• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.9.2009.tde-26042010-111448
Documento
Autor
Nome completo
Ivana Lavanda
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Colli, Célia (Presidente)
Fisberg, Regina Mara
Lobo, Alexandre Rodrigues
Título em português
Avaliação bioquímica e do consumo alimentar de cálcio de gestantes no terceiro trimestre gestacional
Palavras-chave em português
Avaliação nutricional
Cálcio
Gestantes
Reabsorção óssea
Resumo em português
Na gravidez, a deficiência de cálcio tem sido associada a complicações como pré-eclâmpsia, hiperparatireoidismo, osteoporose e desnutrição, o que aumenta a frequência de crianças pré-termo, de baixo peso e pequenas para a idade gestacional (PIG). Este estudo teve como objetivo avaliar o estado nutricional de cálcio em gestantes no terceiro trimestre gestacional, utilizando como parâmetros a ingestão dietética, o cálcio urinário e o telepeptídio carboxiterminal do colágeno (CTx) no plasma. Cinquenta e duas gestantes foram selecionadas no Serviço de Obstetrícia do HU-USP. As participantes responderam um registro alimentar (3 dias) e um recordatório de 24h. Para a análise dos alimentos consumidos foi utilizado o software Nutriquanti (GALANTE & COLLI, 2007). Verificou-se a distribuição normal da ingestão de cálcio e ajustaram-se os dados pela energia de acordo com o método do nutriente residual, posteriormente corrigidos pela variabilidade intrapessoal e interpessoal. Só uma gestante teve ingestão maior do que a AI (1.000 mg/d), sendo, portanto, a única que teve ingestão de Ca adequada, segundo a referência AI. Por outro lado, considerando o CTx (não aumentado em relação ao Intervalo de Referência), e considerando que 60% das gestantes apresentam hipercalciuria, supõe-se que o equilíbrio de Ca se deu pela absorção intestinal e a reabsorção renal e não pela reabsorção óssea, indicando ingestão de Ca adequada (612 ±187 mgCa/d).
Título em inglês
Biochemical assessment and evaluation of food Ca intake in pregnant women in the last third of pregnancy
Palavras-chave em inglês
Bone resorption
Calcium
Nutritional evaluation
Pregnant
Resumo em inglês
During pregnancy, calcium deficiency has been associated with complications such as pre-eclampsia, hyperparathyroidism, osteoporosis and malnutrition, which increase the frequency of preterm babies, low-weighed and small for their gestational age (SGA). This study aimed to evaluate calcium nutritional status of pregnant women in the last third of pregnancy, using diet intake, urinary calcium and plasma colagen carboxy-terminus telepeptide (CTx) as parameters. Fifty-two pregnant women were selected in the Obstetrics Service of the University Hospital (HU-USP). The subjects completed a food-consumption record (3 days) e a 24-h record. For the consumed-food analysis, Nutriquanti software (GALANTE & COLLI, 2007) was used. A normal distribution of calcium intake was observed when the data were adjusted for energy according to the residual-nutrient method and corrected to consider intrapersonal and interpersonal variability afterwards. Only one pregnant woman showed a higher intake than the AI (1.000 mg/day), and therefore only this one is considered to present an adequate Ca intake when the reference is the AI. On the other hand, considering that CTx was not increased in relation to the Reference Interval and that 60% of the pregnant women presented hypercalciuria, we can say that Ca balance was due to intestinal absorption and renal resorption rather than bone resorption, thus indicating an adequate Ca intake (612 ±187 mgCa/day).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-04-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.