• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Thèse de Doctorat
DOI
https://doi.org/10.11606/T.9.2003.tde-22022022-113227
Document
Auteur
Nom complet
Rosilene Fressatti Cardoso
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2003
Directeur
Jury
Hirata, Mario Hiroyuki (Président)
Leão, Sylvia Luisa Pincherle Cardoso
Leite, Clarice Queico Fujimura
Mamizuka, Elsa Masae
Melo, Fernando Augusto Fiuza de
Titre en portugais
Análise de mutações nos genes relacionados com resistência a isoniazida (INH) em isolados clínicos de 'Mycobacterium tuberculosis' de origem brasileira
Mots-clés en portugais
Antiparasitários (Resistência)
Mycobacterium Tuberculosis (Resistência)
Quimioterápicos (Resistência)
Técnicas Histológicas (Uso)
Resumé en portugais
No presente estudo realizou-se a triagem para detecção de mutações nos genes katG, kasA, inhA, e região intergênica oxyR-ahpC pela PCR-SSCP e a confirmação por seqüenciamento semi-automático, em 97 isolados resistentes e 60 sensíveis a INH, de M. tuberculosis de origem brasileira. Foi também, investigado a freqüência destas mutações. A determinação da concentração inibitória mínima (CIM) para os isolados resistentes foi realizada pela técnica de Alamar Blue (MABA). A caracterização molecular dos isolados sensíveis e resistentes a INH, foi feita por "Spoligotyping" da região hipervariável locus DR. Foi obtido 40 diferentes padrões de "Spoligotyping" para os 97 isolados clínicos resistentes e um total de 30 para os 60 isolados sensíveis de M. tuberculosis. Nenhum isolado estudado apresentou o gene katG deletado na integra. No entanto, encontrou-se um isolado com deleção na região 3' neste gene e uma alta porcentagem de mutação (85,6%); principalmente no codon 315 (61,9%). Foram detectadas 25 novas mutações ainda não descritas na literatura entre os isolados resistentes, no gene KatG, assim como 25,8% dos isolados resistentes apresentaram mutação na região promotora e 5,82% na região estrutural do gene inhA e 10,3% na região intergênica oxyR-ahpC sendo uma mutação (-48) ainda não descrita na literatura. No gene kasA, foram observadas mutações tanto em isolados sensíveis como em resistentes a INH. A mutação mais frequente observada nesse gene foi no codon 269 que causou a alteração G269S (23,7%). Algumas mutações silenciosas, em menor porcentagem, foram detectadas somente nos isolados sensíveis. A técnica de PCR-SSCP demonstrou boa sensibilidade, detectando 90, 7% das mutações analisando 5 regiões gênicas (região adjacente ao codon 315 do gene katG, região promotora e estrutural do gene inhA e região intergênica oxyR-ahpC). Concordância de 100% foi verificado entre as técnicas de PCR-SSCP e de seqüenciamento. Portanto pode-se concluir que a triagem por PCR-SSCP pode ser utilizada com segurança para essa finalidade.
Titre en anglais
Análise de mutações nos genes relacionados com resistências a isoniazida (INH) em isolados clínicos de Mycobacterium tuberculosis de origem brasileira
Mots-clés en anglais
Antiparasitários (Resistência)
Mycobacterium Tuberculosis (Resistência)
Quimioterápicos (Resistência)
Técnicas Histológicas (Uso)
Resumé en anglais
No presente estudo realizou-se a triagem para detecção de mutações nos genes katG, kasA, inhA, e região intergênica oxyR-ahpC pela PCR-SSCP e a confirmação por seqüenciamento semi-automático, em 97 isolados resistentes e 60 sensíveis a INH, de M. tuberculosis de origem brasileira. Foi também, investigado a freqüência destas mutações. A determinação da concentração inibitória mínima (CIM) para os isolados resistentes foi realizada pela técnica de Alamar Blue (MABA). A caracterização molecular dos isolados sensíveis e resistentes a INH, foi feita por "Spoligotyping" da região hipervariável locus DR. Foi obtido 40 diferentes padrões de "Spoligotyping" para os 97 isolados clínicos resistentes e um total de 30 para os 60 isolados sensíveis de M. tuberculosis. Nenhum isolado estudado apresentou o gene katG deletado na integra. No entanto, encontrou-se um isolado com deleção na região 3' neste gene e uma alta porcentagem de mutação (85,6%); principalmente no codon 315 (61,9%). Foram detectadas 25 novas mutações ainda não descritas na literatura entre os isolados resistentes, no gene KatG, assim como 25,8% dos isolados resistentes apresentaram mutação na região promotora e 5,82% na região estrutural do gene inhA e 10,3% na região intergênica oxyR-ahpC sendo uma mutação (-48) ainda não descrita na literatura. No gene kasA, foram observadas mutações tanto em isolados sensíveis como em resistentes a INH. A mutação mais frequente observada nesse gene foi no codon 269 que causou a alteração G269S (23,7%). Algumas mutações silenciosas, em menor porcentagem, foram detectadas somente nos isolados sensíveis. A técnica de PCR-SSCP demonstrou boa sensibilidade, detectando 90, 7% das mutações analisando 5 regiões gênicas (região adjacente ao codon 315 do gene katG, região promotora e estrutural do gene inhA e região intergênica oxyR-ahpC). Concordância de 100% foi verificado entre as técnicas de PCR-SSCP e de seqüenciamento. Portanto pode-se concluir que a triagem por PCR-SSCP pode ser utilizada com segurança para essa finalidade.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2022-02-22
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2022. Tous droits réservés.