• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.9.2001.tde-08032010-172454
Documento
Autor
Nombre completo
Adriana Bugno
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2001
Director
Tribunal
Pinto, Terezinha de Jesus Andreoli (Presidente)
Bou-Chacra, Nádia Araci
Santoro, Maria Inês Rocha Miritello
Título en portugués
Esterilidade: validação de metodologia e propostas de otimização de resultados
Palabras clave en portugués
Condições de incubação
Esterilidade
Medicamento
Métodos de inoculação
Validação
Resumen en portugués
Este trabalho consiste em um estudo sobre os parâmetros para validação de metodologia para teste de esterilidade. As qualificações das instalações e dos operadores são consideradas etapas integrantes na validação analítica, cuja finalidade abrange minimizar a ocorrência de resultados falso-positivos e falso-negativos. Foram comparadas as eficiências de três métodos de teste de esterilidade empregando inoculação direta, inoculação indireta nos moldes convencionais e inoculação indireta em sistema fechado quanto à detecção do crescimento de diferentes tipos de microrganismos normalmente encontrados como contaminantes em produtos farmacêuticos Aspergillus niger, Bacillus subtilis, Candida albicans, Clostridium sporogenes, Escherichia coli, Micrococcus luteus, Pseudomonas aeruginosa, Saccharomyces cerevisiae e Staphylococcus aureus. Cada um deles foi inoculado em amostras constituídas de frascos plásticos de 10 mL de solução fisiológica em três diferentes níveis de contaminação: 5, 10 e 50 UFC/10 mL. Utilizou-se nos testes diferentes tipos de meios de cultura meio de caseína de soja, meio de tioglicolato, meio Sabouraud e meio Clausen bem como distintas temperaturas de incubação 12, 22, 32 e 42 ºC durante um período de incubação de 28 dias. Os resultados demonstraram que as metodologias aplicadas apresentam diferenças significativas na eficiência de detecção de contaminantes, mesmo quando atendidas condições de equivalência quanto ao número de amostras e volume unitário submetidos ao teste. Verificou-se que as condições preconizadas nos compêndios farmacopeicos quanto aos tipos de meio de cultura, meio de caseína de soja e meio de tioglicolato, as temperaturas de incubação, 22 e 32 ºC, bem como o período de incubação de 14 dias, apresentaram os melhores resultados na detecção de contaminantes microbiológicos.
Título en inglés
Sterility test: analytical validation and proposal for results improvement
Palabras clave en inglés
Incubations conditions
Inoculation methods
Sterility test
Validation
Resumen en inglés
This paper aims the study of parameters used for validation of methods for sterility tests. Installation and operators qualification are considered a step for analytical validation, in order to reduce the occurrence of false-positive and false-negative results. The efficiency of three methods for sterility tests with direct, conventional indirect and closed system indirect inoculation (Steritest®) was submitted to a comparative study concerning their capacity of growth detection of different types of microorganisms that are most frequently found as contaminants of pharmaceutical products Aspergillus niger, Bacillus subtilis, Candida albicans, Clostridium sporogenes, Escherichia coli, Micrococcus luteus, Pseudomonas aeruginosa, Saccharomyces cerevisiae and Staphylococcus Aureus. Each of them was inoculated in samples of plastic bottles of phisiological solution (10 mL) in three different levels of contamination: 5, 10 and 50 CFU/10 mL. Different types of culture media were used soybean casein, thioglycollate, Sabouraud and Clausen as well as different temperatures of incubation 12, 22, 32 and 42 ºC during an incubation period of 28 days. The results showed significant differences between the methodologies applied in what concerns the detection of contaminantion, even an equivalent number of samples and content of each unit submited to test. The best results for microbial contaminants detection were obtained as described in pharmacopeias in what concerns the types of culture medium, soybean casein media and thioglycollate media, the temperatures of incubation, 22 and 32 ºC, and the incubation period of 14 days.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2010-03-09
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.