• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.87.2013.tde-07062013-120319
Documento
Autor
Nome completo
Andressa Caravelli
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Piazza, Roxane Maria Fontes (Presidente)
Marques, Marilis do Valle
Sampaio, Jorge Luiz Mello
Título em português
Anticorpo recombinante anti-intimina: uma ferramenta para o diagnóstico rápido de Escherichia coli enteropatogênica e de Escherichia coli enterohemorrágica.
Palavras-chave em português
Escherichia coli
Anticorpos
Colite
Diagnóstico
Diarréia
Imunofluorescência
Resumo em português
Intimina é o principal fator de virulência envolvido na lesão attaching/effacing em E. coli enteropatogênica (EPEC) e E. coli enterohemorrágica (EHEC), que são responsáveis pela diarreia infantil e colite hemorrágica/síndrome hemolítico-urêmica, respectivamente. Nos países em desenvolvimento, o diagnóstico desses patógenos ou é demorado e caro, ou não é realizado em laboratórios de rotina. No entanto, a detecção é essencial para definição do tratamento da infecção. O objetivo do presente trabalho foi definir o vetor de expressão mais apropriado e avaliar a sensibilidade e especificidade do scFv-intimina obtido. O gene scFv-intimina anteriormente obtido foi clonado nos vetores de expressão pAE e pSMT3, transformados em uma E. coli BL21 (DE3). A expressão foi induzida com 1 mM de IPTG. Em ambos os vetores, a proteína expressa foi direcionada para o citoplasma bacteriano, dessa forma a construção pAE-scFv-intimina foi utilizada na obtenção do anticorpo recombinante. Após cromatografia de afinidade ao níquel o scFv-intimina foi empregado no ensaio de imunofluorescência indireta para definir um teste de ensaio rápido e confiável, analisando-se 199 isolados de E. coli e isolados de outras Enterobactérias, dos quais 132 resultaram em isolados eae-positivos e 67 isolados eae-negativos. O teste de imunofluorescência mostrou a detecção de 132 isolados eae-positivos (100% de sensibilidade) e a não detecção de 67 isolados eae-negativos (100% especificidade). Assim, o ensaio de imunofluorescência é um método eficaz e rápido, e o scFv-intimina é uma excelente ferramenta para o imunodiagnóstico de EPEC e EHEC.
Título em inglês
Anti-intimin recombinant antibody: a tool for a rapid diagnosis of enteropathogenic and enterohemorrhagic Escherichia coli.
Palavras-chave em inglês
Escherichia coli
Antibodies
Colitis
Diagnosis
Diarrhea
Immunofluorescence
Resumo em inglês
Intimin is the main virulence factor involved in the attaching/effacing lesion of enteropathogenic E. coli (EPEC) and enterohemorrhagic E. coli (EHEC), which are responsible for infantile diarrhea and hemorrhagic colitis/hemolytic uremic syndrome, respectively. In developing countries, their diagnosis is either time-consuming and expensive or is not done in the routine laboratory. Nevertheless, their detection is essential in defining the infection treatment. The aim of the study was to define the most suitable expression vector and evaluate the sensitivity and specificity of the scFv-intimin obtained. The scFv-intimin gene previously obtained was cloned into pAE and pSMT3 expression vectors and transformed into an E. coli BL21 (DE3) strain. Expression was induced with 1 mM IPTG. In both vectors, recombinant protein was expressed as inclusion bodies, so pAE was chosen as the expression vector for nickel affinity chromatography. Once purified, scFv-intimin was employed in an indirect immunofluorescence assay to define a rapid and reliable assay testing 199 E. coli strains and other Enterobacteriaceae isolates, of which 132 isolates were eae-positive and 67 isolates were eae-negative. The immunofluorescence assay showed the detection of 132 eae-positive isolates (100% sensitive) and no detection in the 67 eae-negative isolates (100% specific). Thus, immunofluorescence is an effective and rapid method and scFv-intimin an excellent tool for the immunodiagnosis of EPEC and EHEC.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-06-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.