• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.89.2011.tde-20122011-092310
Documento
Autor
Nome completo
Andréa dos Reis Lemos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Sarti, Flávia Mori (Presidente)
Cury, Lucilene
Torres, Elizabeth Aparecida Ferraz da Silva
Título em português
Análise da comunicação de marketing no varejo de alimentos no Município de São Paulo
Palavras-chave em português
Ambiente alimentar
Comunicação no varejo
Consumo alimentar
Doenças crônicas não-transmissíveis
Obesidade
Políticas públicas de nutrição
Resumo em português
Uma das conseqüências da transição nutricional é a elevação da prevalência de obesidade na população mundial. Entre os fatores ambientais determinantes da escolha alimentar, destaca-se a influência dos meios de comunicação. O objetivo do estudo foi construir e aplicar um questionário para análise da comunicação de marketing no varejo de alimentos do município de São Paulo. Amostra propositiva de 52 setores censitários do município de São Paulo foi selecionada conforme níveis de IDH e densidade de indicadores ambientais para análise do marketing no varejo de alimentos para consumo imediato e domiciliar. A pesquisa identificou maior número de estabelecimentos de varejo de alimentos para consumo imediato (472) do que para consumo domiciliar (305). O volume de mensagens nos pontos-de-venda foi consideravelmente maior para alimentos industrializados (484) do que alimentos in natura (275). Registrou-se propaganda de alimentos em maior número de varejos de alimento para consumo imediato (47%) do que consumo domiciliar (20%). Identificou-se associação positiva entre renda e IDH em relação ao volume de propagandas de alimentos in natura que abordavam o conteúdo "saúde". Houve associação negativa entre renda e volume de propagandas para alimentos industrializados em "economia" e "saúde". O volume total de propagandas em estabelecimentos de alimentos para consumo domiciliar apresentou correlação negativa com IDH, enquanto no varejo de alimentos para consumo imediato houve correlação negativa com renda. Os resultados do presente trabalho apontam para a necessidade de maior esforço de pesquisa no que tange à propaganda de alimentos nos equipamentos de varejo de alimentos. O fortalecimento de ações de monitoramento de propagandas de alimentos nos equipamentos varejistas possibilitaria maior conformidade das mensagens das propagandas em relação à legislação de alimentos, em benefício da saúde do consumidor.
Título em inglês
Marketing communication analysis on food retail in the city of Sao Paulo
Palavras-chave em inglês
Food consumption
Food environment
Non-communicable chronic diseases
Obesity
Public policies in nutrition
Retail communication
Resumo em inglês
The nutrition transition presents as consequence an increase in obesity prevalence among worldwide population. Among environmental factors determining food choices of individuals, it is possible to point out the influence of mass media communication. The objective of the study is to structure and apply a questionnaire for the study of marketing communication in food retail at the city of Sao Paulo. 52 census sectors from Sao Paulo city were selected for data collection, according HDI and environmental variables, in order to allow the analysis on marketing communication on retail of food for immediate or household consumption. Results indicate that there are more retail stores of food for immediate consumption (472) than household consumption in Sao Paulo city. Volume of advertisement in food retail stores was considerably higher for processed foods (484) than in natura (275). Food advertisement was registered in higher number of retail stores of food for immediate consumption (47%) than in retail stores of food for household consumption (20%). There was a positive association between income and HDI in relation to the volume of advertisement for in natura foods approaching the "health" content. A negative association between income and volume of advertisement for processed foods was identified in relation to "economy" and "health" contents. The total volume of advertisement in retail stores of food for household consumption presented negative correlation in relation to HDI, while retail of food for immediate consumption had negative correlation in relation to income. Results obtained in the study indicate the need for joint efforts in research towards food advertisement in food retail stores. Strengthening of monitoring action in food advertisement located in retail stores may assure higher accomplishment food regulation patterns in relation to the messages published, benefiting the consumers' health.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-06-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.