• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.83.2020.tde-24022021-121949
Documento
Autor
Nombre completo
Taine Costa
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2020
Director
Tribunal
Bueno, Mariana (Presidente)
Alvarez, Ana Graziela
Duarte, Elysangela Dittz
Peres, Heloisa Helena Ciqueto
Título en portugués
Treinamento online sobre avaliação da dor neonatal para enfermeiros de um hospital de ensino: avaliação de aprendizagem, reação e impacto no trabalho
Palabras clave en portugués
Dor
Educação a distância
Educação em enfermagem
Medição da dor
Recém-nascido
Tecnologia educacional
Resumen en portugués
Introdução: A dor repetida e não tratada no período neonatal pode ocasionar efeitos deletérios no crescimento e desenvolvimento infantil. Assim, o uso de estratégias de avaliação e controle da dor são fundamentais. Especificamente com relação a avaliação da dor, o treinamento online pode ser contribuir para a capacitação técnica e atualização dos profissionais de saúde. Objetivo: Avaliar o Programa de Avaliação da Dor Neonatal (PAD-Neo) aplicado a enfermeiros envolvidos na assistência neonatal de um hospital de ensino. Método: Trata-se de estudo quantitativo, longitudinal, quase-experimental realizado com 30 enfermeiros e respectivas chefias nas unidades de Alojamento Conjunto, Terapia Intensiva Neonatal e Pediátrica e Cuidados Intermediários do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo. Os dados foram coletados entre abril e outubro de 2018. Antes do treinamento, os enfermeiros responderam questionários sobre perfil e motivação para aprender, além de pré-teste. O treinamento online foi oferecido ao longo de nove semanas e ao seu término, os enfermeiros responderam ao pós-teste e aos questionários de avaliação de reação e motivação para transferir. Após 45 dias do término do treinamento, os enfermeiros e suas chefias responderam a questionários de impacto em profundidade e amplitude, assim como suporte para transferência de treinamento. Todos os questionários foram respondidos eletronicamente. Os dados foram analisados no programa R versão 3.6.2. Foi realizada análise estatística descritiva, assim como modelo de análise de variância, Kruskal-Wallis, teste de correlação de Pearson, correlação de Kendall, correlação intraclasse e modelo de efeitos mistos. Foi adotado nível de significância de 5%. Resultados: A maioria dos enfermeiros eram do gênero feminino (93,33%), com idade média de 42,8 anos e tempo médio de formação de 18,6 anos. A média de motivação em transferir (4,09, DP=0,53) foi maior que a média da motivação em aprender (3,44, DP=0,33), independente da unidade de trabalho. Houve aumento significativo no conhecimento dos enfermeiros de todas as unidades, comparando-se as médias de pré e pós-teste (p<0.0001), independente da unidade de trabalho (p=0,9368). A reação dos enfermeiros em relação à tutoria, ambiente virtual, avaliação do aluno, conteúdo e atividades e comunicação visual foi positiva. O treinamento influenciou diretamente (impacto em profundidade) a prática assistencial dos enfermeiros, tanto na autoavaliação quanto heteroavaliação (média=4,28 e média=3,93, respectivamente). Contudo, o treinamento não apresentou efeitos indiretos (impacto em amplitude) na prática, na avaliação dos enfermeiros (média=2,37) e chefias (média=2,97). O suporte à transferência de treinamento demonstrou que às vezes (média=2,82 DP=0,48) o enfermeiro é encorajado a usar o que aprendeu no ambiente do trabalho, tanto pela chefia quanto por colegas. Conclusões: Avaliar o impacto da oferta de treinamentos na prática profissional é necessário. No presente estudo, o PAD-Neo contribuiu para o aumento do conhecimento dos participantes. O ambiente foi considerado adequado, de fácil manuseio, interativo e dinâmico, o que permite a construção ativa do conhecimento. O treinamento influenciou diretamente a prática assistencial dos enfermeiros, mas não apresentou efeitos indiretos em relação à conhecimentos, habilidades, atitudes e comportamentos, com apoio insuficiente do ambiente de trabalho.
Título en inglés
Online training on neonatal pain assessment for nurses in a teaching hospital: assessment of learning, reaction and impact at work.
Palabras clave en inglés
Distance education
Educational technology
Newborn
Nursing education
Pain
Pain measurement
Resumen en inglés
Introduction: Repeated and untreated neonatal pain can lead to deleterious effects on child growth and development. Therefore, pain assessment and management are vital on pain prevention. Concerning pain assessment, online training can contribute to technical training and updating of health care professionals. Aim: To evaluate the Programa de Avaliação da Dor Neonatal (PAD-Neo) targeted at nurses involved in neonatal care at a teaching hospital. Methodology: This quantitative, longitudinal, quasi-experimental study enrolled 30 nurses and their managers from the Rooming- Inn, Neonatal and Pediatric Intensive Care and Intermediate Neonatal Care units at the Hospital Universitário of the Universidade de São Paulo. Data were collected between April and October 2018. Before training, nurses answered questionnaires about their profile and motivation to learn, in addition to a pre-test. The online training was offered over nine weeks and at completion, the nurses answered a post-test, and assessment questionnaires about reaction and motivation to transfer. After 45 days the end of the training, the nurses and their managers answered questionnaires about impact in depth and breadth, as well as support for transfer. All questionnaires were completed electronically. Data were analyzed using the R version 3.6.2 program. Descriptive statistical analyses were performed, as well as the variance analysis model, Kruskal-Wallis, Pearson's correlation test, Kendall's correlation, intraclass correlation and mixed effects model. A significance level of 5% was adopted. Results: Most nurses were female (93.33%), with mean age of 42.8 years and mean length of academic education of 18.6 years. Mean of motivation to transfer (4.09, SD=0.53) was higher than mean motivation to learn (3.44, SD=0.33), regardless of the workplace. There was a significant increase in nurses knowledge in all units, comparing the mean scores from pre and post-test (p <0.0001), regardless of the workplace (p=0.9368). The nurses' reaction about tutoring, virtual environment, student evaluation, content and activities, and visual communication were positive. The training directly influenced (in-depth impact) nurses' care practice, both in self-assessment and hetero- assessment (mean=4.28 and mean=3.93, respectively). However, the training had no indirect effects (impact on breadth) in practice, in the nurses assessment (mean = 2.37) and managers (mean = 2.97). Support for transfer training demonstrated that sometimes (mean = 2.82 SD = 0.48) nurses are encouraged to use what they have learned in the workplace environment, both by their managers and colleagues. Conclusions: It is relevant to assess the impact of training on professional practice. In this current study, the PAD-Neo contributed to increase the participants' knowledge. The learning environment was considered adequate, easy to handle, interactive and dynamic, which allows the active construction of knowledge. The training directly influenced the nurses' care practice, but did not resulted in indirect effects in relation to knowledge, skills, attitudes and behaviors, with insufficient support from the work environment.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Taine_Costa.pdf (4.96 Mbytes)
Fecha de Publicación
2021-03-01
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.