• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.85.2013.tde-04072013-144252
Documento
Autor
Nome completo
Priscila Vallinoto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Maihara, Vera Akiko (Presidente)
Saiki, Mitiko
Souza, Sonia Buongermino de
Título em português
Determinação de elementos essenciais e tóxicos em alimentos comerciais infantis por análise por ativação com nêutrons e espectrometria de absorção atômica
Palavras-chave em português
absorção atômica
alimentos infantis
análise por ativação
elementos essenciais
elementos tóxicos
Resumo em português
A Organização Mundial da Saúde recomenda que os bebês sejam amamentados de forma exclusiva, pelo menos, seis meses após o nascimento. Após este período, recomenda-se a introdução de alimentos complementares, a fim de atender as quantidades nutricionais, minerais e energéticas necessárias às crianças. Produtos alimentares destinados a lactentes formam uma parte importante da dieta de muitos bebês, por isso é muito importante que esses alimentos contenham quantidades suficientes de minerais. Alimentação complementar inadequada é uma das principais causas das altas taxas de desnutrição nos países em desenvolvimento. Neste estudo, níveis dos elementos essenciais: Ca, Cl, Co, Cr, Fe, K, Mg, Mn, Na, Se e Zn e dos elementos tóxicos: As, Cd e Hg foram determinados em amostras de vinte e sete diferentes produtos alimentares por Análise por Ativação com Nêutrons Instrumental (INAA) e Espectrometria de Absorção Atômica (AAS). Para a validação da metodologia foram analisados os materiais de referência: INCT MPH-2 Mixed Polish Herbs e NIST SRM 1577b Bovine Liver para INAA e NIST SRM 1548a Typical Diet e NIST SRM 1547 Peach Leaves para AAS. As vinte e sete amostras de alimentos para bebês foram adquiridas em supermercados e drogarias da cidade de São Paulo. Os elementos essenciais e tóxicos foram determinados e a maioria das concentrações obtidas dos elementos essenciais estava abaixo das recomendações da Organização Mundial da Saúde, enquanto as concentrações dos elementos tóxicos foram inferiores ao limite superior tolerável. As concentrações baixas dos elementos essenciais obtidas nessas amostras indicam que as crianças não devem ser apenas alimentadas com esses alimentos comerciais.
Título em inglês
Determination of essential and toxic elements in commercial baby foods by instrumental neutron activation analysis and atomic absorption spectrometry
Palavras-chave em inglês
activation analysis
atomic absorption
baby food
essential element
toxic element
Resumo em inglês
The World Health Organization recommends that infants should be breastfed exclusively for at least six months after birth. After this period, it is recommended to start introducing complementary foods, in order to meet the child´s nutritional, mineral and energy needs. Commercial food products for infants form an important part of the diet for many babies. Thus, it is very important that such food contains sufficient amounts of minerals. Inadequate complementary feeding is a major cause of high rates of infant malnutrition in developing countries. In this study, essential elements: Ca, Cl, Co, Cr, Fe, K, Mg, Mn, Na, Se and Zn and toxic elements: As, Cd, Hg levels were determined in twenty seven different commercial infant food product samples by Instrumental Neutron Activation Analysis (INAA) and Atomic Absorption Spectrometry (AAS). In order to validate both methodologies the reference material: INCT MPH-2 Mixed Polish Herbs and NIST - SRM 1577b Bovine Liver by INAA and NIST - SRM 1548a Typical Diet and NIST - SRM 1547 Peach Leaves by AAS were analyzed. The twenty seven baby food samples were acquired from São Paulo city super markets and drugstores. Essential and toxic elements were determined. Most of the essential element concentrations obtained was lower than the World Health Organization requirements, while concentrations of toxic elements were below the tolerable upper limit. These low essential element concentrations in these samples indicate that infants should not be fed only with commercial complementary foods.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-07-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.