• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.93.2020.tde-14082020-184906
Documento
Autor
Nome completo
Fabiana Aiolfe Francisco
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Magalhães, Ana Gonçalves (Presidente)
Baumgarten, Jens Michael
Costa, Helouise Lima
Marins, Paulo César Garcez
Título em português
Arte Degenerada no MAC-USP: estudos de proveniência de obras de artistas condenados pelo Terceiro Reich
Palavras-chave em português
Arte degenerada
Arte moderna
II Guerra Mundial
Karl Schmidt-Rottluff
Käthe Kollwitz
Paul Klee
Segunda Guerra Mundial
Resumo em português
Esta dissertação propõe estudos de proveniência de cinco obras disponíveis no acervo do Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, o MAC-USP. Todas são gravuras produzidas entre 1916 e 1922 (durante e um pouco depois da Primeira Guerra Mundial) pelos artistas Karl Schmidt-Rottluff, Käthe Kollwitz e Paul Klee. Esses trabalhos, assim como outros expostos em museus públicos e em coleções privadas na Alemanha, foram categorizados pelo regime nazista como "arte degenerada". Esse processo, que começou em 1933 e seguiu até o fim da II Guerra Mundial em 1945, condenou a arte moderna dentro do país e dos territórios ocupados pelo exército alemão. A proposta é contribuir para o entendimento de como essas gravuras chegaram ao MAC-USP.
Título em inglês
Degenerate Art at MAC-USP: provenance studies of works of condemned artists by the Third Reich
Palavras-chave em inglês
Degenerate art
Karl Schmidt-Rottluff
Käthe Kollwitz
Modern art
Paul Klee
World War II
Resumo em inglês
This research proposes provenance studies of five works that belong to the collection of the Museum of Contemporary Art of the University of São Paulo. They are prints produced between 1916 and 1922 (during and shortly after World War I) by Karl Schmidt-Rottluff, Käthe Kollwitz and Paul Klee. These works, as well as others exhibited in public museums and private collections in Germany, were categorized by the Nazi regime as "degenerate art." This process, which began in 1933 and continued until the end of World War II in 1945, condemned modern art within Germany and other territories occupied by the German army. The proposal here is to contribute to the understanding of how these prints came to MAC-USP's collection.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-08-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.