• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Mauricio Barlera Alves
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Fávaro, Déborah Inês Teixeira (Presidente)
Azevedo, Juliana de Souza
Saraiva, Elisabete de Santis Braga da Graca
Título em português
Avaliação do organismo ouriço do mar (Lytechinus variegatus e Sterechinus neumayeri) como biomonitor de contaminação por elementos tóxicos e traço em ambientes marinhos: costa brasileira e região Antártica
Palavras-chave em português
biomonitoramento
contaminação ambiental
elementos traço e tóxicos
ouriço-do-mar
Resumo em português
A contaminação de ecossistemas marinhos costeiros pode ser avaliada por meio de programas de biomonitoramento, utilizando-se organismos indicadores. No presente estudo, utilizou-se o organismo ouriço do mar para fins de biomonitoramento passivo para elementos possivelmente tóxicos e traço. Foram analisados tecidos de ouriços-do-mar provenientes da região de São Sebastião, São Paulo (espécie Lytechinus variegatus) e da região da Estação Comandante Ferraz, Antártica (espécie Sterechinus neumayeri), em dois locais (não impactado e impactado). Determinaram-se as concentrações dos elementos: As, Ba, Br, Ca, Co, Cr, Fe, K, Na, Rb, Sc, Se e Zn por meio da técnica de análise por ativação neutrônica instrumental (INAA) e dos elementos potencialmente tóxicos (Cd, Hg, Ni e Pb), e Cu por espectrometria de absorção atômica (AAS). Os resultados de concentração obtidos foram comparados com outros organismos utilizados em biomonitoramento e com os valores de concentração em sedimentos, para cada região estudada neste trabalho. Os elementos Cd, Cr, Cu, Fe, Hg, Ni, Sc e Zn apresentaram maior concentração em São Sebastião (local mais impactado). Para a região Antártica, os ouriços da região da Estação Ferraz (local possivelmente mais impactado) apresentaram maiores níveis de Br, Co, Cr, Cs, K, Se e Zn. Para a espécie L. variegatus este estudo indicou a possibilidade de biomonitorar Cd, Ni e Sc independente do sexo; os elementos Co, Cr, Hg, Pb e Cu nas fêmeas e Zn, nos machos. Para a espécie S. neumayeri os resultados sugeriram a possibilidade de biomonitoramento para os elementos Co, Cr, Cu, Fe, Pb, Se e Zn. O presente estudo contribuiu também para o conhecimento da composição mineral das espécies de ouriço-do-mar L. variegatus e S. neumayeri.
Título em inglês
Evaluation of sea urchin (Lytechynus variegatus and Sterechinus neumayeri) as biomonitor of contamination by toxic and trace elements in marine environments: Brazilian coast and Antarctic region
Palavras-chave em inglês
biomonitoring
environmental contamination
sea urchin
toxic and trace elements
Resumo em inglês
Contamination of marine coastal ecosystems can be verified by means of biomonitoring programs using marine organisms. In the present study, the sea urchin organism was used for passive biomonitoring purposes for toxic and trace elements. Tissues of sea urchins from São Sebastião, São Paulo (Lytechinus variegatus) and Comandante Ferraz Station, Antarctica (Sterechinus neumayeri) were analyzed, in two sites (control and impacted). Concentrations were determined for the elements: As, Ba, Br, Ca, Co, Cr, Fe, K, Na, Rb, Sc, Se and Zn by instrumental neutron activation analysis (INAA) and possible toxic elements (Cd, Hg, Ni and Pb), and Cu by atomic absorption spectrometry (AAS). Concentration results were obtained and compared with other organisms commonly used for biomonitoring purposes and with sediment concentration values for each studied region. Elements like Cd, Cr, Cu, Fe, Hg, Ni, Sc and Zn showed a higher concentration in São Sebastião (more impacted region). For L. variegatus this study indicated the possibility of biomonitoring Cd, Ni and Sc independent of gender; the elements Co, Cr, Hg, Pb and Cu in females and Zn in males. For the Antarctic region, the urchins in the Ferraz Station area (more impacted site) presented higher levels of Br, Co, Cr, Cs, K, Se and Zn. Results for S. neumayeri suggested for biomonitoring purposes for the elements Co, Cr, Cu, Fe, Pb, Se and Zn. The present study also contributed to the knowledge of the mineral composition of sea urchin species L. variegatus and S. neumayeri.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-11-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.