• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.9.2004.tde-03072008-093347
Documento
Autor
Nome completo
Maurício Yonamine
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Silva, Ovandir Alves (Presidente)
Carvalho, Dermeval de
Greve, Julia Maria D Andrea
Leyton, Vilma
Pinto, Terezinha de Jesus Andreoli
Título em português
A saliva como espécime biológico para monitorar o uso de álcool, anfetamina, metanfetamina, cocaína e maconha por motoristas profissionais
Palavras-chave em português
Álcool
Anfetaminas
Cocaína
Maconha
Saliva
Resumo em português
O uso indiscriminado de substâncias psicoativas por motoristas e suas conseqüências no trânsito têm sido objeto de grande preocupação por parte de especialistas e da sociedade em geral. O Código de Trânsito Brasileiro de 1997 determina como infração gravíssima "dirigir sob a influência de álcool, em nível superior a seis decigramas por litro de sangue, ou de qualquer substância entorpecente ou que determine dependência física ou psíquica". Desta forma, o presente trabalho teve como intuito investigar a utilização da saliva como espécime biológico para verificar o uso de álcool e drogas (anfetamina, metanfetamina, cocaína e maconha) por motoristas no trânsito. Para alcançar esse objetivo, um método foi desenvolvido e validado para determinação seriada desses analitos em uma única alíquota de saliva, utilizando a técnica de headspace e a microextração em fase sólida (SPME). Amostras coletadas aleatoriamente de motoristas de caminhão (n=561) que trafegavam em rodovias de São Paulo foram submetidas ao método proposto. Do total de amostras de saliva analisadas, 17 (3,0%) apresentaram resultado positivo, sendo 8 para etanol, 4 para anfetamina, 2 para cocaína, 2 para tetraidrocanabinol (THC) e 1 para cocaína e THC. A pesquisa retrata de forma pioneira no Brasil a utilização da saliva como possível amostra biológica para monitorar motoristas que estariam dirigindo sob a influência de drogas.
Título em inglês
Saliva as biological specimen for screening the use of alcohol, amphetamine, methamphetamine, cocaine and marijuana by professional drivers
Palavras-chave em inglês
Alcohol
Amphetaminas
Cocaine
Marijuana
Saliva
Resumo em inglês
The consequences of car accidents in the traffic when psychoactive drugs are abused by professional drivers are of great concern of specialists in the subject as well as of the general population. For the Brazilian Traffic Code of 1997 to drive under the influence of alcohol, with blood leveI superior to six decigrams per liter, or any other psychoactive drug which causes physical or psychic dependence is considered an infraction in which the transgressor is subject to heavy penalties. The objective of this work was to investigate the possibilities of using saliva as biological samples to screen the use of alcohol and drugs (amphetamine, methamphetamine, cocaine and marijuana) by traffic drivers. In order to achieve this aim, a method was developed and validated for the serial determination of those analites in a single aliquot of a saliva sample. Gas-chromatographic/ headspace for the determination of alcohol and solid phase microextraction (SPME) for the determination of the other drugs were used in the analyses. Samples collected at random from truck drivers (n=561) in public roads in the city of São Paulo were analyzed by the proposed method. The obtained results were: 17 (3.0%) of all analyzed saliva samples were found to be positive, being 8 for ethanol, 4 for amphetamine, 2 for cocaine, 2 for tetrahydrocannabinol (THC) and 1 for cocaine and THC simultaneously. This study pioneered in Brazil the use of saliva as a very convenient biological sample to screen individuaIs driving under the influence of drugs
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-07-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.