• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Lucillia Rabelo de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Mancini Filho, Jorge (Presidente)
Bragagnolo, Neura
Gioielli, Luiz Antonio
Título em português
Avaliação dos compostos fenólicos e das propriedades antioxidantes da polpa do pequi (Caryocar spp) processado e in natura
Palavras-chave em português
Atividade antioxidante
Compostos fenólicos
Pequi
Resumo em português
O pequi caracteriza-se por possuir expressiva quantidade de compostos fenólicos, que por apresentarem propriedades antioxidantes estão associados com a prevenção da formação de radicais livres. Além de ser consumido in natura, é também comumente consumido na forma processada. No entanto, sabe-se que os antioxidantes presentes nos vegetais podem ser afetados pela forma de processamento e provocam alterações dos teores de fenólicos totais (FT) bem como da sua atividade antioxidante. Este trabalho objetivou avaliar o teor de FT e as propriedades antioxidantes da polpa do pequi processado e in natura. Foram obtidos os extratos alcoólicos (EALC) e aquosos (EAQ), a partir de amostras liofilizadas de diversas polpas de pequi processado (em conserva) e também do in natura, bem como as frações de ácidos fenólicos livres (AFL), ésteres solúveis de ácidos fenólicos (AFS) e ésteres insolúveis de ácidos fenólicos (AFI) de pequi processado (CB1). Os EALC e EAQ, além dos líquidos provenientes das conservas (LC), foram avaliados quanto aos teores de FT, onde se verificou que os EAQ do pequi in natura, principalmente, e do processado tiveram um maior conteúdo de FT quando comparados aos EALC. Os LC, por sua vez, apresentaram valores médios ainda maiores que os EAQ. Com relação ao teor de FT das frações, a AFL se destacou diante da AFS e AFI. Os extratos, LC e frações foram avaliados quanto à atividade antioxidante in vitro pelo sistema β-caroteno/ácido linoléico e também pelo ensaio do radical DPPH (2,2 difenil-1-picril-hidrazila). No primeiro, verificou-se que os EAQ e LC do pequi apresentaram maior atividade que os EALC. Foi observada ainda atividade elevada em todas as frações analisadas. No segundo ensaio pelo método do radical DPPH, pode-se observar que os extratos aquosos do pequi in natura apresentaram maior atividade, enquanto que, no pequi processado, os extratos alcoólicos e os líquidos das conservas tiveram melhores resultados. Verificou-se também que a AFL possui atividade superior às outras frações. De uma maneira geral, os resultados do pequi processado foram inferiores aos do pequi in natura tanto em relação aos teores de FT como na atividade antioxidante. Verificando-se ainda, que isto se deve principalmente à perda dos FT da polpa, indicando que houve lixiviação destes compostos para os LC.
Título em inglês
Evaluation of phenolic compounds and antioxidant properties of pulp pequi (Caryocar spp) processed and fresh
Palavras-chave em inglês
Antioxidant activity
Pequi
Phenolic compounds
Resumo em inglês
Pequi characterized by having a significant amount of phenolic compounds, that are related with its antioxidant properties that are associated with the prevention of free radicals. Besides being eaten fresh, it is also widely consumed in processed form. However, it is known that the antioxidants present in plants can be affected by processing form and cause changes in the levels of total phenolic content (FT) and the antioxidant activity. The objective of this study was to evaluate the content of phenolic compounds and the antioxidant properties of the pequi pulp processed and fresh. Were obtained the alcoholic (EALC) and aqueous (EAQ) extracts from lyophilized samples of various pulps pequi processed (canned) and also in nature, as well as the fractions of free phenolic acids (AFL), soluble esters of phenolic acids (AFS) and insoluble esters of phenolic acids (AFI) of processed pequi (CB1). The EALC and EAq, besides the liquid from the canned (LC) were evaluated for the levels of FT, where it was found that the EAQ of the pequi in nature, mainly, and of the processed had, in general, a higher content of FT compared to EALC. The LC, in turn have showed that even greater EAQ. Regarding the content of FT of the fractions, the AFL stood in front of the AFS and AFI. The extracts, LC and fractions were also evaluated for their antioxidant activity in vitro by the system β-caroteno/ linoleic acid and by test DPPH (2,2-diphenyl-1-picryl hydrazyl). At first, it was found that the LC and EAQ of the pequi showed greater activity than the EALC. Still high activity was observed in all fractions analyzed. In the second test, we can observe that the EAQ of the pequi in nature showed greater activity, whereas in pequi processed, the EALC and LC had better results. It was also noted that the AFL has superior activity to other fractions. In general, the results of pequi processed were lower than in fresh pequi both in relation to content of FT as antioxidant activity. Verifying also, that this is mainly due to the loss of FT of the pulp, indicating that there was leaching of these compounds to the LC.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-07-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.