• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.89.2020.tde-17122021-173626
Documento
Autor
Nombre completo
Jemima Giron
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2020
Director
Tribunal
Cyrillo, Denise Cavallini (Presidente)
Constantino, Maria Aparecida da Cruz
Diaz, Maria Dolores Montoya
Santos, Ana Lucia Padrão dos
Título en portugués
Projeto Esporte Cidadão: Avaliação de impacto do uma política pública voltada ao esporte educacional
Palabras clave en portugués
Atividade física
Avaliação de impacto
Bem-estar subjetivo
Estado nutricional
Políticas públicas
Qualidade de vida
Resumen en portugués
INTRODUÇÃO: A prática de atividade física deve ser continuamente estimulada pelos efeitos positivos que ela apresenta sobre o bem-estar físico e psicológico e porque a inatividade física pode agravar problemas físicos e emocionais. Devido aos seus benefícios, programas que incentivam a prática de atividade física têm recebido atenção em nosso país, demandando estudos de avaliação impacto sobre a saúde física e emocional de seus participantes. OBJETIVO: Avaliar o impacto do Projeto Esporte Cidadão da cidade de Indaiatuba/SP sobre o estado nutricional e a qualidade de vida de seus participantes. MÉTODO: Realizou-se um estudo longitudinal do tipo painel, (20182019), com dois grupos: Grupo Caso e Grupo Controle e duas variáveis de desfecho: estado nutricional (medidas antropométricas) e qualidade de vida (Escala Multidimensional de Satisfação com a Vida Infantil) O método adotado para a avaliação foi o de Diferenças em Diferenças. RESULTADOS: Foram avaliadas 30 crianças no Grupo Caso (média de 9,6 anos, DP ± 1,10 anos, sendo 53,33% meninos) e 41 crianças do Grupo Controle (média 8,9 anos, DP ± 0,77 anos, sendo 36,34% meninos). A média de idade dos responsáveis do grupo caso foi 36,96 anos (DP=7,09) e do grupo controle de 35,50 anos (DP=7,36); o estado civil casado (caso = 90% e controle = 77,5%) e a cor de pele branca (caso = 43,3% e controle = 60%) foram predominantes nos dois grupos. Houve uma proporção menor de chefes com baixa escolaridade no grupo caso do que a no grupo controle. Constata-se uma condição socioeconômica mais privilegiada entre as crianças do grupo caso sendo 43,3% na Classe B enquanto no grupo controle 22,0%. A estimação dos modelos mostrou que a participação no PEC não impactou nem o estado nutricional nem a qualidade de vida das crianças participantes, apenas o tamanho da família mostrou uma influência positiva estatisticamente significante sobre o estado nutricional, e a idade da criança sobre a qualidade de vida (uma relação negativa). DISCUSSÃO: Esses resultados contrapõem os achados recentes que apontam correlação estaticamente significativa entre a prática da atividade física regular e manutenção do peso adequado, medido através do IMC. Um fator que pode explicar a ausência de impacto positivo refere-se à frequência efetiva das crianças no projeto, aspecto que não foi possível controlar. Apesar da vasta literatura que aponta para a correlação entre estas variáveis, prática de atividade física, estado nutricional e qualidade de vida sob a ótica do bem-estar, os resultados aqui apresentados não chegaram às mesmas conclusões. Vale ressaltar que pesquisas que estudaram a relação entre atividade física e bem-estar subjetivo ainda são incipientes, indicando a necessidade de mais estudos. CONCLUSÃO: Neste estudo não foi possível constatar impacto do PEC sobre o estado nutricional e qualidade de vida, objetivos visados pelo Projeto Esporte Cidadão.
Título en inglés
Citizen Sport Project: Impact assessment of a public policy directed to educational sport
Palabras clave en inglés
Impact assessment
Nutritional status
Physical activity
Public policies
Quality of life
Subjective well-being
Resumen en inglés
INTRODUCTION: The practice of physical activity must be continuously stimulated, essentially in behalf of the positive effects it has on physical and psychological wellbeing; supplementary to that, physical inactivity is a factor that can aggravate physical and emotional problems. As a result of their benefits, programs that encourage the practice of physical activity have been receiving a growing focus in our country, and for this reason, it is important to assess the impact that these programs can take in the physical and emotional health of its participants. OBJECTIVE: To assess the impact of the Projeto Esporte Cidadão in the city of Indaiatuba / SP on the nutritional status and quality of life of its participants. METHODS: A panel data (20182019) was carried out with two groups: Case Group and Control Group and two outcome variables: nutricional status (anthropometric measures) and Quality of life (Multidimensional Scale of Satisfaction with Child Life). The impact of the program was estimated using the method Differences in Differences. RESULTS: Thirty children were evaluated in the Case Group (mean 9.6 years, SD ± 1.10 years, 53.33% being boys) and 41 children in the Control Group (mean 8.9 years, SD ± 0.77 years, being 36.34% boys). The average age of those responsible for the case group was 36.96 years (SD = 7.09) and for the control group, 35.50 years (SD = 7.36); the marital status "married (case = 90% and control = 77.5%)" and white skin color (case = 43.3% and control = 60%) were predominant in both groups. There was a lower proportion of heads with low education in the case group than in the control group. There is a more privileged socioeconomic condition among children in the case group, 43.3% in Class B, while in the control group 22.0%. The results of the Differences in Differences in Nutritional Status model show that only the size of the family showed a statistically significant positive influence over the nutriciional status and the children´s age over quality of life (a negative correlation). DISCUSSION: These results contradict the recent findings that point to a statistically significant correlation between the practice of regular physical activity and maintenance of adequate weight, measured through the BMI. One factor that may explain the absence of a positive impact is related to the effective frequency of children in the project, an aspect that was not possible to control. Despite the vast literature that points to the correlation between these variables: physical activity, nutritional status and quality of life from the perspective of well-being, the results presented here did not present the same conclusions. It is worth mentioning that research that compared subjective well-being to health-related operational variables is still embryonic, indicating the necessity of further research. CONCLUSION: Forasmuch no significant association was found, between the participation of the PEC and an improvement in the quality of life or nutritional status.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2021-12-21
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.