• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.81.2020.tde-17122020-174553
Documento
Autor
Nome completo
Victor da Rocha Piotto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Prestes, Maria Elice de Brzezinski (Presidente)
Moura, Breno Arsioli
Jensen, Gerda Maisa
Título em português
Bernard de Jussieu (1699-1777) e sua contribuição à classificação dos vegetais
Palavras-chave em português
Bernard de Jussieu
classificação botânica
ensino de ciências
história da ciência
natureza da ciência
Resumo em português
Decorrente do aumento das coleções científicas de organismos animais e vegetais durante os séculos XVI a XVIII, ocorreu um maior desenvolvimento nos processos de organização dos seres vivos, gerando diferentes sistemas de classificação. Muitas vezes, atribui-se a um único naturalista, Car von Linné (1707-1778), o desenvolvimento da taxonomia no século XVIII. Porém, na mesma época, já existiam diferentes sistemas de classificação como o de Joseph Pitton de Tournefort (1656-1708) largamente adotado durante toda a primeira metade do século. Outro estudioso que propôs um sistema de classificação foi o médico e naturalista Bernard de Jussieu (1699-1777), membro de uma família de botânicos. Trabalhando no Jardin du Roi, em Paris, Bernard de Jussieu não publicou a sua proposta, mas a tornou conhecida por meio de uma estratégia particular, concreta, adotando-a como critério de arranjo das plantas nos jardins do Petit Palais, de Versailles. A sua proposta, com pequenos acréscimos, foi redigida em um livro em latim com o título Genera plantarum, por seu sobrinho, Antoine-Laurent de Jussieu (1748-1836) em 1774. Como de praxe às publicações do Jardin du Roi, a monografia passou pelo exame prévio de comissões constituídas por naturalistas e botânicos notórios da época, uma para a Académie Royale des Sciences, outra para a Société Royale de Médecine. Ambas as comissões aprovaram a publicação e os pareceres emitidos foram incluídos no livro impresso. Esse material possui elevado valor para a história da biologia, não apenas por expressar a apreciação crítica de especialistas contemporâneos de Jussieu, oferecendo uma análise epistêmica diacrônica da obra, como também por apresentar um resumo bastante detalhado do conteúdo do livro, tornando-o, assim, disponível em idioma francês. A presente pesquisa, com base na metodologia de pesquisa em história da ciência, tem por objetivos a) discutir diacronicamente o sistema de classificação de Bernard de Jussieu e Antoine-Laurent de Jussieu; b) analisar o papel de academias na publicação de obras científicas na França do período; c) traduzir ao português brasileiro os dois pareceres; e d) oferecer algumas diretrizes para o desenvolvimento de atividades sobre o episódio histórico analisado nesta dissertação e as fontes primárias aqui disponibilizadas em português para fomentarem o ensino de taxinomia, particularmente, no sétimo ano do ensino fundamental 2, segundo IX perspectivas do ensino contextual de ciências, promovendo entre as alunas e alunos discussões informadas sobre a natureza da ciência (NdC).
Título em inglês
Bernard de Jussieu (1699-1777) and his contribution to the classification of vegetables
Palavras-chave em inglês
Bernard de Jussieu. botanical classification. history of science. nature of science. science teaching
Resumo em inglês
As a result of the increase in scientific collections of organisms and animals in the 16th to 18th centuries, there was a more significant development in organizing living beings and generating different classification systems. One single man is often pointed out as the creator of the 18th-century taxonomic enterprise, the Swedish naturalist Carl von Linné (1707-1778). However, there were already different classification systems like the one created by Joseph Pitton de Tournefort (1656-1708), widely adopted throughout the first half of the century. Another scholar who proposed a classification system was the French physician and naturalist Bernard de Jussieu (1699-1777), a member of a botanist family. Working at the Jardin du Roi, in Paris, Bernard de Jussieu did not publish his proposal. Still, his system became known in a unique, concrete way, as a criterion of the organization of plants in the gardens of the Petit Palais, Versailles. His proposal, with minor additions, was published in Latin with the title Genera Plantarum by his nephew, Antoine-Laurent de Jussieu (1748-1836), in 1774. As usual for Jardin du Roi publications, the monograph passed the examination of commissions made up of notorious naturalists and botanists of the time, one for the Académie Royale des Sciences, another for the Société Royale de Médecine. Both commissions approved the work for publication, and their reviews were included in the book. These two reviews have a high value for the history of biology, not only because they express the critical appreciation of contemporary specialists of Jussieu, offering a diachronic epistemic contextualization of the work, but also because they present a very detailed summary of the book's content, making it available in French. The present research, based on the research methodology of the history of science, aims to a) discuss the classification system of Bernard de Jussieu and Antoine-Laurent de Jussieu, diachronically; b) analyze the role of academies in the publication of French scientific works in the period; c) translate the two reviews into Brazilian Portuguese; and d) offer some guidelines for the development of activities on X the historical episode analyzed in this dissertation and the primary sources made available here in Portuguese to foster the teaching of taxonomy, particularly in the seventh year of the primary education, according to the contextual context of science teaching, promoting informed discussions about the nature of science (NdC) among students.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-01-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.