• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.81.2012.tde-31052012-095552
Documento
Autor
Nome completo
Graciella Watanabe
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Kawamura, Maria Regina Dubeux (Presidente)
Martins, Marcos Nogueira
Silva, Henrique Cesar da
Título em português
Construindo subsídios para a promoção da educação científica em visitas a laboratórios de pesquisa
Palavras-chave em português
CTS e alfabetização científica
Educação científica
Espaço não formal
Laboratórios científicos
Resumo em português
O trabalho apresentado investiga as contribuições da pesquisa em ensino de ciências para a promoção da educação científica em atividades a serem desenvolvidas por laboratórios ativos de pesquisa. Apoiado nos debates sobre o ensino em espaços não formais, procura situar o ambiente de trabalho desses centros e suas possibilidades de interlocução com a escola básica e o público em geral. Tal perspectiva localiza as limitações desses laboratórios, reconhecendo a não intencionalidade própria dos espaços envolvidos, ao contrário do que se observa, por exemplo, em museus ou exposições científicas. Por outro lado, identifica sua singularidade, enquanto ambiente privilegiado para apresentar os processos de produção científica, enfatizando os aspectos sociais de seu fazer, pouco explorados no contexto escolar. Com esse intuito, foram analisadas as possíveis contribuições de reflexões sobre Alfabetização Científica e Ciência- Tecnologia-Sociedade (CTS), a fim de inserir articulações entre os aspectos do conhecimento científico presentes nos laboratórios e as demandas de visitantes. Em particular, investiga-se o acelerador de partículas Pelletron, do Departamento de Física Nuclear do IFUSP, analisando diferentes estratégias associadas a visitas, desenvolvidas ao longo de seis anos de trabalho, com a finalidade de promover a educação científica. Nessas análises, foi possível identificar que os diferentes protagonistas, sejam eles alunos, professores, cientistas ou técnicos, manifestam interesses nem sempre convergentes. Isso conduziu ao questionamento da centralidade atribuída ao conhecimento físico conceitual, procurando ampliar a ideia de conhecimento de forma a incluir outras dimensões do fazer científico. Nessa direção, discute-se o potencial de dimensões do conhecimento relacionadas à produção da ciência e sua função social. Propõe-se, assim, que o conhecimento físico se articule com situações da dinâmica da vida do laboratório e com as questões de inserção da ciência no conjunto da sociedade, ampliando a compreensão dos visitantes acerca da ciência.
Título em inglês
Discussions regarding the Promotion of Science Education during Visits to Research Laboratories
Palavras-chave em inglês
Non-formal space
Science education
Science laboratories
STS and scientific literacy
Resumo em inglês
The present study investigates the contributions of research in science learning to promote science education activities to be developed by operational research laboratories. Supported by discussions regarding the non-formal education, this study aims to situate the work environment of these laboratories and their potentialities of communication with elementary schools and the general public. This endeavor must recognize the limitations of these laboratories, since they have a different purpose when compared to museums and science exhibitions, for instance. On the other hand, it is possible to identify the uniqueness of such places as a privileged environment to present the science production process and the social aspects of this process, that is little explored in the school context. In addition, we analyzed the possible contributions of reflections on Scientific Literacy and Science- Technology-Society (STS), in order to insert links between aspects of scientific knowledge in the laboratories and the demands of visitors. In particular, we investigate the Pelletron particle accelerator, from the Department of Nuclear Physics of the Institute of Physics from the University of São Paulo (IFUSP), analyzing different strategies associated with the visits developed over six years of work, in order to promote science education. In these analyses, it was possible to identify that the different actors, such as students, teachers, scientists or technicians, express different interests that do not always converge. This led to challenge the central role attributed to conceptual physical knowledge, seeking the broadening of the idea of knowledge in order to include other dimensions of scientific work. In this sense, we discuss the possible dimensions of knowledge related to the production of science and its social function. Therefore, we propose that the physical knowledge must be linked to other aspects of the laboratory dynamics and to issues regarding the insertion of science in the society, expanding visitors' understanding about it.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Graciella_Watanabe.pdf (16.87 Mbytes)
Data de Publicação
2012-06-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.