• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.85.2009.tde-16112009-143932
Documento
Autor
Nome completo
Ilka Tiemy Kato
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Wetter, Niklaus Ursus (Presidente)
Ana, Patricia Aparecida da
Freitas, Anderson Zanardi de
Mendes, Fausto Medeiros
Tabchoury, Cinthia Pereira Machado
Título em português
Avaliação dos efeitos promovidos pela radiação azul na remineralização do esmalte dentário in vitro
Palavras-chave em português
Dureza
Esmalte dental
LED
Remineralização
Tomografia por coerência óptica.
Resumo em português
Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar os efeitos da luz azul na remineralização do esmalte. Adicionalmente foi desenvolvida uma metodologia de análise para a avaliação de alterações minerais do esmalte dental por meio da tomografia por coerência óptica. Lesões foram formadas em amostras de esmalte dental bovino por meio da imersão em solução tampão de acetato subsaturado (2 mL/mm2 e 6,25 mL/mm2) por 32 h. As amostras foram irradiadas com um LED azul com emissão em 455±20 nm, potência de 110 mW, irradiância de 1,4 W/cm2, tempo de irradiação de 10 s e exposição radiante de 13,8 J/cm2. Posteriormente, as amostras foram submetidas à ciclagem de pH durante oito dias à 37 oC para induzir a remineralização. A avaliação do conteúdo mineral foi realizada por meio do teste de dureza seccional e por tomografia por coerência óptica (OCT). Na avaliação por dureza observou-se que as amostras do grupo irradiado apresentaram menor conteúdo mineral que as amostras do grupo não irradiado. A diferença entre os grupos foi mais evidente nas amostras submetidas à formação de lesão em maior volume de solução desmineralizadora. Por meio da técnica de OCT foram observadas diferenças significativas entre o sinal do esmalte hígido e desmineralizado. Após a remineralização, as amostras irradiadas apresentaram menor conteúdo mineral que as não irradiadas; porém, não foram observadas diferenças significativas entre os grupos. Com base nos resultados deste estudo, pode-se concluir que a irradiação com luz azul (l=455nm) promoveu a inibição da remineralização do esmalte dental. A metodologia empregada nas análises por OCT permitiu a avaliação quantitativa da perda mineral no esmalte; porém, este resultado não foi alcançado na avaliação da remineralização.
Título em inglês
EFFECTS OF BLUE LIGHT IRRADIATION ON DENTAL ENAMEL REMINERALIZATION IN VITRO
Palavras-chave em inglês
Dureza
Esmalte dental
LED
Remineralização
Tomografia por coerência óptica.
Resumo em inglês
This study aimed to investigate the effects of blue radiation on dental enamel remineralization. In addition, a methodology of analysis was developed to evaluate alterations of enamel mineral content by optical coherence tomography. Artificial lesions were formed in bovine dental enamel slabs by immersing the samples in undersaturated acetate buffer (2 mL/mm2 e 6.25 mL/mm2). The lesions were irradiated with blue LED (l=455±20nm), with radiant power of 110 mW, irradiance of 1.4 W/cm2, radiant exposure of 13.8 J/cm2 and exposure time of 10 s. Remineralization was induced by pH-cycling model during 8 days. Cross-sectional hardness and optical coherence tomography (OCT) were used to assess mineral changes after remineralization. Hardness data showed that non-irradiated enamel lesions presented higher mineral content than irradiated ones and this difference was more evident in lesions formed in higher solution volume. The analysis of OCT signal also demonstrated that the mineral content of non-irradiated group was higher than in irradiated one; however, no significant difference was observed. Furthermore, significant differences in OCT sign were detected between sound and demineralized enamel. Based on the results obtained in the present study it can be concluded that blue radiation caused an inhibition of enamel remineralization. The methodology adopted for OCT analysis allowed the quantification of enamel mineral loss; however, the remineralization process could not be evaluated by this technique.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
IlkaTiemyKato.pdf (14.97 Mbytes)
Data de Publicação
2009-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.