• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.83.2020.tde-18032021-130855
Documento
Autor
Nombre completo
Hamilton Leandro Pinto de Andrade
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2020
Director
Tribunal
Arcêncio, Ricardo Alexandre (Presidente)
Calori, Mellina Yamamura
Gonzales, Roxana Isabel Cardozo
Santos Neto, Marcelino
Título en portugués
Distribuição espacial da tuberculose, sua relação com os determinantes sociais da saúde e tendência temporal em município hiperendêmico do nordeste brasileiro
Palabras clave en portugués
Análise espacial
Análise Temporal
Determinantes sociais
Enfermagem
Estudos Ecológicos
Tuberculose
Resumen en portugués
Introdução: A tuberculose, doença fortemente ligada às desigualdades sociais e privações de oportunidades, representa um grave problema de saúde pública, apesar dos esforços para prevenir o seu avanço. Superá-la implica uma visão acurada das condições de vida, dos modos de produção e reprodução social nos territórios, bem como dos determinantes sociais. Objetivo: O estudo teve como objetivo analisar a distribuição espacial da TB, sua relação com os determinantes sociais da saúde e a tendência temporal da doença. Métodos: Trata-se de um estudo ecológico que teve uma etapa de abordagem espacial e outra, de séries temporais. Foram selecionados casos de tuberculose diagnosticados entre 2002 e 2018, registrados no Sistema de Informações de Agravos de Notificação e coletados junto ao Serviço de Vigilância em Saúde da Unidade Gestora Regional de Saúde do governo do Estado do Maranhão, entre os meses de Janeiro e Fevereiro de 2019. As variáveis usadas foram: gênero, grupo etário, entrada para tratamento, encerramento, ano de notificação, endereço residencial, renda familiar, moradores por domicílio, acesso dos residentes aos serviços de infraestrutura urbana. Na análise espacial procedeu-se a identificação das áreas de maior ocorrência da doença e dos desfechos óbito, cura e abandono, recorrendo-se à estatística de varredura. Também foi testada associação da ocorrência de tuberculose com os determinantes sociais, utilizando-se dos modelos aditivos generalizados para localização, escala e forma. Nas análises de séries temporais, aplicou-se o método de decomposição Seasonal Trend Decomposition using Loess. Recorreu-se nessa etapa aos modelos auto-regressivos integrados de médias móveis e o método de Box e Jenkins, para escolher àqueles mais adequados. Resultados: Foram identificados 1.620 casos de tuberculose, o que representou uma detecção de 39,2 casos para cada 100 mil habitantes, com incidência de 49,7 casos em homens e 34,0 casos em mulheres. No grupo etário entre 15 até 59 anos de idade, incidência de 57,0 casos para homens e 34,4 casos para as mulheres. Foi possível identificar um aglomerado de risco estatisticamente significativo para a doença. O estudo identificou a baixa renda como o determinante social associado aos casos de TB. Quanto às tendências da série temporal, embora fosse observada uma tendência de declínio na incidência geral dos casos de tuberculose, nas mulheres, observou-se um aumento. Conclusão: A região central urbana da cidade apresentou maior aglomerado de casos de TB, área com alta densidade demográfica e precárias condições sanitárias e socioeconômicas. Foi possível observar associação entre os determinantes sociais e a ocorrência de TB. A pesquisa evidenciou decréscimo da doença no cenário sob estudo, todavia num compasso aquém das expectativas da OMS.
Título en inglés
Spatial distribution and temporal trend of tuberculosis and its social determinants in a hyper-endemic municipality in northeastern Brazil: A hybrid study of spatial analysis and time series
Palabras clave en inglés
Ecological Studies
Nursing
Social determinants
Spatial analysis
Temporal analysis
Tuberculosis
Resumen en inglés
Background: Tuberculosis, a disease strongly linked to social inequality and deprivation of opportunities, represents a serious public health problem, despite efforts to prevent its progress. Overcoming it implies an accurate view of the living conditions, the modes of production and social reproduction in the territories, as well as the social determinants. Aim: The study aimed to analyze the spatial distribution of TB, its relationship with the social determinants of health and the temporal trend of the disease. Methods: This is an ecological study that had a stage of spatial approach and another, of time series. Tuberculosis cases diagnosed between 2002 and 2018 were selected, registered in the Information System for Notifiable Diseases and collected with the Health Surveillance Service of the Regional Health Management Unit of the Maranhão State government, between the months of January and February of 2019. The variables used were: gender, age group, entry to treatment, closure, year of notification, home address, family income, residents per household, residents' access to urban infrastructure services. In the spatial analysis, the areas with the highest occurrence of the disease and the outcomes of death, cure and abandonment were identified, using scanning statistics. An association between the occurrence of tuberculosis and social determinants was also tested, using generalized additive models for location, scale and shape. In the analysis of time series, the Seasonal Trend Decomposition using Loess decomposition method was applied. In this stage, we used the integrated autoregressive models of moving averages and the method of Box and Jenkins, to choose the most suitable ones. Results: 1,620 cases of tuberculosis were identified, which represented a detection of 39.2 cases for every 100 thousand inhabitants, with an incidence of 49.7 cases in men and 34.0 cases in women. In the age group between 15 and 59 years of age, incidence of 57.0 cases for men and 34.4 cases for women. It was possible to identify a cluster of statistically significant risk for the disease. The study identified low income as the social determinant associated with TB cases. Regarding trends in the time series, although there was a tendency to decline in the overall incidence of tuberculosis cases in women, an increase was observed. Conclusion: The central urban region of the city presented a greater cluster of TB cases, an area with high demographic density and poor sanitary and socioeconomic conditions. It was possible to observe an association between social determinants and the occurrence of TB. The research showed a decrease of the disease in the scenario under study, however at a pace below the expectations of WHO
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2021-03-19
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.