• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.9.2007.tde-13112007-191101
Documento
Autor
Nome completo
Alessandra Vieira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Moreno, Fernando Salvador (Presidente)
Barbisan, Luis Fernando
Dagli, Maria Lucia Zaidan
Título em português
Geraniol, mas não beta-ionona ou associação desses isoprenóides, possui atividade quimiopreventiva em ratos submetidos a modelo de carcinogênese de cólon
Palavras-chave em português
Alimentos (Avaliação; Administração)
Beta-ionona
Carcinogênese de cólon
Geraniol
Neoplasias (Prevenção e controle)
Nutrição experimental
Quimioprevenção
Quimioterapia (Prevenção e controle)
Resumo em português
Diversos estudos epidemiológicos têm demonstrado que isoprenóides presentes em frutas e hortaliças possuem ação protetora contra o desenvolvimento de câncer. Objetivou-se, no presente trabalho, avaliar as eventuais atividades quimiopreventivas dos isoprenóides geraniol (GO) e beta-ionona (BI) quando administrados a ratos Wistar, isoladamente ou em associação, continuamente durante as etapas de iniciação e pós-iniciação de modelo de carcinogênese de cólon induzida por dimetilhidrazina. A atividade quimiopreventiva desses compostos foi observada microscopicamente por meio da análise de Focos de Criptas Aberrantes (FCAs) em cólons corados com azul de metileno (0,02%). Verificou-se que, em comparação ao grupo controle apenas os ratos tratados com GO, mas não com BI, apresentaram redução (p≤0,05) do número de lesões pré-neoplásicas (FCAs), no cólon distal, tanto em relação ao número de focos totais quanto aqueles com número maior ou igual do que quatro criptas. Por outro lado, somente tratamento com BI foi capaz de reduzir a concentração de colesterol plasmático total. Posteriormente, raspagem da mucosa colônica foi utilizada para a avaliação de danos no DNA pelo método do "Cometa". Em comparação ao grupo controle, tratamentos com GO, BI e GO+BI reduziram (p≤O,05) o comprimento dos cometas indicando, dessa forma, diminuição de danos no DNA. Avaliou-se, ainda, a expressão de Bcl-2, em nível de proteína, em mucosas colônicas dos animais dos diferentes grupos pela técnica Western Blot. Foi possível notar uma redução nos valores da expressão pelos tratamentos com GO (p≤0,05). Embora somente o tratamento com GO tenha inibido a formação de FCAs, tratamentos com BI e GO+BI podem ter apresentado efeitos protetores por inibirem os danos do DNA que não foram suficiente para a inibição da formação e crescimento de lesões pré-neoplásicas.
Título em inglês
Geraniol, but not beta-ionone or association this isoprenoids, has chemopreventive activity in rats submitted to model of colon carcinogenesis
Palavras-chave em inglês
Beta-ionone
Chemoprevention
Chemotherapy (Prevention and control)
Colon carcinogenesis
Experimental nutrition
Food (Evaluation;Administration)
Geraniol
Neoplasms (Prevention and control)
Resumo em inglês
Several epidemiologic studies have shown consistently that isoprenoids presents in fruits and vegetables have a protective action against cancer. The objective of this study was to evaluate the chemopreventive effects of isoprenoids geraniol (GO) and beta-ionone (BI) during the initiation and pós-initiation phases of in rats submitted to model of chemical colon carcinogenesis induced by dimethylhydrazine (DMH). Aberrant Crypt Focus (ACFs) were detected using a light microscope in colons stained with 0,02% methylene blue. Treatment with GO significantly suppressed the total number of ACF and ACFs ≥ 4 crypts per colon compared with the control group com oil (p≤0,05), mainly in the distal colon. In other hand, only treatment with BI reduced total plasma cholesterol levels compared with the control group (p≤0,05). Subsequently colonic mucosa scraping was used for asses DNA damage through comet assay and expressed as comet length. DNA damage was inhibited in our study by all treatments (p≤0,05). Analysis of Bcl-2 protein from colonic mucosa scraping by Western Blot showed that treatment with GO reduced the values of expression de Bcl-2 (p≤0,05). Although the results of this study suggest that treatment with GO has chemopreventive effects, treatments with BI and GO+BI has initial protective action that maybe wasn't sufficient to reduce formation ACF.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-07-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.