• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.9.2020.tde-29062021-111036
Documento
Autor
Nome completo
Carlos Henrique Tersarotto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Franco, Bernadette Dora Gombossy de Melo (Presidente)
Landgraf, Mariza
Martins, Cecilia Geraldes
Telles, Evelise Oliveira
Título em português
Adesão, internalização e sobrevivência de Salmonella spp. e Listeria monocytogenes em mangas (Mangifera indica), variedade 'Tommy Atkins'
Palavras-chave em português
Adesão
Internalização
Listeria Monocytogenes
Manga
Salmonella spp
Sobrevivência
Resumo em português
Surtos de salmonelose e listeriose associados ao consumo de frutas inteiras ou minimamente processadas ocorrem com frequência. O objetivo deste estudo foi investigar a capacidade de adesão e internalização de Salmonella spp. e Listeria monocytogenes em mangas (Mangifera indica) variedade Tommy Atkins, em diferentes condições de contaminação experimental e tratamento hidrotérmico, bem como avaliar a multiplicação dos patógenos internalizados na polpa das frutas durante armazenamento em refrigeração (8oC ) e temperatura ambiente (25oC). O estudo foi conduzido com as cepas S. Enteritidis ATCC 13076, S. Thyphimurium ATCC 14028, L. monocytogenes ATCC 7644 e L. monocytogenes Scott A. Inicialmente as cepas foram avaliadas segundo o índice de hidrofobicidade e capacidade de formação de biofilme em poliestireno. A adesão à superfície da manga foi avaliada por técnicas microbiológicas e também pela técnica de microscopia eletrônica de varredura. A internalização foi avaliada a partir de inoculação na cicatriz do pedúnculo (6 log UFC/mL) e após tratamento hidrotérmico e imersão em solução contaminada (6 log UFC/mL), mantidas a 8 °C e a 25 °C por 24h, 5 e 10 dias. A sobrevivência foi avaliada através da inoculação em região demarcada, em cenário de baixo (2 log UFC/mL) e alto nível de contaminação (6 log UFC/mL), a 8 °C e 25 °C, nos tempos 0, 1, 2, 3, 5 e 10 dias. A adesão foi observada nos dois patógenos, mesmo após sucessivas lavagens, com diferença significativa (p<0,05) após 1h de exposição e observou-se presença de estruturas exopolissacarídicas em diferentes tempos e condições de temperatura. A internalização ocorreu em todas as amostras avaliadas e a região do pedúnculo foi a mais afetada pela contaminação, diferindo significativamente na comparação com a região blossom end (p<0,05) a 8 °C e 25 °C. A sobrevivência foi observada nas duas temperaturas até o décimo dia. A multiplicação a 8°C foi significativamente mais baixa (p<0,05). Os resultados demonstraram que a Salmonella spp e L. monocytogenes são capazes de aderir à superfície, de internalizar e se alastrar pela polpa e ainda sobreviverem por períodos consideráveis, em 8 °C e 25 °C. Esses dados poderão auxiliar produtores e órgãos de saúde no desenvolvimento de avaliações quantitativas de risco e no estabelecimento de medidas adequadas para evitar surtos.
Título em inglês
Adhesion, internalization and survival of Salmonella spp. and Listeria monocytogenes in mangoes (Mangifera indica), variety 'Tommy Atkins'
Palavras-chave em inglês
Adhesion
Internalization
Listeria monocytogenes
Mango
Salmonella spp
Survival
Resumo em inglês
Outbreaks of salmonellosis and listeriosis associated with the consumption of whole or minimally processed fruits occur frequently. The aim of this study was to investigate the ability of spp. and Listeria monocytogenes to adhere and internalize in mangoes (Mangifera indica) variety Tommy Atkins, under different conditions of experimental contamination and hydrothermal treatment, as well as evaluate the multiplication of the internalized pathogens in the fruit pulp during storage under refrigeration (8oC) and room temperature (25oC). The study was conducted with the strains S. Enteritidis ATCC 13076, S. Thyphimurium ATCC 14028, L. monocytogenes ATCC 7644 and L. monocytogenes Scott A. Initially the strains were evaluated according to the hydrophobicity index and capability to form biofilms on polystyrene surface. Adhesion to the mango surface was evaluated by microbiological techniques and also by scanning electron microscopy. Internalization was evaluated by inoculating the peduncle scar (6 log CFU / mL) and immersion of the fruits in contaminated solution (6 log CFU / mL) after hydrothermal treatment, during storage at 8 °C and 25 °C for 24h, 5 and 10 days. Survival was assessed by inoculation in a demarcated region, using low (2 log CFU / mL) and high level of contamination (6 log CFU / mL), and storage at 8 °C and 25 °C during 0, 1, 2, 3, 5 and 10 days. Adhesion was observed for both pathogens, even after successive washes, with a significant difference (p <0.05) after 1 h of exposure. Adhesion was mediated by exopolysaccharide structures, observed at different times and temperature conditions. Internalization occurred in all samples and the peduncle region was the most affected by the contamination, differing significantly in comparison with the blossom end region (p <0.05) at 8 °C and 25 oC. Survival was observed at both temperatures until the tenth day. The multiplication at 8 °C was significantly lower than at 25 oC (p <0.05). The results showed that Salmonella spp and L. monocytogenes were able to adhere to the surface, to internalize and spread through the pulp and still survive for considerable periods, at 8 °C and 25 °C. This data may help producers and health agencies to develop quantitative risk assessments and to establish appropriate measures to prevent outbreaks.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-07-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.