• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Eduardo Falsarella Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Salgado Junior, Alexandre Pereira (Presidente)
Leoneti, Alexandre Bevilacqua
Mendes, Luciano
Rebehy, Perla Calil Pongeluppe Wadhy
Santos, Heliani Berlato dos
Silva, Silvia Sidnéia da
Título em português
Estratégias financeiras que colaborem para sustentabilidade de operadoras de saúde filantrópicas brasileiras
Palavras-chave em português
Análise envoltória de dados
DEA
Eficiência
Operadoras de plano de saúde filantrópicas
Saúde suplementar
Resumo em português
O sistema de saúde complementar brasileiro desempenha importante papel na economia brasileira, por preencher um espaço não ocupado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Assim, torna-se importante gerenciá-lo de forma sustentável, para evitar uma sobrecarga do SUS. Esta preocupação levou à criação da Agência Nacional de Saúde Suplementar - órgão regulador que passou a fiscalizar e endurecer as regras do setor. Dessa forma, houve uma grande redução no número de Operadoras de Saúde Suplementar (OPS), gerando preocupações com o setor e, sobretudo, com a forma de gestão dessas empresas. O presente estudo destacou a categoria de OPS filantrópicas por estar em evidência pela rápida redução do número de OPS ao longo dos anos, o que demonstra estarem enfrentando maiores dificuldades. Assim, este estudo tem como objetivo propor estratégias financeiras que colaborem para a sustentabilidade de operadoras de saúde brasileiras. Aplicou-se a metodologia quantiqualitativa proposta por Salgado Junior e Novi (2014), sendo a etapa quantitativa composta de dois estágios. O primeiro destinou-se a avaliações financeiras e de prestação de serviço, formando assim um plano cartesiano, sendo a abscissa e ordenada, respectivamente, as eficiências em prestação de serviços e financeiras das operadoras. Este gráfico foi dividido em nove partes, diferenciando as OPS de acordo com suas eficiências. Para o pilar de sustentabilidade financeira, utilizou-se como parâmetro de avaliação da eficiência a variável ROA (retorno sobre o ativo) e, no pilar de prestação de serviços, a metodologia DEA CCR. O segundo estágio da etapa quantitativa contou com testes estatísticos para identificar as diferenças estatisticamente significantes. As variáveis encontradas foram então utilizadas como insumos para a criação dos instrumentos de pesquisa, financeiro e de serviços, bem como para elaboração do roteiro de entrevista semiestruturado utilizado na etapa seguinte, a qualitativa. A amostra de OPS foi composta de 43 operadoras, das quais seis aceitaram participar e contribuir para os estudos de casos. Por meio das entrevistas realizadas em campo com gestores das OPS, foi possível identificar boas práticas de gestão que, traduzidas em estratégias financeiras, podem contribuir para a sustentabilidade financeira das OPS filantrópicas e com isso cumprir com o objetivo proposto no trabalho. Os resultados enfatizaram 71 estratégias de gestão que podem ser aplicadas por gestores, fiscais, pesquisadores e profissionais da área, com potencial de colaborar para a sustentabilidade das OPS filantrópicas
Título em inglês
Financial strategies that contribute to the sustainability of Brazilian philanthropic health maintenance organizations
Palavras-chave em inglês
Data envelopment analysis
DEA
Efficiency
Health maintenance organization
Supplementary health
Resumo em inglês
The brazilian private health system has an important role to fill up the gap by the public health system on brazilian economy. Thereby, it is important to manage the private system in a sustainable way, avoiding an overload of public one. This concern generated the creation of National Health Agency - a regulatory agency with the goal to inspect and reinforce sector rules. On this way, this sector experienced a reduction on health maintenance organization participants, causing discomfort with the sector, especially with the management way. Previous studies have shown researches through a single point of view, missing a more systemic view of the subject. The project stood out the philanthropic category by being first in reducing the number of participants. In this sense, this study aims to propose a set of financial strategies that contribute to the sustainability of Brazilian philanthropic health maintenance organizations (HMO). It was applied a quantitative-qualitative methodology proposed by Salgado Junior and Novi (2014). The quantitative phase was divided in two levels, which the first was performed a financial evaluation and the quality of provided services, plotting it on a cartesian chart, where abscissa and ordinate were, respectively, service and financial efficiencies of HMOs. This chart was divided into 9 parts, differentiating by HMOs efficiencies. For the financial sustainability parameter, it was used ROA rate, and for quality of service was used the CCR DEA methodology. The second stage of quantitative step was based on tests to find the differences with statistical significance. The identified variables were used as inputs to create the research, financial and service instruments, as well as the semi structured interview script, used on qualitative phase. The analyzed sample on this research was composed by 43 HMOs, which six of them accepted to participate and contribute to the study. Through the interviews, it was possible to identify best practices, which can be converted on financial strategies, contributing for the financial sustainability of philanthropic HMO, fulfilling the proposed goal of this study. The results reveal 71 management strategies that can be applied by managers, fiscal, researchers and workers, besides to cooperate on sustainability of HMO philanthropic sector
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-10-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.