• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.9.2017.tde-01082017-145620
Documento
Autor
Nombre completo
N'Zi André Konan
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2006
Director
Tribunal
Bacchi, Elfriede Marianne (Presidente)
Brito, Alba Regina Monteiro Souza
Kato, Edna Tomiko Myiake
Suffredini, Ivana Barbosa
Varanda, Eliana Aparecida
Título en portugués
Estudo farmacognóstico e toxicológico de Anacardium occidentale Linn. (Anacardiaceae) Clone CCP-76
Palabras clave en portugués
Antibacteriana
Antiúlcera
Cajú (Aplicações terapêuticas;Estudo)
Farmacognosia
Mutagenicidade
Polifenóis,Toxicidades
Produtos naturais (Aplicações terapêuticas; Estudo)
Resumen en portugués
Os extratos totais, assim como os compostos fenólicos isolados de diferentes partes de Anacardium occidentale conhecido popularmente no Brasil como cajueiro mostraram atividades antiúlcera e antibacteriana. O objetivo deste trabalho foi a verificação destas atividades nas folhas, estudo farmacobotânico, químico e toxicológico. Para a analise anatômica foram utilizados cortes do terço mediano inferior da lâmina fotiar. Nesta, as epidermes em vista frontal apresentam cutícula estriada, na face abaxial, a epiderme é constituída de células de formato poligonal, com paredes bem justapostas. Na face adaxial, as células são de paredes espessas, ligeiramente onduladas. A mesma é constituída de estômatos de tipo anomocítico e de tricomas glandulares de forma ovóide. O mesófilo é constituído de duas camadas de parênquima paliçádico, espessas, de forma quase regular e de parênquima lacunoso com células de forma irregular, envolvendo os feixes vasculares de nervuras secundarias. Extensões de fibras são observadas no mesófilo. A nervura mediana possui um colênquima desenvolvido e ductos são encontrados no floema assim como no parênquima medular. Drusas são encontradas no parênquima lacunoso assim como no parênquima fundamental e no colênquima. A partir da triagem fitoquímica, da cromatografia em camada delgada, cromatografia liquida de alta eficiência e cromatografia liquida acoplada a espectrometria de massa, verificou-se a presença nas folhas de cajueiro de compostos polifenólicos, particularmente de heterosídeos flavonóidicos. As estruturas de flavonóide que parecem ser mais evidentes, de acordo com a cromatografia liquida acoplada a massa, são principalmente os heterosídeos da quercetina. O extrato etanol 70% liofilizado das folhas do cajueiro foi submetido ao modelo agudo da úlcera gástrica em ratos e a ensaio antibacteriano, ensaiando as linhagens de Staphylococcus aureus ATCC 25923, Escheríchía coli ATCC 35218 e ATCC 25922, Pseudomonas aerugínosa ATCC 27853 e de Campylobacter coli. Na úlcera aguda, a área relativa de lesão ulcerativa foi diminuída de 98% na dose 400mg/kg, em relação ao controle. A partir de um estudo de doses crescentes sobre a inibição de úlcera, a DE50 foi calculada como 150 mg/kg e as doses de extrato maiores ou iguais a 100 mg/kg exibiram uma inibição de lesão ulcerativa melhor que o lansoprazol 30mg. A fração metanólica, que inibiu as ulcerações de 88,20%, deve conter alguns dos princípios ativos da atividade antiúlcera. Quanto ao teste antimicrobiano, foram obtidas concentrações inibitória mínima e bactericida mínima, iguais a 320 µg/mL, particularmente com a linhagem Staphylococcus aureus, a partir do extrato bruto e da sua fração rica em flavonóides. A partir de ensaio de toxicidade aguda em camundongos e ratos, a DL50 do extrato bruto foi considerada superior a 2000 mg/kg. Foi feito um estudo de toxicidade de administração reiterada em 30 e 90 dias. Baseados em analises bioquímicas para avaliação da função renal e da função hepato-biliar, os parâmetros uréia, creatinina, transaminases, proteína total, albumina, colesterol e cálcio tendem a comprovar que o produto é bem tolerado pelo organismo dos ratos. Este fato é também confirmado pelo estudo hematológico e pela histopatologia, não ocorrendo alterações, após administração subaguda do extrato em ratos. O potencial mutagênico foi avaliado através do teste de Ames e do teste do micronúcleo de medula óssea em camundongo. Foi obtido indício de indução de "frameshift" e substituição de pares de bases. Na dose de 2000mg/kg, o extrato de cajueiro parece induzir danos nos cromossomos porém, o fenômeno parece ser extremamente inferior (p<0,001) ao efeito clastogênico induzido pela ciclofosfamida, utilizada como agente mutagênico de referência.
