• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Vítor Amancio Borges Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Suzuki, Julio Cesar (Presidente)
Ayala, Wladimir Mejía
Valverde, Rodrigo Ramos Hospodar Felippe
Título em português
Agricultura, agroecologia e ruralidades na cidade: experiências de São Paulo e Bogotá
Palavras-chave em português
Agricultura urbana
Bogotá
Hortas urbanas
Ruralidades
São Paulo
Resumo em português
As cidades têm desempenhado um papel importante para a reprodução do sistema capitalista, sendo planejadas pelo capital financeiro, pelo capital empresarial e por um aparato estatal sob a ótica da manutenção de um sistema que frequentemente colapsa. Este processo tem consequências práticas e destrutivas nas cidades, que perdem muito de suas qualidades e que, ainda, perdem de vista os ideais de cidadania e de uma política urbana efetiva e coerente. É no contexto da crise das cidades, porém, que surgem diversos movimentos de busca por alternativas urbanas para a construção de outra cidade. Uma das práticas sociais oriundas deste momento é a ressignificação da agricultura urbana, prática que tem se difundido no espaço das cidades e que dialoga com a crescente insatisfação urbana decorrente do modelo capitalista de cidades. O cultivo de alimentos dentro das cidades não é uma novidade. Desde que as cidades existem, há relatos de agricultura dentro de seus limites, mesmo que tenha havido, principalmente com a introdução dos ideais da modernidade, uma separação progressiva entre a prática da agricultura e as cidades, tornando a existência de agricultura dentro da modernidade urbana um elemento estranho, um resquício de outro tempo. A novidade sobre a agricultura urbana parece residir justamente na sua ressignificação, sendo utilizada como ferramenta multifuncional para a transformação de diferentes aspectos do espaço urbano, por meio das ações do poder público e dos agricultores ativistas. Nosso objetivo é compreender o significado da agricultura urbana, como ruralidade, nas transformações de ordem ambiental, social, econômica e cultural nas cidades a partir das experiências de São Paulo e Bogotá no período de 2004 a 2018. Para a consecução do objetivo proposto, utilizamos, como fontes primárias, as entrevistas realizadas com os atores envolvidos com a agricultura urbana das duas cidades, além de um material fotográfico colhido nas investigações de campo. Como fontes secundárias, utilizamos obras de referência sobre o direito à cidade, a agricultura urbana e a agroecologia, que foram a base do debate teórico desta dissertação. A partir de diferentes experiências de agricultura urbana em São Paulo e em Bogotá, destacamos que a agricultura, enquanto ruralidade, desempenha um papel importante na transformação da realidade das cidades. Além disso, por meio de sua prática e consolidação, combinando a ação dos agricultores e das políticas públicas, a agricultura urbana pode se tornar uma urbanidade, tendo aproveitado o seu potencial e servindo como instrumento para a busca de novas sociabilidades urbanas e para a construção de um novo ideal de cidades.
Título em inglês
Agriculture, agroecology and ruralities in the city: experiences of Sao Paulo and Bogota
Palavras-chave em inglês
Bogota
Ruralities
Sao Paulo
Urban agriculture
Urban gardens
Resumo em inglês
Cities play an important role in the reproduction of the capitalist system, and are planned by finance capital, business capital, and a state apparatus under the view of maintaining a system that often collapses. This process has practical and destructive consequences in the cities, which lose much of their qualities and which also lose sight of the ideals of citizenship and an effective and coherent urban policy. It is in the context of the crisis of the cities, however, that there are several movements of search for urban alternatives for the construction of another city. One of the social practices arising from this moment is the re-signification of urban agriculture, a practice that has spread in the space of cities and that dialogues with the growing urban dissatisfaction resulting from the capitalist model of cities. The cultivation of food within cities is not new. Since the cities exist, there are reports of agriculture within its limits, even though there has been, mainly with the introduction of the ideals of modernity, a progressive separation between the practice of agriculture and cities, making the existence of agriculture within urban modernity a strange element, a remnant of another time. The novelty about urban agriculture seems to lie precisely in its re-signification, being used as a multifunctional tool for the transformation of different aspects of the urban space, through the actions of the public power and the activist farmers. Our objective is to understand the meaning of urban agriculture, as rurality, in the transformations of environmental, social, economic and cultural order in the cities from the experiences of São Paulo and Bogota in the period from 2004 to 2018. In order to achieve the proposed objective, we use, as primary sources, the interviews with the actors involved with the urban agriculture of the two cities, as well as a photographic material collected in the field investigations. As secondary sources, we used reference works on the right to the city, urban agriculture and agroecology, which were the basis of the theoretical debate of this dissertation. From different experiences of urban agriculture in São Paulo and Bogotá, we emphasize that agriculture, as a rurality, plays an important role in transforming the reality of cities. In addition, through its practice and consolidation, combining the action of farmers and public policies, urban agriculture can become an urbanity, taking advantage of its potential and serving as an instrument for the search of new urban sociabilities and for the construction of a new ideal of cities.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-10-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.