estocástica, das instituições bancárias que compõem o sistema financeiro brasileiro. São, portanto, analisados os principais fatores que influenciaram a eficiência bancária nacional entre os anos de 2000 e 2018. Foram considerados, para análise, os indicadores CAMELS das instituições financeiras. Como resultado, este estudo identificou as variáveis CAMELS que explicam a eficiência bancárias das instituições analisadas, o que sugere que existem práticas, relacionadas a referidas variáveis, que influenciam negativamente os escores de eficiência.
Título en inglés
Brazilian banking efficiency from 2000 to 2018: an evaluation using Stochastic Frontier Analysis and two-stage DEA
Palabras clave en inglés
Bank efficency
CAMELS
DEA
SFA
Resumen en inglés
In the last decades, changes in the competitive environment, regulatory policies and innovation have been responsible for encouraging a significant change in banks business' models. Banks have added to their traditional portfolio services such as securities underwriting, insurance brokerage, mutual fund services, fiduciary services and other fee-generating activities, which increase their revenue, in addition to extending their sources of liabilities to finance wholesale. Due to their dynamic structure and the complexity of the economic environment in which they operate, banks are subject to many risks, among which stands out the credit risk, responsible for the increase in the marginal cost of debt and equity. Thus, as the bank's exposure to credit risk increases, so does its tendency to experience a financial crisis. Hence the importance of banking institutions being efficient in their intermediation and profitability activities, two aspects considered by academia as the main approaches to analyzing efficiency. In this context, the present study analyzes the efficiency through two measurement techniques - Data Envelopment Analysis and Stochastic Frontier Analysis, of the banking institutions that make up the Brazilian financial system. Therefore, the main factors that influenced the national banking efficiency between 2000 and 2018 are analyzed. The CAMELS indicators of financial institutions were considered for analysis. As a result, this study identified the CAMELS variables that explain the banking efficiency of the analyzed institutions, which suggests that there are practices related to these variables that negatively influence the efficiency scores.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2021-10-06
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.