• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.87.2009.tde-30042010-090819
Documento
Autor
Nome completo
Flávia Mandolesi Pereira de Melo
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Melo, Itamar Soares de (Presidente)
Araujo, Janete Magali de
Oliveira, Valéria Maia de
Souza, Ana Olívia de
Vicente, Elisabete Jose
Título em português
Bioprospecção de Actinobactérias da rizosfera de milho ( Zea mays L.) com atividade antifúngica
Palavras-chave em português
Actinobactérias rizosféricas
Bioprospecção
Controle Biológico
Cromatografia
Metabólitos secundários
PKS
Resumo em português
Actinobactérias ocorrem em diversos ambientes e possuem grande potencial na produção de enzimas, antibióticos e fármacos. O presente trabalho teve como objetivo o isolamento, a identificação e a bioprospecção de actinobactérias da rizosfera de milho. Foram isoladas 60 linhagens de actinobactérias de plantas sadias de milho, cultivadas em diferentes regiões do Estado de São Paulo. Os isolados com maior atividade, CCMA30 e CCMA33, foram identificados por meio do seqüenciamento parcial do gene 16S rRNA como pertencentes à espécie Streptomyces griseorubiginosus, nestes isolados foi também detectada a presença de genes PKS.O fracionamento do extrato bruto da linhagem CCMA 33 revelou que a fração 7 (m/z 719-768) com atividade antifúngica, foi submetida a fragmentação (MS/MS), onde pelas buscas no dicionário de produtos naturais confirmou-se a presença de Julichromes Q 6-6, substância sintetizada por policetídeos e de mais duas Julichromes (Q 1-3 e Q 3-3). Estes resultados evidenciam a produção de biocompostos de interesse biotecnológico por actinobactérias da rizosfera.
Título em inglês
Bioprospection of actinobacteria from maize (Zea mays L.) rhizosphere with antifungal activity.
Palavras-chave em inglês
Biological control
Bioprospection
Chromatograph
PKS
Rhizosphere actinobacteria
Secondary metabolites
Resumo em inglês
Actinobacteria occur in different environments and have a great potential in producing enzymes, antibiotics and medical molecules. The present work aimed the isolation, identification and the bioprospection by rhizosphere actinobactérias. Sixty strains were isolated from healthy plants of maize, cultivated in different regions Socorro, Serra Negra and Ribeirão Preto. The two isolates with higher activity CCMA30 and CCMA33 were identified by the partial sequencing of the 16S rDNA gene as belonging to the species Streptomyces griseorubiginosus. In these isolates it was detected the presence of PKS genes. The fractioning of the crude extract of the strain CCMA 33 has revealed that fraction 7 (m/z 719-768) displayed antifungal activity and it was submitted to fragmentation (MS/MS), where by searches in the dictionary of natural products detected the presence of Julichromes Q6-6 and the presence of two other Julichromes (Q1-3 and Q3-3). These results highlight the production of secondary metabolites of biotechnological interest by rhizosphere actinobacteria.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-05-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.