• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.96.2020.tde-24092020-153400
Documento
Autor
Nome completo
Rodrigo Natal Duarte
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2020
Orientador
Banca examinadora
Galina, Simone Vasconcelos Ribeiro (Presidente)
Giraldi, Janaina de Moura Engracia
Valle, Mauricio Ribeiro do
Verschoore Filho, Jorge Renato de Souza
Título em português
Coopetição na cafeicultura brasileira: o emprego de atividades inovadoras em distintos níveis de interação a fim de se alcançar a qualidade tangível e intangível do café especial
Palavras-chave em português
Café especial
Coopetição
Indicação geográfica
Inovação
PMEs
Posicionamento estratégico
Resumo em português
O objetivo deste trabalho é investigar a forma como a competição e a colaboração simultâneas, conhecida como coopetição, se manifesta entre os produtores de cafés especiais e suas agremiações, em decorrência do ambiente inovador proporcionado pela busca da qualidade superior do grão. O setor primário é pouco explorado pela abordagem coopetitiva, possivelmente pela crença equivocada de escassa competição entre os agricultores; em nichos diferenciados, como o do café especial, a cultura cooperativista é confrontada pela individualidade. Os dados para a pesquisa foram coletados de entrevistas semiestruturadas realizadas com atores que compõem as Indicações Geográficas da Alta Mogiana e da Região do Cerrado Mineiro, constituída pelos cafeicultores e seus familiares que trabalham no negócio, as cooperativas, as instituições apoiadoras e os gestores das associações. A análise dos dados seguiu os preceitos gerais da codificação, cujas categorias emergentes permitiram realizar uma representação simplificada dos dados. A estratégia de posicionamento pela qualidade superior foi utilizada como estrutura para organizar a relação entre a inovação e a coopetição no contexto da cafeicultura brasileira, conferindo ênfase aos aspectos técnicos de controle (interno) e mercadológicos (externo) da investigação. As atividades inovadoras exploradas foram identificadas tendo como base a 4ª e última edição do Manual de Oslo. Três padrões de coopetição foram encontrados: cafeicultor-cafeicultor no ambiente do campo, com influência positiva na melhoria da qualidade do produto, facilitada pela mediação de uma instituição de apoio; cafeicultor-cafeicultor na comercialização, com influência positiva no acesso a novos mercados e no relacionamento com novos compradores; e cafeicultor-cooperativa na comercialização, cuja aproximação desejada do produtor com o consumidor final (Direct Trade) gera um conflito na estrutura coletiva de escoamento do produto.
Título em inglês
Coopetition in brazilian coffee farming: the use of innovative activities at different levels of interaction in order to achieve the tangible and intangible quality of specialty coffee
Palavras-chave em inglês
Competitive positioning
Coopetition
Geographical indication
Innovation
SMEs
Specialty coffee
Resumo em inglês
The purpose of this work is to investigate the way in which simultaneous competition and collaboration, known as coopetition, manifests itself among specialty coffee producers and their associations, due to the innovative environment provided by the search for the superior quality of the bean. The primary sector is little explored by the coopetitive approach, possibly due to the mistaken belief that there is little competition among farmers; in different niches, such as specialty coffees, the cooperative culture is confronted by individuality. The data for the research were collected from semi-structured interviews conducted with actors that comprise the Geographical Indications of Alta Mogiana and the Cerrado Mineiro Region, consisting of coffee growers and their relatives who work in the business, cooperatives, supporting institutions and association managers. The analysis of the data followed the general precepts of codification, whose emerging categories allowed to make a simplified representation of the data. The positioning strategy for superior quality was used as a structure to organize the relationship between innovation and coopetition in the context of brazilian coffee farming, emphasizing the technical aspects of control (internal) and marketing (external) of the investigation. The innovative activities explored were identified based on the 4th and last edition of the Oslo Manual. Three coopetition patterns were found: coffee-grower-coffe-grower in the countryside, with a positive influence on improving product quality, facilitated by the mediation of a support institution; coffee-grower-coffe-grower in commercialization, with a positive influence on access to new markets and on relationships with new buyers; and coffee-grower-cooperative in commercialization, whose desired approximation between the producer and the final consumer (Direct Trade) generates a conflict in the collective structure of product flow.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-11-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.