• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.9.2016.tde-09112016-112132
Documento
Autor
Nome completo
Tati Ishikawa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Kato, Edna Tomiko Myiake (Presidente)
Ferraz, Helena Onishi
Silva, Geraldo Alves da
Varanda, Eliana Aparecida
Yoshida, Massayoshi
Título em português
Estudo fitoquímico e biológico do cambucá Plinia edulis (Vell.) Sobral - Myrtaceae
Palavras-chave em português
Anti-histamínicos H2 (Análise; Estudo)
Antioxidantes (Avaliação)
Antiúlcera
Citotoxicidade
Fitoquímica (Estudo)
Flavonóides
Myrtales (Avaliação; Pesquisa)
Plinia edulis
Produtos naturais
Triterpenos
Úlcera
Resumo em português
Plinia edulis (Myrtaceae), espécie arbórea popularmente conhecida como cambucá, é nativa da Mata Atlântica brasileira. Apesar do emprego na medicina tradicional em diversas moléstias, incluindo distúrbios gástricos, não existem estudos relacionando as atividades biológicas e os constituintes químicos da espécie. Esta tese relata a avaliação da gastroproteção, da atividade antioxidante, da citotoxicidade e da mutagenicidade do extrato etanol/água de folhas de P. edulis e das frações. Com o objetivo de correlacionar os metabólitos secundários com a eficácia da droga vegetal na medicina tradicional, o extrato foi submetido à partição e posterior fracionamento cromatográfico. O extrato apresentou atividade gastroprotetora significativa em modelo de indução de úlceras por etanol acidificado em ratos em doses de 100, 200 e 400 mg/kg via oral, sendo mais ativo que o fármaco de referência lansoprazol. Entre as frações, a hexânica (100 mg/kg p.o.) foi a mais eficaz, mas apresentou menor atividade do que o extrato bruto. A gastroproteção do ácido ursólico também foi avaliada, mas embora outros triterpenos sejam conhecidos como gastroprotetores, o ácido ursólico (50 mg/kg p.o.) reduziu a área lesionada, mas não apresentou atividade significativa no modelo empregado. O extrato não evidenciou mutagenicidade na concentração de 20 mg/placa no Ensaio de Ames e apresentou atividade antioxidante pronunciada, com CE50 de 5,75 µg/mL no ensaio com DPPH e valor de ORAC de 3.948 µmol de Trolox/g de extrato. O extrato e as frações foram avaliados quanto à citotoxicidade em linhagens de células tumorais humanas de UACC62 (melanoma), MCF-7 (mama), NCI 460 (pulmão), OVCAR03 (ovário), PC-03 (próstata), HT-29 (cólon), 786-0 (rins), NCI-ADR (mama com fenótipo de resistência a múltiplos fármacos) e linhagem de células normais de ovário de hamster chinês (CHO) in vitro. O extrato e as frações apresentaram citotoxicidade seletiva dose-dependente em células cancerígenas e atividade proliferativa em células normais. A partir das frações de hexano e acetato de etila foram identificados β-amirina, lupeol, β-sitosterol, ácido oleanólico, ácido ursólico, ácido maslínico, ácido corosólico, galato de etila, ácido gálico, quercitrina, miricitrina e quercetina por meio de análises espectrométricas. Estes resultados dão suporte à utilização popular desta espécie e estão provavelmente associados à presença dos flavonóides e triterpenos identificados no extrato.
Título em inglês
Phytochemical and Biological Studies of cambucá - Plinia edulis (Vell.) Sobral Myrtaceae
Palavras-chave em inglês
Antihistamines H2 (Analysis; Study)
Antioxidants (Evaluation)
Antiulcer
Cytotoxicity
Flavonoids
Myrtales (Evaluation; Research)
Natural products
Phytochemistry (Study)
Plinia edulis
Triterpenoids
Ulcer
Resumo em inglês
Plinia edulis (Myrtaceae), an arboreous species popularly known as cambucá, is native in Brazilian Atlantic Rain Forest. Despite its traditional uses in many diseases, which include gastric disorders, no reports are available on the relationship between the biological activities of its extract and its chemical constituents. This thesis reports the evaluations of the the aqueous ethanol extract of leaves of P. edulis and its fractions on gastroprotective effect, antioxidant capacity, cytotoxicity and mutagenicity of. In order to correlate the secondary metabolites and the efficacy of the crude drug in traditional medicine, the extract was submitted to solvent partition followed by chromatographic fractionation. The extract exhibited significant gastroprotective effect on HCl/ethanol-induced ulcers in rats at doses of 100, 200 and 400 mg/kg p.o., even more active than the reference drug lansoprazole. Among the fractions, the hexane fraction (100 mg/kg p.o.) was the most effective, but showed lower activity than the crude extract. In addition, the gastroprotective effect of ursolic acid was evaluated. Although others triterpenes are well known as gastroprotective agents, ursolic acid (50 mg/kg p.o.) reduced the lesion area, but did not show significant activity on this model. The extract did not show mutagenicity at the concentration of 20 mg/plate in the Ames test and exhibited high antioxidant activity, with EC50 of 5.75 µg/mL on the DPPH assay and ORAC value of 3948 µmol Trolox/g of extract. The extract and its fractions were evaluated for cytotoxic activity against human tumour cell lines as UACC62 (melanoma), MCF-7 (breast), NCI 460 (lung, non-small cells), OVCAR03 (ovarian), PC-03 (prostate), HT-29 (colon), 786-0 (renal), NCI-ADR (breast expressing phenotype multiple drugs resistance) and CHO (Chinese Hamster Ovary) normal cell line in vitro. The extract and its fractions showed selectively dose-dependent cytotoxicity against cancer cells and proliferative activity in normal cells. The hexane and ethyl acetate fractions yielded β-amyrin, lupeol, β-sitosterol, oleanolic acid, ursolic acid, maslinic acid, corosolic acid, ethyl gallate, gallic acid, quercitrin, myricitrin and quercetin, which were identified based on spectrometric analyses. These results provide scientific support to the traditional use of this species, which are probably associated with the flavonoids and triterpenoids identified in the extract.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-11-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.