Título en inglés
Pharmacognostic and toxicological study of Anacardium occidentale Linn. (Anacardiaceae) Clone CCP-76
Palabras clave en inglés
Anti-ulcer
Antibacterial
Cajú (Therapeutic applications
Mutagenicity
Natural products (Therapeutic applications
Pharmacognosy
Polyphenols
Study)
Toxicities
Resumen en inglés
Crude extracts as well as phenolics isolated from the bark or the fruit of Anacardium occidentale popularly known as cajueiro in Brazil, showed antiulcer and antibacterial effects. The aim of this work was to verify those effects in the leaf, botanical, chemical and toxicological studies. Ultrastructure of the leaf was carried on. Cross-sections from the third inferior part of the leaf blade were used. Cashew leaf contains uniseriate epidermis with a sub-eperdimic layer, anomocytic stomata and glandular ovoid trichomes on the inferior surface. The mesophyll exhibits two cell layers of palisadic parenchyma and a lacunose parenchyma containing vascular bundles of the secondary nervures. The median nervure contains a developed collenchyma. Several druses of calcium oxalate are present in the fundamental parenchyma, lacunose parenchyma and in the collenchyma. Resin ducts are also observed in the phloem as well as in the medullar parenchyma. Extensions of sclerenchymatous fibres are observed in the mesophyll. By phytochemical analyses using TLC, HPLC-DAD and positive ions LC-ESIMS, we verified the presence of polyphenols in cashew leaves particularly heterosids of flavonoids. From LC-ESI-MS, evident structures of flavonoids seemed to be heterosids of quercetin. Ethanol 70% extract of cashew leaves was used for antiulcer and antibacterial essays. With extract dose 400mg/kg, ulcer lesions induced by HCL/ethanol 60% in rats, decreased about 98%. By a dose-response effect study, ED50 was evaluated about 150 mg/kg. Extract doses higher than 100mg/kg showed potential of lesion inhibition superior to lansoprazol 30mg. Extract methanolic fraction that gave 88,20% of ulcer inhibition likely contains the principie active of the antiulcer effect. Using bacterial strains, Staphylococcus aureus ATCC 25923, Escherichia coli ATCC 35218 and ATCC 25922, Pseudomonas aeruginosa ATCC 27853 and a clinical isolate Campylobacter coli, for antibacterial essay, the ethanolic extract and one fraction rich in flavonoids were only active in S. aureus with MIC and MBC equal to 320 µg/mL. Acute, 30-day and 90-day subacute toxicity studies were carried out. Crude extract DL50 was superior to 2000mg/kg. Based on biochemical analyses for the evaluation of renal and hepato-biliary functions, level of urea, creatinine, transaminases, total protein, albumin, bilirubin, cholesterol and calcium proved that the extract is biologically tolerated by rat organismo This result was also confirmed by studies in hematology and histopathology. Genotoxity was accessed by Ames test in Salmonella typhimurium strains TA97, TA98, TA100, TA102 and bone marrow micronucleus test in mice. The extract exhibited sign of frameshift and base pairs substitution. Extract dose 2000mglkg seemed to induce damage in the chromosomes however; the activity was extremely inferior to the c1astogenic effect induced by ciclophosphamide.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2017-08-01
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.