• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.81.2016.tde-01042016-104054
Documento
Autor
Nombre completo
Ligia Valente de Sá Garcia
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2015
Director
Tribunal
Kawamura, Maria Regina Dubeux (Presidente)
Cruz, Frederico Firmo de Souza
Fagundes, Maria Beatriz
Oliveira, Rebeca Vilas Bôas Cardoso de
Pierson, Alice Helena Campos
Título en portugués
Espaços da física moderna e nuclear nos contextos curriculares e na pesquisa
Palabras clave en portugués
Currículo de Ensino Superior
Ensino Médio
Física Moderna
Física Nuclear
Livro didático
Resumen en portugués
A inserção da Física Moderna e Contemporânea (FMC) no Ensino Médio (EM) consolidou-se nos últimos anos como uma forte tendência de renovação curricular, na área de Pesquisa em Ensino de Física. Ao longo das últimas décadas, cada vez se torna mais presente a discussão acerca da necessidade da introdução desses conteúdos, assim como das justificativas que embasam essa necessidade. No entanto, e apesar de tantas iniciativas, pouco se avançou. A constituição de um conhecimento científico, sob a forma de conhecimento escolar, inserido na escola, parece ser um processo mais complexo do que o simples discurso. O objetivo de nossa pesquisa é investigar de que maneira e por quais condicionantes o conhecimento da FMC vem sendo transformado em conhecimento escolar na escola média. Para isso, situamos nosso objeto de pesquisa como sendo a constituição do conhecimento escolar da FMC, do ponto de vista das contribuições desenvolvidas pelas teorias de currículo. Nesse sentido, o foco das análises esteve centrado na constituição e evolução de disciplinas sobre o tema, nas estruturas curriculares e nos documentos oficiais, assim como nos conteúdos apresentados nos livros didáticos, tanto do ensino superior como do ensino médio. Paralelamente, foi analisada também a forma pela qual a área de pesquisa em ensino de física vem tratando da questão, através de um panorama da presença desses temas nas teses e dissertações da área, no período 1972-2011. O interesse pela FN vem do fato de que esse conhecimento deveria ser objeto de especial atenção, em decorrência de sua importância, especialmente em processos tecnológicos e sociais, na sociedade contemporânea. Em nossa análise, foi possível perceber que, de fato, o conhecimento da ciência se transforma em conhecimento disciplinar no ensino superior, e após sua consolidação, começa a ter partes de seu conteúdo inserido, de forma heterogênea e aparentemente aleatória, no ensino médio. Nesse último processo, os critérios de seleção e as formas de abordagem continuam submetidos à lógica do ensino superior, sem formas de priorizar aspectos relevantes do ponto de vista das finalidades educacionais da escola básica. Dessa forma, uma mera transposição didática não é capaz de responder às demandas formativas desejadas. Para acentuar as dificuldades, constatamos que a grande maioria dos cursos de formação de professores dispensa uma mínima (ou nenhuma) atenção à FN e, quando o fazem, apresentam abordagens que não aproximam esses conhecimentos dos sentidos desejados. Nossos resultados indicam que a introdução de temas de FMC no ensino médio requer uma atenção e política específica, demandando também formas de abordagem pertinentes aos objetivos desejados, segundo as dimensões científica, tecnológica e social.
Título en inglés
Spaces of Physics and Modern Nuclear in context curriculum and search
Palabras clave en inglés
Modern Physics
Nuclear Physics
School
School Curriculum Superior
Textbook
Resumen en inglés
The introduction of Modern and Contemporary Physics in high school has established itself in recent years as a strong trend of curriculum renewal in Physics Teaching research. Over the past decades, the discussion about the need to introduce such contents and the justifications that support this emergence has become more common. However, and despite many initiatives, there were few progresses. The establishment of a scientific knowledge, in the form of school knowledge, inside schools, seems to be a more complex process than simple discourse. The goal of our research is to investigate how and under which conditions the knowledge of modern and contemporary physics has been turned into school knowledge in secondary level. For this, we situated our research focus in the creation of school knowledge of modern and contemporary physics, from the point of view of the contributions developed by curriculum theories. In this sense, the focus of the analysis was focused on the formation and evolution of disciplines on the subject in the curriculum frameworks and official documents as well as in textbook contents, both in higher education and high school. At the same time, it was also analyzed the way in which the research area in physics education is addressing this issue through an overview of the presence of these themes in the theses and dissertations of the area in the period 1972-2011. Interest in the nuclear physics comes from the fact that this knowledge should be the object of special attention, because of their importance, especially in technological and social processes in contemporary society. In our analysis, it was revealed that, in fact, knowledge of science turns into disciplinary knowledge in higher education, and after its consolidation, begins to have parts of its content inserted, in an heterogeneous and seemingly random way, in high school. In the latter case, the selection criteria and ways to approach remain subject to the logic of higher education without ways to prioritize relevant aspects from the point of view of the educational purposes of basic school. Thus, a mere didactic transposition is not able to meet the desired formative demands. To highlight the difficulties we find that the vast majority of teacher training courses dispenses a minimal (or no) attention to the nuclear physics and when they do, they present approaches that do not discuss this knowledge of the desired directions. Our results indicate that the introduction of modern and contemporary physics topics in high school requires attention and specific policy also demanding ways to approach relevant to the desired goals, according to the scientific, technological and social dimensions.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2016-04-04
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.