• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.81.2020.tde-04112020-170134
Documento
Autor
Nome completo
André Felipe Rodrigues
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Matos, Mauricio dos Santos (Presidente)
Kato, Danilo Seithi
Kawasaki, Clarice Sumi
Título em português
A pesquisa em alfabetização científica no Brasil: uma análise da produção acadêmica no período de 2013 a 2017
Palavras-chave em português
Alfabetização científica
Ensino de ciências
Estado da Arte
Estado do conhecimento
Resumo em português
Esta pesquisa foi desenvolvida com o objetivo de caracterizar o conjunto de teses e dissertações defendidas no Brasil, no período de 2013 a 2017, que mostraram algum tipo de apropriação da temática da alfabetização científica (AC), buscando reconhecer possíveis tendências, movimentos e características específicas dessa produção, principalmente em relação à apropriação dos eixos estruturantes da AC. A pesquisa foi desenvolvida dentro de uma abordagem qualitativo-quantitativa, a partir da recuperação da produção em AC no banco de teses e dissertações da CAPES, caracterizando essa produção a partir do uso de descritores definidos a posteriori e outros consolidados na literatura. As categorias utilizadas para a caracterização dessa produção acadêmica foram construídas a partir de uma análise categorial usando a análise de conteúdo. A análise foi feita a partir da leitura e releitura dos resumos, usando unidades de análise e assumindo o texto do resumo como unidade de contexto. Como resultado, observou-se que a presença da expressão "alfabetização científica" nas produções acadêmicas em nível de pós-graduação mostrou ser muito superior à presença das expressões "letramento científico" e "enculturação científica". Todavia, essa característica não foi reconhecida como uma particularidade da produção acadêmica analisada, já que foi também observada em outros tipos de produção, validando as teses e dissertações como um sistema representativo para reconhecimento de movimentos e tendências da produção científica em AC. Em termos da natureza da produção acadêmica em AC, 70,29% dessa produção está concentrada na área de Ensino, apresentando características muito similares à produção nessa área do conhecimento. A análise das características mais internas das pesquisas em AC mostrou que a abordagem qualitativa está presente na maior parte da produção analisada. No que se refere às formas de apropriação do conhecimento científico como um dos eixos estruturantes da AC, observou-se uma apropriação significativa do caráter interdisciplinar, estando este muito associado à presença de temáticas ambientais. Em relação à apropriação do eixo "natureza da Ciência", identificou-se a presença deste eixo em apenas 10,87% da produção acadêmica em AC, sugerindo que a "Natureza da Ciência" (NC), principalmente em sua dimensão histórica, tem sido pouco privilegiada nas pesquisas em AC. Já em relação à apropriação da "contextualização" como um dos eixos estruturantes da AC, o cotidiano e as relações Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS) foram as duas formas de contextualização mais recorrentes nos resumos analisados. O conjunto de resultados obtidos nesse estudo possibilitou a identificação de algumas características e apropriações das produções acadêmicas em AC. No entanto, essa caracterização ainda se mostrou limitada, necessitando que sejam conduzidos outros estudos que possam ampliar essa análise para além dos resumos das produções em AC, assumindo o texto completo dessas produções acadêmicas como sistema de análise, o que possibilitará uma visão mais nítida dessa produção, principalmente em relação às tendências nas pesquisas em AC.
Título em inglês
Research in scientific literacy in Brazil: analysis of the academic production from 2013 to 2017
Palavras-chave em inglês
Science teaching
Scientific literacy
State of Art
State of knowledge
Resumo em inglês
This research was developed with the objective of characterizing the set of theses and dissertations defended in Brazil from 2013 to 2017, which showed some type of appropriation of the theme of scientific literacy (SL), seeking to recognize possible trends, movements and specific characteristics of this production, mainly in relation to the appropriation of the structuring axes of SL. The study was developed within a qualitative-quantitative approach, based on the recovery of production in SL in the CAPES theses and dissertations database, characterizing this production from the use of descriptors defined a posteriori and others consolidated in the literature. The categories used for the characterization of this academic production were constructed from a category analysis using content analysis. The analysis was made from the reading and rereading of abstracts, using units of analysis and assuming the abstract text as a unit of context. As a result, it was observed that the presence of the expression "scientific literacy" in academic productions at the graduate level proved to be much higher than the presence of the expressions "scientific literacy" and "scientific enculturation". However, this characteristic was not recognized as a particularity of the academic production analyzed, since it was also observed in other types of production, validating theses and dissertations as a representative system for the recognition of movements and trends of scientific production in SL. In terms of the nature of academic production in SL, 70.29% of this production is concentrated in the teaching area, presenting characteristics very similar to the production in this area of knowledge. The analysis of the most internal characteristics of the research in SL showed that the qualitative approach is present in most of the analyzed production. In relation to the forms of appropriation of scientific knowledge as one of the structuring axes of SL, a significant appropriation of the interdisciplinary character was observed, being very associated with the presence of environmental themes. Regarding the appropriation of the "nature of science" axis, the presence of this axis was identified in only 10.87% of the academic production suggesting that the "Nature of Science" (NC), especially in its historical dimension, has been little privileged in research in SL. In relation to the appropriation of "contextualization" as one of the structuring axes of SL, "daily life" and the relations Science, Technology, Society (STS) were the two most recurrent forms of contextualization in the abstracts analyzed. The set of results obtained in this study allowed the identification of some characteristics and appropriations of academic productions in SL. However, this characterization was still limited, requiring further studies to be conducted that can expand this analysis beyond the abstracts of the productions in SL, assuming the full text of these academic productions as a system of analysis, which will allow a clearer view of this production, especially in relation to trends in research in SL.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-11-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.