• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.9.2004.tde-13012012-104922
Documento
Autor
Nome completo
Claudia Regina dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Nascimento, Elizabeth de Souza (Presidente)
Barros, Silvia Berlanga de Moraes
Colacioppo, Sergio
Silva, Carlos Sergio da
Siqueira, Maria Elisa Pereira Bastos de
Título em português
Avaliação dos indicadores biológicos de exposição aos metais em trabalhadores de fundições
Palavras-chave em português
Exposição ocupacional
Fundições
Metais (Toxicidade)
Monitorização biológica
Toxicologia ocupacional
Resumo em português
A produção de metais sanitários é um setor em constante fase de crescimento no país. O processo industrial envolve etapas como a evaporação, condensação e oxidação dos metais no ar que levam a formação de fumos metálicos em vários tipos de indústria, inclusive em fundições. A exposição do trabalhador ao ambiente contaminado pode levar ao aparecimento de alterações bioquímicas e, em algumas circunstâncias, de doenças profissionais. No setor de metais sanitários, são utilizadas ligas metálicas de latão, onde predomina o zinco e o cobre, sendo o chumbo, cádmio, manganês e níquel, metais que aparecem sob a forma de impurezas. Desses metais, apenas o chumbo sanguíneo (Pb-S) e o cádmio urinário (Cd-U) são regulamentados no Brasil, de acordo com a NR-7 do Ministério do Trabalho, como indicadores biológicos de exposição. No presente estudo, foram otimizados e validados métodos para a determinação de Pb-S, Cd-U, Mn-U e Ni-U por espectrometria de absorção atômica acoplado a forno de grafite. Posteriormente foram avaliados 273 indivíduos do sexo masculino (178 do grupo exposto e 95 do grupo controle) que trabalhavam em 8 fundições de metais sanitários de Loanda-PR. Os níveis de Pb-S apresentaram-se elevados, considerando o limite internacional. Os metais avaliados na urina Cd-U, Mn-U e Ni-U apresentaram concentrações relativamente baixas, sendo considerado o chumbo como o principal problema, relacionado aos fumos metálicos. Foram propostas medidas corretivas nos ambientes de trabalho e os níveis dos quatro metais em questão foram reavaliados em dois períodos diferentes (antes e após as modificações), apresentando no segundo momento reduções estatisticamente significativas. As médias observadas nos dois períodos foram de 42,74µg/dL e 26,54µg/dL para o Pb-S; 0,269 e 0,015µg/g de creatinina para o Cd-U; 1,94 e 0,39µg/g de creatinina para o Mn-U e 1,82 e 0,68µg/g de creatinina para o Ni-U, com níveis de significância (p) < 0,05, evidenciando assim a importância da adequação do ambiente de trabalho na garantia de exposições seguras para o trabalhador.
Título em inglês
Evaluation of biological indicators of exposure to metals in foundry workers
Palavras-chave em inglês
Biological monitoring
Foundries
Metals
Occupational exposure
Occupational toxicology
Resumo em inglês
The sanitary metal production is a sector in constant development in Brazil. This industrial process involves stages such as evaporation, condensation and oxidation of metals, therefore allowing the formation of metallic fumes in some types of industry, and also in foundries. The contaminated environment can induce, in the workers, biochemical alterations and, in some circumstances, occupational diseases. In the sanitary metal sector, alloys are used in which predominate the metals zinc and copper, being lead, cadmium, manganese and nickel, metals that can be found in the form of impurities. According to Brazilian legislation's (Ministry of Work) only lead in blood and cadmium in urine are regulated as biological monitoring of exposure. In the present study, methods based on graphite furnace atomic absorption spectrometry and zeeman background correction were validated for quantification of Pb-B, Cd-U, Mn-U and Ni-U, and 273 male individuais (178 exposed group and 95 non exposed - control group), working in 8 sanitary metal foundries, in Loanda, Paraná, a state located in the south of Brazil, were evaluated. The levels of Pb-B were higher than the international permissible limit. Relatively low concentrations were found for the other evaluated metals: Cd-U, Mn-U and Ni-U, thus lead can be considered, in this case, the main problem, associated with metallic fumes. Corrective measures in the work environment were proposed and implemented, thus the four metais were evaluated in two distinct situations (biological determinations were done before and after the modifications). The results of the second evaluation showed reductions those were statistically significant. The means obtained in the two determinations were 42,74µg/dL and 26,54µg/dL for Pb-B; 0,269 and 0,015µg/g creatinine for Cd-U; 1,94 and 0,39µg/g creatinine for Mn-U and 1,82 and 0,68µg/g creatinine for Ni-U, with leveis of significance (p) < 0,05, thus evidencing the importance of the adequacy of the work environment in the guarantee of safe exposures for the workers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-01-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.