• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.83.2020.tde-09122019-132534
Documento
Autor
Nome completo
Natália Nigro de Sá
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Szylit, Regina (Presidente)
Inacio, Marlene
Santos, Maiara Rodrigues dos
Souza, Rosane Mantilla de
Título em português
Transitando entre o íntimo e o social na contramão da cisnormatividade: a experiência de ressignificação de crenças em direção ao acolhimento das identidades trans pelo sistema familiar
Palavras-chave em português
Cisnormatividade
Cuidado Integrado
Enfermagem
Psicologia
Sistema Familiar
Transexualidade
Resumo em português
Trata-se de uma pesquisa qualitativa orientada pelo Interacionismo Simbólico enquanto referencial teórico e pela Teoria Fundamentada nos Dados como abordagem metodológica, com o objetivo de compreender o processo de transição de gênero no contexto da família. Utilizou-se a técnica snow ball sampling para o recrutamento de pessoas trans e familiares, agregando um total de 20 participantes. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas individuais em profundidade e submetidos à análise comparativa, o que possibilitou identificar significados e estratégias que compõem a experiência da família que vivencia o processo de transição de gênero. Esta experiência é composta por seis subprocessos: deparando-se com a transexualidade; vivendo um paradoxo presença/ausência; buscando um sentido para a transição de gênero; vivendo os efeitos do preconceito; desenvolvendo estratégias protetivas e redesenhando relacionamentos. A articulação destes subprocessos permitiu identificar a categoria central Transitando entre o íntimo e o social na contramão da cisnormatividade, a partir da qual é proposto um modelo teórico representativo do processo de transição de gênero no contexto da família. O modelo indica um processo de interação dinâmica e não linear entre elementos intrapessoais, interpessoais e relacionais ao longo do tempo, em um contexto de estresse familiar. A adaptabilidade e a comunicação são fatores determinantes para a reconstrução de significados e crenças, o que facilita a elaboração de perdas vivenciadas ao longo do processo e promove a movimentação familiar em direção ao acolhimento da pessoa trans. Os resultados trazem avanços para o campo da saúde ao destacar a transição de gênero enquanto processo sistêmico, possibilitando que o profissional reconheça nuances socioculturais que exercem influência nas vivências trans e, consequentemente, na saúde destas pessoas e seus familiares. Conhecer os aspectos familiares da transexualidade permite integrar, estrategicamente, a qualidade interacional deste grupo social ao espectro dos cuidados de saúde integral, reconhecendo o caráter protetivo do acolhimento familiar para a saúde da pessoa trans, com destaque para a potência de atitudes maternas como agentes multiplicadoras de transformação social. Os dados revelam ainda a relevância das intervenções realizadas por psicólogos, médicos e enfermeiros, ao executar estratégias de comunicação responsável, educativa e não violenta, para os desfechos do processo de ressignificação de crenças cisnormativas, que são limitantes à compreensão e ao acolhimento familiar. Conclui-se que o profissional de saúde diante da transexualidade deve reconstruir as bases que orientam suas intervenções para além das concepções cisnormativas e alargar o reconhecimento de fatores socioculturais como geradores de sofrimento na experiência da transexualidade vivenciada pelo sistema familiar.
Título em inglês
Transiting between individual and social events while moving against cisnormativity: the family process of meaning-making towards transgender identities acceptance
Palavras-chave em inglês
Cisnormativity
Family Systems
Gender Transitioning
Health Care
Nursing
Psychology
Resumo em inglês
This is a qualitative research oriented by Symbolic Interactionism as a theoretical framework and by the Theory Grounded as a methodological approach, aiming to understand the process of gender transition in the context of the family. The snowball sampling technique was used for the recruitment of trans and family persons, gathering a total of 20 participants. Data collection was obtained through in-depth individual interviews and submitted to constant comparison analysis, which made it possible to identify the meaning-making strategies family members develop while experiencing a loved ones gender transition. This experience is composed of six subprocesses: encountering transsexuality; living a presence/absence paradox; seeking meaning for the gender transition; living the effects of prejudice; developing protective strategies and redesigning relationships. The articulation of these subprocesses allowed to identify the ceore category "Transiting between individual and social events while moving against cisnormativity. A theoretical model, representative of the process of gender transition in the context of the family is proposed. The model indicates a dynamic and non-linear process of interaction between intrapersonal, interpersonal and relational domains over time, in a context of family stress. Adaptability and communication were identified as determining factors for the reconstruction of meanings and belief systems, which facilitates the elaboration of ambiguous losses experienced throughout the process and promotes the family attunement towards the acceptance of the trans person. The results bring advances for the health care field by highlighting the gender transition as a systemic process, thus, enabling health care professionals to recognize sociocultural factors that impact the health and well-being of trans persons and their families. Knowing the family experiences regarding gender transition allows professionals to strategically integrate the interactional aspects of family relations to the spectrum of health care promotion by recognizing the protective character of family acceptance for the transgender person health. Findings also reveal the relevance of interventions performed by psychologists, physicians and nurses, when implementing strategies of responsible, educational and non-violent communication, for the outcomes of the process of resignification of cisnormative beliefs. In conclusion, health care professionals caring for transgender care must reconstruct the bases that guide interventions, extending their understanding to cisnormatives and socialcultural factors as main elements originating possible experiences of ambiguous loss in gender transitioning
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Natalia_Nigro.pdf (6.34 Mbytes)
Data de Publicação
2020-01-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.